Artrite é um termo genérico para descrever os distúrbios inflamatórios que atingem ossos e articulações. Existem mais de 200 tipos diferentes, dentre os mais conhecidos está a Artrite Reumatoide (que atinge adultos e, principalmente, idosos).

Entretanto, também existem tipos mais isolados e não tão populares, como a Artrite Idiopática Juvenil Poliarticular ou Sistêmica — que, como o nome sugere, atinge a população mais jovem e até crianças.

Sabe-se que a artrite é uma doença degenerativa e que, se não tratada, pode causar danos irreversíveis. Há diversas opções de tratamentos: cirurgias, fisioterapia, medicações injetáveis na musculatura, etc.

Mas, entre essas, há também medicamentos mais convencionais como o Actemra. Confira, a seguir, mais informações sobre ele:

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é o medicamento Actemra Roche?
  2. Para que serve o medicamento Actemra?
  3. Qual o mecanismo de ação do princípio ativo Tocilizumabe?
  4. Como a bula indica usar Actemra e qual a posologia?
  5. Quais os efeitos colaterais?
  6. Actemra engorda?
  7. É aprovado pela ANVISA?
  8. Valor: qual o preço de Actemra e onde comprar mais barato?
  9. Tocilizumabe tem no SUS?
  10. Como orçar?

O que é o medicamento Actemra Roche?

Actemra é o nome de um medicamento do tipo Biológico do laboratório Roche. Ele tem como princípio ativo o Tocilizumabe, que atua bloqueando a substância interleucina 6, que corrobora com a grande parte das manifestações clínicas de artrite reumatoide.

Essa medicação está disponível e aprovada para administração por via intravenosa e é indicada para uso adulto e pediátrico.

Para que serve o medicamento Actemra?

De acordo com a bula, o medicamento Actemra é indicado para o tratamento dos seguintes casos:


  • Artrite Reumatoide (AR) — para casos moderados a graves, em pacientes adultos. É necessário ter realizado tratamento anterior com pelo um medicamento antirreumático modificador da doença (que impede a progressão da patologia) e que não tenha trazido os resultados esperados;
  • Artrite Idiopática Juvenil Poliarticular (AIJP) — em pacientes com 2 anos de idade (ou mais) e que não apresentaram resposta satisfatória ao tratamento com a substância Metotrexato (MTX);
  • Artrite Idiopática Juvenil Sistêmica (AIJS) — em pacientes com 2 anos de idade (ou mais) que não responderam satisfatoriamente ao tratamento com medicamentos anti-inflamatórios não esteroides e corticosteroides sistêmicos (tratamento hormonal).

Além disso, a bula também indica que o Actemra pode ser utilizado em conjunto com a substância medicamentosa Metotrexato (MTX). 

Isso é recomendado em casos de artrite reumatoide (AR) grave, ativa e progressiva em pacientes que não receberam tratamento anterior com MTX. A combinação das medicações também pode ser usada para tratar a Artrite Idiopática Juvenil Poliarticular ou Sistêmica. 

Vale destacar que o uso do Actemra com o Metotrexato é uma decisão que deve ser tomada pela equipe médica, a partir da análise do caso. Isso pois, em qualquer um dos tratamentos, o Actemra pode ser usado como monoterapia.

Qual o mecanismo de ação do princípio ativo Tocilizumabe?

O Tocilizumabe é categorizado como um anticorpo monoclonal humanizado. Ou seja, é produzido a partir de espécies não humanas e modificado para aumentar a sua semelhança com os anticorpos feitos pelo organismo humano.

Essa substância atua bloqueando os receptores de interleucina 6 (substância responsável pela manifestação de sintomas da artrite). 

Com isso, ao entrar em contato com o organismo, o Tocilizumabe evita a inflamação e neutraliza os sintomas — o que é possível em pacientes com a doença ativa em casos moderados a graves.

Como a bula indica usar Actemra e qual a posologia?

O medicamento Actemra deve ser administrado por infusão na veia (via intravenosa). Ele deve ser sempre preparado por um(a) profissional da área da saúde e usado em ambiente hospitalar.

A posologia varia conforme a patologia em questão, confira:

  • Pacientes com Artrite Reumatoide (AR) — 8mg/kg, administrada uma vez a cada 4 semanas (para pacientes acima de 100kg, a bula não recomenda a dose maior que 800mg por infusão);
  • Pacientes com Artrite Idiopática Juvenil Poliarticular (AIJP) — 10mg/kg para pacientes com menos de 30kg e 8mg/kg para pacientes com 30kg ou mais (administrada uma vez a cada 4 semanas);
  • Pacientes com Artrite Idiopática Juvenil Sistêmica (AIJS) — 12mg/kg para pacientes com menos de 30kg e 8mg/kg para pacientes com 30kg ou mais (administrada uma vez a cada 2 semanas).

Além disso, a bula também indica que o tempo médio da infusão do medicamento é de 1 hora. Vale reforçar, ainda, que o tempo de tratamento e outras recomendações devem ser feitas pelo(a) médico(a) responsável.

Quais os efeitos colaterais?

Assim como qualquer outra medicação, Actemra também pode causar efeitos colaterais nos(as) pacientes que realizam o seu uso — podem ocorrer de forma mais intensa ou até mesmo não ocorrer.

Como reação muito comum (ocorre em mais de 10% das pessoas) a bula indica a infecção de vias aéreas superiores — ou seja, fossas nasais, faringe e laringe.

Há também indicação das reações adversas comuns (ocorrem em 1% a 10% das pessoas):

  • Celulite;
  • Pneumonia;
  • Herpes simples oral, herpes-zóster (reativação do vírus da varicela em uma raiz nervosa provocando dor na pele, popularmente conhecido como “cobreiro”);
  • Dor na região da barriga;
  • Ulcerações na boca (aftas);
  • Gastrite;
  • Erupções (nome genérico para lesões de pele, geralmente avermelhadas); 
  • Coceira;
  • Urticária (erupção cutânea, com coceira, caracterizada por placas salientes);
  • Dor de cabeça;
  • Tonturas;
  • Aumento de enzimas do fígado;
  • Aumento da pressão sanguínea;
  • Leucopenia e neutropenia (redução dos glóbulos brancos no sangue);
  • Aumento de colesterol;
  • Aumento de peso;
  • Edema periférico;
  • Reações alérgicas, reação no local de aplicação;
  • Tosse, falta de ar;
  • Conjuntivite.

Para saber sobre reações incomuns ou raras, o ideal é buscar auxílio da equipe médica e consultar a bula do medicamento.

Actemra engorda?

Entre os possíveis efeitos colaterais do medicamento Actemra está o aumento de peso. Sendo assim, o uso pode sim levar ao aumento de peso.

Mas vale destacar que a manifestação dos sintomas adversos pode ser variável, pois algumas pessoas não apresentam e outras podem, inclusive, ter mais de um. Isso reforça a necessidade do acompanhamento médico.

Mesmo que o ganho de peso seja um possível efeito, é sempre necessário informar o(a) médico(a) responsável pelo seu caso ao apresentar qualquer reação adversa ou complicação. Dessa forma, ele(a) poderá lhe ajudar com relação a como resolver o problema em questão.

É aprovado pela ANVISA?

Sim. O medicamento Actemra tem o Registo nº 1010006550072 na ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), está na categoria de “Biológicos” e é classificado como um anti-inflamatório antirreumático.

Dessa forma, esse remédio é comercializado como uma medicação com segurança e eficácia atestadas a partir de testes específicos.

Valor: qual o preço de Actemra e onde comprar mais barato?

O preço* do Actemra pode variar conforme a localidade e disponibilidade do medicamento. A miligramagem e/ou versão da medicação também pode interferir.

Mas para saber onde comprar o remédio mais barato em sua região, você pode utilizar o site Consulta Remédios, que possibilita comparar preços de diferentes estabelecimentos e encontrar o melhor para você.

Confira a faixa de preço do Actemra:

*Preços consultados em março de 2020. Os valores podem sofrer alterações.

Tocilizumabe tem no SUS?

Sim. A substância Tocilizumabe (princípio ativo do Actemra) está presente na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) de 2020.

Dessa forma, esse fármaco deve ser disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Vale destacar que para ter acesso à medicação, é necessário recomendação médica.

Como orçar?

Em casos de não disponibilidade do medicamento via SUS, pacientes com laudo médico podem fazer um requerimento judicial a fim de receber o tratamento custeado pelo Governo Federal ou através do Plano de Saúde — se for o caso.

Nesse caso, é necessário abrir um processo e seguir as requisições estipuladas. Entre elas está a entrega de documentos que incluem: 

  • Laudo médico;
  • Exames;
  • Requerimento padrão;
  • Orçamento de 3 farmácias.

Você pode contar com o auxílio da Assessoria em cotações judiciais para aquisição de medicamentos para realizar um orçamento de forma facilitada. 

Ao acessar o link, realize o seu cadastro informando alguns dados pessoais e o medicamento em questão. Por fim, clique em “solicitar cotações” e aguarde o retorno.


O tratamento de doenças degenerativas como a Artrite é essencial. Isso porque a falta dele pode causar danos graves e até irreversíveis, gerando limitações e complicações com relação à qualidade de vida do(a) paciente. Por isso, medicamentos como o Actemra são muito importantes.

Continue acompanhando o Minuto Saudável para mais informações sobre medicamentos, doenças e saúde em geral!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.