Estima-se que cerca de 40% da população mundial tem quantidades baixas de B12. No entanto, nem sempre essa carência apresenta sintomas e, muitas vezes, nunca é diagnosticada.

Assim como as demais ausências nutricionais, a falta da vitamina B12 pode causar danos ao organismo, dificultar o bom funcionamento e trazer complicações à saúde.

Vale ressaltar que os estoques do nutriente são, de modo geral, duradouros, por isso, mesmo que não haja consumo diário da vitamina, as taxas do organismo podem continuar estáveis.

Quais os níveis normais de vitamina B12?

O valor de referência da B12 fica entre 200pg/mL e 900pg/mL. No entanto, as classificações de insuficiência vitamínica são bastante variáveis de acordo com cada pesquisador ou laboratório.

Enquanto há estudos que sugerem a deficiência abaixo de 200pg/mL, outros indicam que até 500pg/mL já pode ser considerado um valor baixo.

Ao realizar os exames de sangue, os valores de referência geralmente empregados pelos laboratórios são:

  • Deficiência grave: abaixo de 150 pg/mL;
  • Deficiência: entre 150pg/mL e 200pg/mL;
  • Possibilidade de deficiência: 200pg/mL e 300 pg/mL;
  • Níveis normais: entre 300pg/mL e  900 pg/mL;
  • Hipervitaminose: acima de 1000pg/mL.

Os valores devem ser, então, avaliados com o seu médico que irá considerar também a presença de sintomas e outras deficiências nutricionais, verificando a necessidade de readequar a alimentação ou iniciar a suplementação com B12.


Quais são os sintomas da falta de vitamina B12?

Os sintomas dos baixos níveis de B12 são amplos e nem sempre permitem associá-los à hipovitaminose. Mas normalmente há mudanças na disposição (cansaço e fraqueza), sinais neurológicos (dormência e formigamento das mãos e pernas), além do quadro de anemia.

Em geral, os primeiros sinais podem envolver cansaço constante, alterações de humor, imunidade reduzida e inflamações da boca. Se os níveis continuarem a cair, chegando a valores severamente baixos, as funções do organismo são afetadas, ocorrendo a redução da síntese de DNA e aumentando a homocisteína (aminoácido) no sangue.

Outros sintomas podem ocorrer, como:

Sintomas psicológicos

As baixas taxas de B12 podem impactar no bem-estar emocional e nervoso, apresentando:

  • Irritabilidade;
  • Dificuldade de concentração;
  • Alterações de memória;
  • Mudanças repentinas de humor;
  • Depressão e quadros acentuados de ansiedade;
  • Letargia;
  • Confusão mental;
  • Alucinações.

Sintomas físicos

Os sinais físicos que o paciente pode apresentar envolvem:

  • Queda na imunidade (deixando o paciente mais propenso a gripes e infecções);
  • Cansaço frequente, mesmo sem grandes esforços;
  • Enfraquecimento das unhas e cabelos quebradiços;
  • Palidez;
  • Ulcerações na boca (pequenas feridas esbranquiçadas);
  • Inflamações na boca e dores de estômago (devido a úlceras gastrointestinais);
  • Anemia megaloblástica (aumento do volume de glóbulos vermelhos);
  • Dores e formigamentos nos braços e pernas;
  • Dificuldade de movimentação;
  • Vertigens e tonturas;
  • Infarto;
  • AVC;
  • Dificuldade e redução de visão;
  • Incontinência urinária e fecal;
  • Problemas de fertilidade.


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *