A dor no joelho é uma das queixas mais comuns entre pessoas de todas as idades. Sendo a maior articulação do corpo humano, essa região pode ser comprometida por uma série de fatores que levam ao surgimento de dor no local. 

Essa dor pode surgir depois de usar essa articulação mais intensamente do que o normal, ou seja, grandes caminhadas, corridas e esportes como vôlei ou basquete. 

Porém, a dor no joelho, se durar mais do que 24 horas ou vier acompanhada de inchaço na região, pode ser indício de um problema mais grave. Nesse caso, é essencial procurar um(a) médica(a) clínico geral ou ortopedista para avaliar o quadro.

Como existem muitas causas para ela, também são muitas as formas de tratá-la. Neste texto, vamos explicar sobre as causas e tratamentos. Continue a leitura e confira!

O que causa dor e inchaço no joelho?

A dor no joelho pode ser causada por diferentes fatores. Os mais comuns envolvem um uso excessivo da articulação ou seu desgaste natural que acontece ao longo da vida. Isso leva ao surgimento de lesões ou inflamações, que causam dor no local.

As três principais causas de dor e inchaço no joelho são:

Lesão no ligamento cruzado anterior

Uma complicação traumática no joelho é a lesão no ligamento cruzado anterior, conhecida como lesão do atleta. O rompimento ou estiramento desse ligamento é uma das causas mais comuns de dor na articulação. 

Essa lesão pode decorrer de um trauma, como uma queda ou batida. Ela ocorre principalmente durante a prática de esportes, durante movimentos como mudanças rápidas de direção, paradas bruscas ou apoio incorreto dos pés após um salto.


As distensões podem ocorrer em três graus, sendo o terceiro o mais grave. O tratamento varia conforme essa gravidade. Os sintomas incluem dor e inchaço, além de amplitude do movimento reduzida e sensibilidade na articulação.

É essencial consultar um ortopedista na suspeita de lesão no ligamento cruzado anterior, para que seja diagnosticada e o devido tratamento possa ser orientado.

Artrite

A artrite é outra causa muito comum para dor e inchaço no joelho. Essa é uma condição que está relacionada com o desgaste gradual da articulação.

Por isso, em geral, a artrite ocorre em pessoas mais velhas, obesas, com tendências genéticas a desenvolvê-la ou que têm histórico de traumas no joelho. 

Apesar de ocorrer também em outras articulações, o joelho é a mais comum.

A artrite é uma inflamação crônica, assim, não existem meios de curá-la. Porém, há muitas formas de conviver com a condição e reduzir as dores e o inchaço.

O tratamento é muito particular e varia de caso para caso, por isso, é essencial ter o diagnóstico realizado por especialistas. 

No geral, podem ser prescritos medicamentos para dor (analgésicos), fisioterapia e, principalmente, indicadas mudanças de hábito que contribuam para que o quadro não se agrave e a inflamação reduza.

Tendinite

A tendinite é a inflamação que aflige especificamente os tendões. A tendinite no joelho está mais relacionada ao excesso ou “erro” durante atividades físicas do que com fatores degenerativos (que comprometem a região ao longo do tempo). 

Ela também é conhecida como tendinite patelar e pode afetar atletas que realizam muitos saltos, como jogadores de basquete e vôlei. 

Da mesma forma que a artrite, a tendinite pode ocorrer em diferentes graus, podendo chegar até ao rompimento total do tendão. Nesse caso, é necessária a realização de cirurgia para repará-lo.

Se não for tão grave, a tendinite pode ser tratada em casa, com repouso e aplicação de gelo. Quando a gravidade é média, essas medidas aliadas à fisioterapia podem curar a inflamação. 

Quais os tipos de dor no joelho?

Por ser a maior articulação do corpo e interligar dois grandes ossos (fêmur e tíbia), a dor no joelho pode acontecer em áreas distintas da região. Por isso, existem tipos diferentes de dor no joelho, podendo indicar diferentes problemas. Assim, é essencial prestar atenção aos sintomas que representam maior risco e buscar o tratamento adequado.

Os principais tipos de dor no joelho são:

Dor na frente do joelho

Uma das dores mais comuns no joelho é na parte frontal. Normalmente, indica que há algum comprometimento na patela, o osso que articula com o fêmur e protege a superfície do joelho.

Assim, a dor pode ser um indício de tendinite patelar. Além disso, pode ser um sintoma de condromalácia patelar, um quadro caracterizado pelo desgaste de uma cartilagem do joelho. 

Dor ao agachar

Quando a dor no joelho aparece no momento da movimentação para agachar, limitando ou dificultando a ação, também é comum que a causa seja a condromalácia patelar.

Dor ao caminhar e subir escadas

A dor no joelho ao caminhar e subir escadas pode ser um sintoma de lesão meniscal. Os meniscos são cartilagens responsáveis por diminuir o impacto entre os ossos fêmur e tíbia, protegendo os joelhos. 

As lesões no menisco geralmente decorrem de movimentos brutos, agachamentos muito intensos ou levantamento de peso usando as pernas. 

O tratamento geralmente é feito com fisioterapia e analgésicos para aliviar a dor, sendo necessária a cirurgia nos casos mais graves que não apresentam melhora com esses métodos.

O que fazer para aliviar a dor no joelho?

A dor no joelho pode ser aliviada com algumas medidas para reduzir a possível inflamação no local. No geral, se a dor foi causada por um exercício intenso mas não houve nenhum tipo de lesão, o sintoma desaparece em poucos dias com esses cuidados. As principais formas de aliviar a dor são:

Gelo

O gelo é a principal forma de reduzir inchaços e aliviar a dor de inflamação no joelho. A compressa com gelo pode ser feita de 15 a 20 minutos.

É importante utilizar um pano ou embalagem apropriada para a compressa, pois o gelo em contato direto com a pele causa queimaduras. Pode-se fazer esse procedimento 2 ou 3 vezes por dia.

Massagens

Realizar uma massagem no local pode ajudar a aliviar a dor. O ideal é realizar movimentos suaves e utilizar algum produto anti-inflamatório e analgésico local, que podem ser encontrados na forma de gel, pomada ou aerossol.

Algumas opções de produtos para massagear o joelho e aliviar a dor são o Cataflampro Aerossol, um spray que diminui também a inflamação, e o Biofenac Gel, que utiliza o mesmo princípio ativo porém na forma de gel.

Exercícios de alongamento

Alguns exercícios de alongamento podem ajudar a reduzir a dor gradualmente. Mesmo movimentos simples, como contrair e esticar a perna, ou sentar-se e levantar-se repetidamente podem ser úteis.

Porém, é absolutamente essencial consultar um fisioterapeuta para que os exercícios corretos sejam indicados para cada caso, visto que alguns podem prejudicar ainda mais tipos específicos de lesão.

Remédios

São muitos os remédios indicados para dor no joelho. No geral, as inflamações no local não são curadas por medicamentos, mas há muitos que agem sobre o sintoma da dor e ajudam a reduzi-la.

Os medicamentos têm ação analgésica e/ou anti-inflamatória, e normalmente são consumidos por via oral. Também há a possibilidade de utilizar drogas intra-articulares (injetadas na articulação), que são muito eficazes.

Alguns dos medicamentos que podem ser usados para dor no joelho são:

Lembrando que o tratamento para dor no joelho deve ser orientado por um(a) médico(a), bem como o uso de medicamentos.


A dor no joelho é um sintoma muito frequente, e pode estar relacionado com diferentes causas.

A maioria dos quadros que causam dor nessa articulação tem cura, e existem métodos para aliviar o desconforto durante o processo.

Nesse texto, vemos o que é a dor no joelho, suas possíveis causas, tipos e formas de reduzi-la, além dos medicamentos indicados. 

Continue acompanhando os conteúdos do Minuto Saudável para saber tudo sobre saúde!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *