Diversas condições exigem tratamento medicamentosos. Às vezes, os remédios são indicados para combater as doenças, outras vezes, ele servem para manter o corpo funcionando corretamente e reduzir riscos de problemas.

Pode até parecer curioso, mas há substâncias que podem ser indicadas para ambas as situações, dependendo apenas do ajuste da dosagem.

É o caso do princípio ativo Everolimo, que pode ser indicado para alguns casos específicos de câncer e também para o tratamento de pessoas submetidas ao transplante de órgãos, para evitar a rejeição do órgão.

Saiba mais sobre as indicações e efeitos do medicamento:

O que é o Everolimo?

A substância ativa Everolimo é comercializada em comprimidos. O medicamento pertence à categoria dos análogos da rapamicina e tem alta afinidade com os receptores específicos. Isso faz com que sua ação impeça a ligação da via mTor (envolvida na reprodução celular), por isso, é considerada um inibidor seletivo de mTor.

O medicamento tem registro e aprovação pela Anvisa em duas categorias, a de antineoplásico e de imunossupressor. 

Como sua ação resulta na inibição da proliferação celular, o princípio ativo pode ser administrado para o tratamento de alguns tipos de câncer e, também, para prevenir a rejeição de órgãos em pessoas transplantadas. O que vai variar, para cada quadro, é a dosagem administrada.

Vale reforçar que somente médicas ou médicos especialistas podem orientar quanto à marca, dosagem e forma de uso do Everolimo.


Everolimo é imunossupressor ou antineoplásico?

O Everolimo é uma substância ativa registrada e liberada pela Anvisa, com registros vigentes para duas categorias medicamentosas, que são a imunossupressora e a antineoplásica.

De acordo com o relatório da CONITEC, o medicamento é um derivado sintético da substância sirolimo. Esta, por sua vez, é derivada da rapamicina. 

Tanto a rapamicina quanto o Everolimo apresentam ação antiproliferativa e de imunossupressão, resultando na inibição da proliferação de fibroblastos (células que constituem o tecido conjuntivo) e células do músculo liso.

Além disso, as substâncias interferem no fator de crescimento dos linfócitos (células do sistema imunológico) e fibroblastos.

Por isso, o Everolimo é classificado em ambas as categorias, tanto de substância imunossupressora quanto antineoplásica. Sua ação é determinada de acordo com a dosagem administrada.

Indicação como medicamento imunossupressor

O sistema imune é responsável por proteger o organismo de invasores e agentes estranhos. Por isso, quando os glóbulos brancos detectam corpos estranhos, eles o atacam e inibem os possíveis danos ao organismo. 

Apesar de um sistema imune ser fundamental para a saúde e integridade do organismo, em alguns casos específicos ele pode ser exatamente a causa do problema.

Por exemplo, após transplante de órgãos. Mesmo que o novo órgão esteja funcionando bem, o corpo o reconhece como um agente estranho, atacando-o como mecanismo de proteção.

Em geral, pessoas que receberam transplantes precisam de tratamento com substâncias imunossupressoras por tempo indeterminado. Essas substâncias reduzem a ação imunológica, fazendo com que as células de defesa não reconheçam estes agentes estranhos. 

Portanto, o Everolimo é indicado como agente imunossupressor para, de forma geral, evitar a rejeição aos órgãos transplantados.

Indicação como medicamento antineoplásico

A substância Everolimo pode ser indicada ao tratamento de alguns tipos de câncer e também alguns tipos de tumores benignos. Isso porque tem a capacidade de bloquear o crescimento de algumas células.

De acordo com o instituto Oncoguia, o medicamento age bloqueando a proteína celular chamada mTor, que está relacionada ao crescimento e divisão celular.

Como o câncer é caracterizado, de forma geral, pela proliferação acelerada de células doentes, ou anormais, a inibição da replicação pode ser eficaz para o tratamento da doença.

Para que serve Everolimo?

O medicamento Everolimo pode ser indicado como agente antineoplásico ou imunossupressor, conforme a posologia. Por isso, as bulas de cada marca pode trazer indicações distintas. Confira:

Afinitor — Novartis 

O Everolimo da marca Afinitor, medicamento referência, produzido pela indústria farmacêutica Novartis, é classificado como antineoplásico na ANVISA, e pode ser encontrado nas apresentações de comprimidos com 2,5mg, 5mg e 10mg.

Conforme a bula, o medicamento é indicado para o tratamento de: 

  • Mulheres que já tiveram menopausa (última menstruação) e têm o diagnóstico de câncer de mama avançado, receptor hormonal positivo, sendo usado em combinação com um inibidor de aromatase, após terapia endócrina prévia; 
  • Tumores neuroendócrinos avançados (NET) localizados no estômago e intestino, pulmão e pâncreas; 
  • Câncer avançado do rim ou dos rins — condição chamada de carcinoma avançado de células renais, quando a doença progrediu durante ao após o tratamento com VEGFR – TKI, quimioterápicos ou imunoterápicos; 
  • Angiomiolipoma renal (tumor do rim) associado ao Complexo da Esclerose Tuberosa (TSC) que não seja indicado à cirurgia imediata (em pacientes acima de 18 anos); 
  • Astrocitoma subependimário de células gigantes (SEGA, um tumor cerebral específico) associado ao Complexo da Esclerose tuberosa (TSC).

Certican — Novartis 

Certican é uma das marcas Referência do Everolimo, do laboratório Novartis. Nos registros da Anvisa, o medicamento consta na categoria de imunossupressor. 

Conforme a bula, é indicado para prevenir a rejeição a órgãos transplantados, sendo eles o rim, coração e fígado. Seu uso é feito de modo conjunto a outras medicações imunossupressoras, como a ciclosporina ou o tacrolimo, ou ainda corticosteroides.

Everolimo Natcofarma — Natcofarma do Brasil 

O Everolimo da indústria farmacêutica Netcofarma é um medicamento genérico, à base da substância ativa Everolimo. Na Anvisa, o produto faz parte da categoria de antineoplásicos, tendo registro nas apresentações de comprimidos de 5mg e 10mg.

Suas indicações são para evitar a rejeição de rim, coração ou fígado em pessoas transplantadas, sendo usado em conjunto com outros medicamentos.

Everolimo FURP — FURP 

Na Anvisa, o Everolimo produzido pela Fundação para o Remédio Popular consta como agente antineoplásico e, também, imunossupressor. No entanto, todos os registros estão, atualmente, cancelados.

Osys — Libbs

A indústria farmacêutica Libbs produz o medicamento Osys, produto intercambiável à base da substância ativa Everolimo. Na Anvisa, o produto consta como agente imunossupressor, podendo ser encontrado nas apresentações de comprimidos de 0,5mg, 0,75mg e 1mg, com 60 comprimidos cada.

Conforme a bula, seu uso é indicado para evitar a rejeição de rim, coração e fígado em pessoas transplantadas.

O que a bula diz sobre os efeitos colaterais?

Assim como outras substâncias, o uso de Everolimo pode desencadear reações adversas. Elas não necessariamente vão ocorrer, mas quando se manifestam podem ter intensidades e duração distintas para cada paciente.

Entre as reações comuns e mais comuns relatadas pelas bulas estão:

Reações muito comuns

O uso de Everolimo como agente imunossupressor pode desencadear, de forma muito comum as seguintes manifestações:

  • Infecções (viral, bacteriana e fúngica);
  • Infecções do trato respiratório inferior, tais como infecções pulmonares e pneumonia;
  • Infecções do trato respiratório superior, tais como inflamação na faringe e resfriado comum;
  • Infecções no trato urinário;
  • Anemia (contagem reduzida de células vermelhas no sangue);
  • Contagem reduzida de plaquetas no sangue, que pode levar a hemorragia e/ou hematomas sob a pele;
  • Níveis muito altos de algumas gorduras (lipídios, colesterol e triglicérides) no sangue;
  • Níveis reduzidos de potássio no sangue;
  • Baixos níveis de glóbulos brancos (aumento do risco de infecções);
  • Problemas para dormir (insônia);
  • Ansiedade;
  • Dor de cabeça;
  • Acúmulo de fluido na bolsa ao redor do coração, que, quando grave, pode diminuir a habilidade do coração em bombear o sangue;
  • Trombose venosa (bloqueio de uma veia principal por um coágulo sanguíneo);
  • Acúmulo de fluido na cavidade pulmonar/torácica, que, quando grave, pode levar a falta de ar;
  • Tosse;
  • Falta de ar;
  • Diarreia;
  • Náusea;
  • Vômito;
  • Início de diabetes (nível elevado de açúcar no sangue);
  • Pressão arterial alta;
  • Dor abdominal;
  • Dor generalizada;
  • Edema (acúmulo de líquido nos tecidos);
  • Cicatrização anormal de feridas;
  • Febre.

Já as reações adversas mais comuns descritas na bula do Everolimo quando utilizado como agente antineoplásico são:

(ocorre em mais de 10% dos pacientes que utilizam este medicamento)

  • Sinais de infecção como aumento da temperatura ou calafrios;
  • Fadiga, perda do apetite, náusea, icterícia (amarelamento da pele), ou dor na parte superior direita do
  • abdômen, fezes pálidas ou urina escura (pode também ser sinal de reativação da hepatite B);
  • Febre, tosse, dificuldade de respirar, respiração ofegante, sinais de inflamação do pulmão (pneumonite).

Reações comuns

Quando usado como imunossupressor, Everolimo pode causar, de modo comum, as seguintes reações:
Envenenamento do sangue;

  • Infecção da ferida;
  • Tumores benignos e cânceres;
  • Câncer do tecido linfático (linfoma, desordem linfoproliferativa pós-transplantes);
  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Hemorragias nasais;
  • Dor nas articulações;
  • Dor muscular;
  • Dor na cavidade oral, como a garganta;
  • Acne;
  • Trombose do enxerto renal (obstrução súbita dos vasos sanguíneos que nutrem o rim transplantado que pode resultar em perda do enxerto);
  • Redução simultânea dos glóbulos brancos e vermelhos e das plaquetas (os sintomas podem incluir fraqueza, hematomas e infecções frequentes);
  • Cistos contendo líquido linfático;
  • Inchaço na face, lábios, boca, língua ou garganta geralmente associadas com erupção cutânea e coceira;
  • Inflamação do pâncreas (os sintomas podem incluir dor grave na parte superior do estômago, vômitos e perda de apetite);
  • Feridas na boca;
  • Proteína na urina;
  • Distúrbio no rim;
  • Impotência;
  • Hérnia no local da cirurgia;
  • Resultados anormais de testes no fígado;
  • Rash (erupção cutânea).

Já as manifestações mais comuns relacionadas ao uso de Everolimo como agente antineoplásico são:

  • Sede excessiva, grande volume de urina, aumento do apetite com perda de peso, cansaço (diabetes); 
  • Sangramento (hemorragia), por exemplo, na parede do intestino;
  • Grave diminuição da produção de urina, sinais de insuficiência dos rins (insuficiência renal).

Como tomar Everolimo?

A forma de tomar, a quantidade de comprimidos e as orientações gerais sobre o tempo e forma de ingestão devem sempre ser indicados por profissionais que acompanham cada paciente. 

De forma geral, a bula indica que os comprimidos devem ser ingeridos no mesmo horário, para que a concentração da substância ativa Everolimo fique sempre presente e constante no organismo.

Apesar de a bula também orientar que o medicamento pode ser ingerido com ou sem alimentos, é importante que não haja alteração na escolha.

Ou seja, se a primeira dose for tomada junto com alimentos, todas as outras deverão sempre ser ingeridas da mesma forma. Ou, caso a primeira ingestão seja feita sem o acompanhamento de alimentos, todas as outras também devem ser.

O SUS fornece Everolimo?

Sim. Everolimo consta da RENAME, Relação Nacional de Medicamentos Essenciais, nas apresentações de 0,5mg, 0,75mg e 1mg.

Vale ressaltar que mesmo presente na RENAME, o medicamento só é fornecido se os critérios de dispensa forem cumpridos, a partir das indicações adotadas pelos relatórios da CONITEC.

Preço: quanto custa Everolimo?

O preço do Everolimo pode variar conforme a posologia e o laboratório. Para avaliar e comparar preços, é possível realizar uma busca em comparadores online ou farmácias de medicamentos especiais.

Em média, o medicamento pode ser encontrado nas seguintes faixas de preço*:

*Preços médios consultados em janeiro de 2020. Os valores podem sofrer alteração.

05mg

O Everolimo Afinitor 5mg, nas caixa com 30 comprimidos, da fabricante Novartis, pode ser encontrado por preços entre, aproximadamente, R$5.394 até R$6.930.

A Novartis também produz o Certican 0,5mg, caixa com 60 comprimidos, com valores aproximados de R$1.369 a R$1.771.

0,75mg

O Everolimo também está disponível na dosagem de 0,75mg, da Certican (Novartis), na caixa com 60 comprimidos. O preço é, em média, a partir de R$2.179,52, podendo chegar a R$2.532.

1mg

O Certican 1mg, caixa com 60 comprimidos, da farmacêutica Novartis, pode ser encontrado na posologia de 1mg entre, aproximadamente R$2.906 até R$3.517.

5mg

O Everolimo Natcofarma do Brasil, com 5mg, na caixa com 28 comprimidos, pode ser encontrado com preço de aproximadamente R$3.709 a R$4.168.

10mg

A Novartis produz o Everolimo Afinitor na posologia de 10mg, em caixas com 30 comprimidos. Em média, os valores ficam entre R$10.869 até R$13.860.

A Natcofarma também disponibiliza o medicamento Everolimo na apresentação com 10mg, em caixas com 28 comprimidos. O preço fica em torno de R$7.758 até R$8.201.

Como orçar Everolimo?

Pessoas que recebem indicação médica para o tratamento com Everolimo podem obter o medicamento gratuitamente pelo SUS. 

Em 2015, o CONITEC indicou que a substância passasse a integrar a listagem de medicamentos fornecidos pelo SUS para pacientes submetidos ao transplante de órgãos. No entanto, para os casos de câncer, o Everolimo não tem indicação de distribuição. 

Para quem tem plano de saúde, ter acesso ao uso do Everolimo como agente antineoplásico pode ser mais simples, já que o medicamento faz parte do Rol da ANS, que é uma listagem de cobertura mínima obrigatória.

No entanto, ainda assim, conseguir acesso à terapia, seja ela imunossupressora ou antineoplásica, de forma gratuita nem sempre é possível. Uma série de condições podem levar à negativa do SUS ou do plano de saúde para o custeio do tratamento.

Dessa forma, é preciso recorrer às vias judiciais, na tentativa de obtenção da medicação.

Para isso, pacientes podem contar com grupos de orientação jurídica, presentes em hospitais e associações de saúde, além das orientações da própria equipe médica. 

Uma série de documentos são fundamentais para a abertura do processo judicial. Além de laudo médico, exames e receitas médicas, é preciso que pacientes entreguem também um orçamento de 3 farmácias diferentes.

Isso pode ser uma tarefa que dificulta a abertura do processo. Então, visando facilitar a organização da documentação, o grupo Consulta Remédios presta um serviço de Assessoria de Cotação para medicamentos de alto custo

Basta preencher o formulários e, de modo rápido e personalizado, será enviada a cotação da substância.


Estudos têm encontrado e desenvolvido produtos e tratamentos capazes de melhorar as condições de saúde e bem-estar de diversas pessoas. 

Muitas vezes, uma mesma substância pode ser indicada para diferentes terapias, como é o caso de Everolimo, que pode tratar alguns tipos de câncer e, também, ser utilizado como agente imunossupressor para pessoas transplantadas.

Acompanhe o Minuto Saudável para saber mais dicas e informações sobre terapias, medicações e saúde!

Fontes consultadas


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.