Após o reajuste dos medicamentos ter uma porcentagem definida para o ano de 2019, um novo projeto apresentado pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) entrará em votação para que aposentados e pensionistas tenham 50% de desconto na compra de medicamentos.

Caso seja aprovada, ainda será preciso um próximo passo para que ela possa ser válida ainda em 2019, que é passar em análise na Câmara dos Deputados.

Segundo o que diz no próprio projeto, o abatimento de até 50% na compra de medicamentos para os aposentados e também pensionistas é uma forma de melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, que pagam um alto valor em tratamentos medicamentosos.

Os usuários que se encaixam no perfil de aposentados ou pensionistas terão esse desconto pelas farmácias que participam do programa Farmácia Popular, mantido pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Leia mais: Remédios mais caros a partir de abril: como economizar?

Doenças na terceira idade e uso controlado de remédios

O envelhecimento pode ser um fator de risco para doenças cardiovasculares, que são aquelas que afetam o coração e os vasos sanguíneos, por exemplo, hipertensão.

Mas várias outras doenças e condições têm mais probabilidade de afetar idosos, fazendo com que esse grupo, em geral, seja um consumidor frequente de remédios.

Mudança no bolso

Se for aprovado, o projeto tem grande importância para as condições financeiras do aposentado e do pensionista.

Segundo um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), os gastos com remédios já comprometem cerca de 40% do orçamento de muitas famílias.

A economia pode contribuir ainda para a compra de alimentos mais saudáveis, que também pode ser capaz de prevenir outras doenças no futuro.


A inclusão de novos projetos com a finalidade de melhorar a vida de pessoas que precisam fazer uso de algum tipo de medicamento é importante para que os tratamentos sejam mantidos.

Fonte: Senado Federal

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Editor Médico

Dr. Paulo Caproni

CRM/PR 27.679

Graduado em Medicina pela PUCPR. Residência Médica em Medicina Preventiva e Social pela USP. MBA em Gestão Hospitalar e de Sistemas de Saúde pela FGV.

Farmacêutica Responsável

Dra. Francielle Mathias

CRF/PR 24612

Farmacêutica generalista, com Mestrado em Ciências Farmacêuticas, ambos pela Unicentro. Doutorado em Farmacologia pela UFPR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *