A base é um dos produtos fundamentais para uma maquiagem completa. Seja para festas ou para o dia a dia, esse item ajuda a make a ter um ar mais profissional.

Mas muitas pessoas têm dificuldade para aplicar corretamente o produto. Algumas ainda cometem erros que podem comprometer o resultado final da maquiagem.

Por isso, algumas dicas podem auxiliar e facilitar a aplicação. Confira!

Como passar base no rosto?

A aplicação da base no rosto é bem simples e pode ser feita com pincel, esponja e até com os dedos. Para isso, basta pingar o produto nas regiões que deseja encobrir e aplicar usando uma destas opções. Alguns truques com dar leves batidinhas e não usar muito produto ajudam a make a ficar mais natural.

Existem vários tipos de aplicadores de base, como as esponjinhas, pincéis e até os próprios dedos. Para saber qual é o melhor tipo, basta testá-los, pois não há regras.

Com pincel

Para aplicar a base no rosto com pincel basta colocar o produto na pele (aplicando pequenas gotinhas pelo rosto ou depositando uma quantia no dorso da mão e molhando o pincel).

Ele ajuda a espalhar o produto com mais facilidade, além de evitar deixar a pele oleosa.

Existem vários tipos de pincéis para aplicar a base, mas os mais recomendados são com formato oval, ponta reta, ponta chanfrada, língua de gato e duofiber (com duas fibras).

Faça o teste e descubra qual é o mais fácil para você.

O ideal é descobrir o movimento correto. Por exemplo, pincéis arredondados precisam ser utilizados com movimentos circulares. Já os mais finos (como o língua de gato) pedem uma aplicação com movimentos lineares.

Leia mais: Base Líquida Supermate quem disse, berenice? Resenha e cores

Com esponja

Algumas esponjas têm formato de coxinha, com a base maior e uma pontinha. Esse tipo é chamado de beauty blender.

A parte maior, ou seja, a “bundinha” da esponja é utilizada para espalhar a base nas grandes áreas do rosto como a testa e as bochechas.

A parte menor (a pontinha) deve ser usada para passar base em áreas como a região dos olhos e ao redor da boca.

Outro tipo de esponja são as achatadas, parecidas com discos de algodão. Elas também garantem certa facilidade para espalhar o produto.

A aplicação da base com as esponjas achatadas é similar a beauty blender. Ou seja, basta colocar o produto na pele e depositá-lo com batidinhas de maneira uniforme por toda a pele.

Um truque para fazer uma boa coberta com a esponja é umedecê-la com um pouquinho de água. Isso faz com que o produto seja depositado mais fácil e rapidamente.

Além disso, a esponja acaba absorvendo bastante produto, exigindo que se use mais base para fazer uma boa cobertura.

Ao molhá-la, a água é absorvida e a base fica na parte exterior da esponja. Assim, o produto vai ter contato direto com a pele garantindo uma cobertura melhor.

Para isso, deve-se colocar a esponja dentro de um recipiente com água até que ela fique “inchada”.

Retire-a do recipiente e torça (não deixe a esponja encharcada porque isso pode atrapalhar a aplicação).

Depois é só passar a base no rosto e espalhar com leves batidinhas usando a esponja.

É recomendado que se lave a esponja depois de todas as aplicações. Pode-se usar um sabonete de rosto ou limpadores específicos para remover o excesso de produto da esponja.

Com os dedos

Para passar a base com os dedos não tem muito segredo. Basta colocar o produto na pele do rosto e espalhar com os dedos.

Um dos lados positivos de se fazer isso é que se pode aproveitar o momento para massagear a pele, o que garante uma cobertura mais leve e natural.

Por outro lado, a oleosidade dos dedos e a fricção da pele pode estimular a oleosidade do rosto, além de nem sempre depositar e assentar bem o produto na pele. Isso pode fazer a durabilidade da make ser menor.

Porém, para quem se sente mais confortável e gosta do resultado, os dedos conferem mais facilidade ao espalhar o produto pela face.

Leia mais: Qual a melhor base para pele oleosa? 6 opções para você testar

Dicas de como aplicar base líquida

A base líquida é um dos tipos mais populares. Para a aplicação correta, siga essas dicas:

Escolha como aplicar

Não há regra na hora de escolher como aplicar. Seja com pincel, esponja ou dedos, o ideal é testar e aprimorar os métodos.

Todas as formas podem conferir um bom resultado na make, mas é preciso praticar. Com isso, a base dá uma boa cobertura e não deixa a pele marcada.

Escolha o tipo ideal de base

Para ter um bom acabamento, escolha a base conforme o seu tipo de pele. Por exemplo, pessoas com a pele mais oleosa devem optar por produtos “oil free”, ou seja, sem óleo. Os produtos matte conferem um toque seco e menos brilhoso à pele.

Há também opções de alta, média e baixa cobertura, além de versões que unem proteção solar, hidratação ou até vitaminas à fórmula.

Leia mais: Base Matte Tracta Média Cobertura: é boa? Confira na resenha

Comece pelo centro do rosto

Comece espalhando a base do centro para fora. Isso ajuda a deixar a superfície mais uniforme, evitando acúmulos em áreas específicas (como o nariz, testas ou bochechas) e fazendo um acabamento melhor na região das laterais.

Aplique de forma uniforme

A aplicação da base deve cobrir toda a região do rosto, pescoço e colo. Pode-se depositar pequenas gotinhas de base líquida em pontos da face ou depositá-la no dorso da mão e molhar o pincel conforme a aplicação ocorrer.

O ideal é cuidar sempre para não carregar muito em uma região e aplicar mal em outra.

Use batidinhas

Para aplicar corretamente a base, dê várias batidinhas no mesmo local. Isso faz com que a base penetre na pele. No final, o resultado é uma cobertura homogênea.

Os movimentos de vai e vem podem acabar retirando o produto da pele e deixando aquelas marcas lineares.

Movimentos circulares ajudam a reduzir essas marcações, mas nesse caso é importante o uso do pincel correto (por exemplo, um achatado ou duofiber).

Aplique uma segunda camada

Se achar necessário passar mais base depois da primeira aplicação, espere entre 3 e 4 minutos.

Assim, a primeira camada já estará seca e a segunda camada poderá ser aplicada, garantindo um resultado mais uniforme, sobretudo nas bases de baixa ou média cobertura.

Finalize com pó

Depois de finalizar a aplicação, para o produto durar mais e garantir um resultado mais sequinho, o ideal é finalizar com a aplicação do pó.

Ele pode ser tanto o pó com cor quanto o translúcido.

Base em pele morena e negra: como acertar?

Nem sempre é fácil achar o tom certo de base. Sobretudo quem tem pele morena ou negra pode ter mais dificuldade devido à pouca variedade de tons.

Por isso, pode-se usar dois tons misturados, garantindo mais proximidade à cor da pele.

As dicas de aplicação são as mesmas, mas uma dica é fazer a mistura por partes, em um recipiente isolado. Isso facilita caso seja preciso deixar mais forte ou mais fraco o tom.

7 erros ao passar base

Alguns errinhos são bem comuns de acontecerem na hora de passar maquiagem. Desde o traço do delineado até a cor do batom que não combina com a cor da sombra.

Dependendo do erro, é fácil corrigir sem muitos estragos. Mas imagine errar na aplicação da base e precisar retirar tudo e fazer novamente.

Por isso, aqui está uma lista com dicas dos erros que não se deve fazer na hora de passar base.

Passar muito produto  

Quando se usa a base, o correto é fazer camadas mais leves, aplicando a quantidade correta.

Isso evita que haja um acúmulo em alguma região do rosto, pois o excesso de produto gera a impressão que a pessoa é mais velha além de facilitar para que a make craquele.

Se a cobertura ficou muito leve, basta aplicar uma nova camada depois que a primeira já estiver seca.

Aplicar com força

O recomendado é sempre aplicar a base com batidinhas suaves, sem muita força. Isso dá um aspecto mais natural para a maquiagem e ajuda o produto a aderir melhor na pele.

Começar pelas laterais

É recomendado que se comece aplicando a base do centro do rosto, ou seja, do nariz. A partir desse ponto central, traga o produto para a testa, para as bochechas e para o queixo.

Esse truque dá mais naturalidade para a maquiagem.

Passar só na testa ou nas bochechas

A base deve ser passada em todas as regiões do rosto, inclusive na região dos olhos, boca e orelhas.

Isso ajuda a eliminar as olheiras e ainda deixa a pálpebra mais bonita, além de dar uniformidade ao rosto.

Usar base somente no rosto

É importante cuidar para que não aconteça o efeito bicolor: o rosto fica de uma cor e o pescoço fica de outra.

Por isso, passar um pouquinho do produto no pescoço ajuda a dar mais uniformidade e naturalidade.

Se a pessoa for usar uma roupa mais decotada, a base deve ser passada (ainda que levemente) até a linha do tecido.

Não passar primer antes

O primer deve ser passado antes da base porque prepara a pele para a make, já que fecha os poros dando o aspecto lisinho.

Além disso, esse produto ainda impede que a base saia mais fácil ou craquele.

Leia mais: Resenha Primer Ruby Rose Studio Perfect: é bom para pele oleosa?

Escolher o tom errado de base

A principal função da base é homogeneizar a tonalidade da pele.

Cores muito claras ou escuras deixam a pele manchada e destoam do resto do corpo. Por isso, não errar no tom é fundamental.


A base é uma das etapas mais importantes para quem quer fazer uma make completa.

Para isso, existem várias possibilidades de aplicação: com o pincel, com a esponja e com os dedos.

Independente de qual for escolhida, é importante prestar atenção para não cometer os erros mais comuns ao aplicá-la.

O Minuto Saudável traz muitas dicas de beleza além de resenhas de cosméticos e produtos de perfumaria. Acompanhe nossos conteúdos!!!

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *