Estela (Minuto Saudável)
27/10/2018 16:00

Injeção anticoncepcional: vantagens, desvantagens e FAQ

A injeção anticoncepcional é uma opção para quem tem dificuldade de se adaptar ao uso da pílula, por esquecer de tomar no mesmo horário e todos os dias.

É um método composto pelo hormônio progesterona ou progesterona e estrogênio juntos, com doses de longa duração. A aplicação pode ser realizada mensal ou trimestral, na região glútea.

Apesar de ser considerado um método prático, não é recomendado para todas as mulheres. Para recebê-lo, antes, é necessário verificar a possibilidade com o ginecologista. Quem deve aplicar a injeção é um profissional da área da saúde.

Vantagens

Um dos principais atrativos, digamos assim, é a sua durabilidade. Durante 1 a 3 meses a mulher não precisa se preocupar diariamente com essa questão. Outras características consideradas positivas na injeção contraceptiva envolvem os seguintes fatores:

  • Não exige controle diário ou semanal;
  • A injeção de 3 meses é uma alternativa para as mulheres em que o hormônio estrógeno é contraindicado;
  • Não interfere na vida sexual;
  • Algumas injeções podem ser utilizadas durante a amamentação;
  • Em alguns casos, também ajuda na redução do fluxo menstrual e das cólicas.

Leia mais: Anticoncepcional DIU (mirena, cobre): o que é, preço, como funciona

Desvantagens

Uma característica negativa da injeção anticoncepcional é o fato de ser irreversível pelo tempo de 1 ou 3 meses. Diante de efeitos colaterais, não tem como interromper o seu uso.

Outros pontos não muito vantajosos desse método são:

  • Por ser aplicado por meio de injeção, pode não ser uma boa opção para quem tem medo de agulha;
  • Pode provocar dores de cabeça e alteração no humor;
  • Pode causar desconforto abdominal e aumento de peso;
  • Em algumas mulheres, provoca ciclos menstruais desregulados;
  • Não protege contra doenças sexualmente transmissíveis;
  • Pode causar irritação e dor no local aplicado;
  • Ainda que raro, a injeção mensal pode provocar complicações como ataque cardíaco, trombose e acidente vascular cerebral;
  • Precisa ser aplicada por alguém da área de saúde.

Perguntas frequentes

Esclareça algumas das principais dúvidas sobre o uso da injeção anticoncepcional:

Preciso ir ao hospital para aplicação da injeção anticoncepcional ou ela pode ser aplicada em farmácias?

Ela deve ser  administrada por algum profissional da área da saúde, mas não é obrigatório ir até um hospital para que a injeção seja aplicada por um médico. Ela pode ser aplicada pelo próprio farmacêutico, na compra do medicamento.

O contraceptivo injetável afeta a fertilidade da mulher a longo prazo?

As injeções interferem de modo provisório na fertilidade da mulher, mas não deve deixá-la infértil. Contudo, pode demorar um pouco mais para engravidar após abandonar as injeções, quando comparado com a pílula.

Em algumas mulheres, pode levar até um ano. Esse tempo, no entanto, varia para cada mulher e não está associado ao tempo de uso.

A reaplicação da injeção deve ser feita de acordo com o primeiro dia do ciclo menstrual?

Não, a reaplicação não acontece de acordo com o ciclo menstrual, mas de acordo com a periodicidade da própria injeção. Se for uma injeção mensal, a cada 4 semanas deve ser reaplicada, no caso de uma injeção trimestral, a cada 12 semanas.

Leia mais: Calendário Menstrual (tabelinha): como calcular período fértil, apps

Existe um número máximo de aplicações de contraceptivo injetável que podem ser feitas?

Se esse for o método mais adequado para o seu caso, não existe um número mínimo ou máximo de aplicações. Deve ser feito, no entanto, alguns check-ups para verificar se sua saúde está em dia e se o uso desse método não está trazendo nenhum risco.

O que decide quantas vezes será feito o uso são fatores como vida sexual ativa e querer ou não uma gestação.

22/04/2019 09:54

Estela (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*