Inchaço, coceira, vermelhidão e desconforto nos olhos. Esses são alguns dos sintomas do hordéolo, popularmente conhecido como terçol, uma inflamação que ocorre na pálpebra.

Parece familiar? Saiba mais sobre as causas e como tratar esse problema:

Qual a causa do terçol? 

O terçol é uma inflamação na pálpebra do olho, causada pela infecção das glândulas sebáceas, provocada por bactérias que fazem parte da pele. Por isso, ele não é transmissível. Essa obstrução é causada pelo acúmulo de gordura na região. 

A infecção, se for muito recorrente, pode também ter relação com a blefarite, que é uma inflamação na parte interna ou externa da pálpebra que provoca a produção excessiva de lágrimas e o acúmulo de secreções nos cílios. 

Esse acúmulo pode obstruir as glândulas da pálpebra, levando à formação do terçol.

Sintomas

Em geral, sensação de coceira e dor na pálpebra são os primeiros sintomas notados. Outros indícios são:

  • Inchaço na área da pálpebra;
  • Vermelhidão;
  • Sensibilidade à luz;
  • Calor local.

O terçol pode ser externo (rente aos cílios) ou interno (interior da pálpebra).

O que fazer quando se pega terçol? 

A primeira coisa a fazer é não mexer na inflamação, já que nossas mãos possuem bactérias que podem piorar o problema. Além disso, é importante consultar um(a) oftalmologista, para que as devidas orientações sejam dadas. 


Em geral, são indicados pomadas ou colírios para auxiliar na melhora do quadro. Junto das recomendações farmacológicas, feitas por especialistas, alguns cuidados podem ser tomados para que a infecção não progrida. Entre elas:

  • Não cutucar;
  • Não espremer (mesmo em casos de presença de pus);
  • Não tocar com as mãos sujas;
  • Manter o local limpo.

O uso de maquiagem na região do olho durante a infecção também não é indicado, pois pode piorar o problema.

Terçol é contagioso?

Não. As bactérias responsáveis pela infecção do terçol são naturais ao nosso organismo e não proliferam no ambiente. Apesar disso, é importante dar atenção a alguns cuidados de higiene para que os sintomas não progridam.

Como desinflamar?

Em geral, após 5 ou 6 dias o terçol regride e desaparece de forma espontânea, mas existem alguns elementos que podem ser usados para acelerar a cicatrização.

Tratamento caseiro

Na maior parte dos casos, o que podemos fazer para aliviar os sintomas do terçol é a compressa de água morna. A aplicação de calor no local ajuda no alívio da dor e a drenar o pus, se necessário.

Para realizar a compressa, basta  mergulhar um pano de algodão em água morna, retirar o excesso de líquido e aplicar no local da inflamação durante 5 minutos. Fazer isso de 3 a 4 vezes por dia. 

Além da compressa, é importante que tratamentos sejam realizados apenas sob orientação médica. 

Antibiótico

Caso os sintomas persistam muito além do tempo estimado, pode ser necessário a prescrição de antibióticos apresentados em pomadas, colírios ou suspensões oftalmológicas. 

Os antibióticos atacam as bactérias responsáveis pela infecção e inibem sua multiplicação.

Entre as opções estão:

Lembrando que a prescrição deve sempre ser realizada por um profissional.

Quem pode pegar terçol?

As bactérias que causam a inflamação, habitam a pele naturalmente. Dessa forma, todas as pessoas estão suscetíveis ao terçol. Entretanto, algumas são mais vulneráveis para desenvolver o problema, como gestantes e adolescentes.

Isso ocorre por conta da grande variação hormonal que ocorre no organismo dessas pessoas. Essas alterações podem acarretar maior produção de gordura pela pele, aumentando o risco de obstrução das glândulas da região do olho.

Tem como prevenir?

Em casos em que o desenvolvimento do problema não tem relação com doenças como blefarite — inflamação que afeta a produção de lágrimas —, a boa higiene do rosto é elemento principal na prevenção do terçol.

Retirar a maquiagem antes de dormir e evitar passar a mão no rosto de forma frequente são algumas ações que podem ser tomadas para evitar o desenvolvimento da inflamação.

A lavagem diária do rosto com sabonete neutro também é indicada.


Apesar de parecer inofensivo, o terçol deve ser acompanhado e tratado por especialistas. Para prevenir-se dos incômodos dessa inflamação, a higiene diária do rosto é essencial.

O Minuto traz outras dicas sobre doenças para você ter mais saúde. Confira!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *