A vermelhidão nos olhos pode ter algumas causas diferentes, que vão de alergias à doenças infecciosas. De forma geral, o tratamento consiste no uso de colírios.

Porém, há diversos tipos com finalidades específicas. Portanto, só devem ser usados com orientação médica para que façam o efeito adequado e não tragam maiores riscos.

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que pode causar vermelhidão nos olhos? 
  2. Qual colírio para olhos vermelhos? 
  3. Existe colírio natural? 
  4. Colírio faz mal? 
  5. Usar colírio para clarear olhos vermelhos é prejudicial? 

O que pode causar vermelhidão nos olhos? 

Quando os olhos ficam vermelhos, pode ser sinal de alergias, irritação a algum alergênico, infecções ou ressecamento ocular. De forma geral, o sinal é bem comum, podendo ser causado inclusive pela poluição, mas precisa sempre ser avaliado por especialistas, sobretudo quando dura muito tempo.

Entre as causas mais comuns estão:

  • Irritação e alergia;
  • Conjuntivite;
  • Traumas (como coçar os olhos);
  • Ressecamento ocular;
  • Irritação devido à lente de contato;
  • Alergia à maquiagem;
  • Presença de corpos estranhos;
  • Infecções oculares em geral.

Qual colírio para olhos vermelhos? 

Como já foi mostrado anteriormente, há vários fatores que podem causar a vermelhidão ocular. E para cada uma dessas situações, há um tipo de colírio específico. Por isso, o ideal é consultar um(a) oftalmologista ou clínico geral que poderá recomendar o melhor tratamento para o seu caso. 

Descubra aqui algumas marcas de colírio que poderão ser recomendadas por um profissional dependendo da sua situação:

O que usar quando os olhos estão irritados, coçando ou secos?

Em geral, sintomas de coceira, vermelhidão ou secura ocular podem estar relacionados com alergias e irritações. Nesses casos, alguns dos colírios que podem amenizar o problema são: 


  • Acu Fresh: com uma composição bem semelhante às lágrimas naturais, o produto ajuda a melhorar a irritação dos olhos. Um frasquinho de 10mL tem preços entre R$19,46 e R$21,62*;  
  • Colírio Geolab: alguns dos componentes presentes nesse produto têm ação vasoconstritora, ou seja, que contrai os vasos sanguíneos, diminuindo a vermelhidão. 20mL desse colírio podem ter valores entre R$3,47 e R$12,92*;   
  • Colírio Moura Brasil: ajuda a aliviar rapidamente a irritação ocular. O gotejador com 20mL sai por valores próximos a R$10,95 e R$14,99*; 
  • Colírio Teuto: apesar de combater a vermelhidão e a irritação nos olhos, esse produto é contraindicado para pessoas com menos de 12 anos. O preço oscila entre R$4,76 e R$11,00* por um frasquinho com 20mL; 
  • Lubrificante Oftálmico Systane UL: indicado para o alívio da vermelhidão ocular, esse produto se mistura com as lágrimas naturais da pessoa sem causar embaçamento quando é aplicado. Por 10mL, é necessário desembolsar valores próximos a R$29,99  e R$64,99*; 
  • Optilar: esse produto é indicado para amenizar sintomas como dor, ardência e lacrimejamento dos olhos. Crianças com menos de 3 anos não são recomendadas ao uso. 10mL de colírio custam aproximadamente R$67,49*;  
  • Cromolerg: por possuir ação antialérgica, esse colírio é indicado para diminuir os desconfortos oculares causados por poeira, fumaça e outros alergênicos que provocam irritação, vermelhidão e coceira nos olhos. É preciso desembolsar entre R$12,50 e R$16,20* por um frasco com 5mL da solução;
  • Claril: esse colírio é eficaz porque possui ação antialérgica e descongestionante. Ele pode ser aplicado por até 6 vezes ao longo do dia, desde que haja um intervalo de 4 horas entre as doses. O gotejador com 15mL tem preços aproximados de R$11,57 e R$14,83*;   
  • Mirugell: o produto é recomendado para aliviar temporariamente a irritação e vermelhidão ocular. O frasco com 5mL custa cerca de R$16,14 e R$23,30*;
  • Fresh Tears: a marca apresenta o produto em 2 miligramagens diferentes. Para 10mL de colírio, o valores aproximados são entre R$32,86 e R$42,13. Já o gotejador com 15mL sai aproximadamente por R$49,32 e R$63,23*. 

*Preços consultados em julho de 2020. Os valores podem sofrer alterações.

Vermelhos e inchados

Em alguns casos alérgicos, os olhos podem ficar inchados devido à reação. Assim, alguns colírios podem auxiliar. Porém, é necessário buscar orientação médica, logo que o inchaço e vermelhidão podem estar associados a infecções (conjuntivite, por exemplo). 

Nesses casos, pode ser preciso o uso de colírios antibióticos, que só podem ser prescritos por oftalmologistas.

Vermelhos e secos

Quando há ressecamento ocular, os olhos podem apresentar vermelhidão. Nesses casos, alguns colírios que auxiliam na lubrificação são:

  • Artelac: esse colírio age como um substituto das lágrimas, tendo efeito instantaneamente após a aplicação. O frasco gotejador com 10mL tem valores próximos a R$14,06 e R$19,33*;  
  • Colírio Hyabak: com enfoque especial na secura causada pelas lentes de contato, esse produto promove lubrificação e hidratação ocular, amenizando os desconfortos nos olhos. O preço oscila entre R$52,48 e R$64,72* para 10mL de produto;                                
  • Ecofilm: o princípio ativo (carmelose sódica) se combina às lágrimas naturais da pessoa e, assim, permite uma lubrificação que combate os olhos vermelhos e secos. A embalagem com 5mL custa aproximadamente entre R$14,41 e R$18,47*;  
  • Filmcel: desenvolvido exclusivamente para combater os olhos secos (dry eye), promovendo mais conforto para quem está com essa complicação. O frasco gotejador com 10mL tem valores próximos a R$9,90 e R$10,96*. 

*Preços consultados em julho de 2020. Os valores podem sofrer alterações.

Existe colírio natural? 

A visão é um dos sentidos corporais mais sensíveis e, por isso, é bastante arriscado usar ingredientes caseiros ou receitas milagrosas para tratar complicações oculares. 

Qualquer coisa (alimentos ou substâncias não específicas para o uso oftalmológico) podem trazer danos à visa ou estrutura ocular.

Algumas orientações importantes e que podem ser feitas em casa para aliviar coceiras e irritação nos olhos até a ida à consulta são remover a lente de contato, evitar o uso de maquiagem nos olhos ou regiões próximas, bem como lavar a face com água limpa e corrente.

Colírio faz mal?

De acordo com Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), os colírios e lubrificantes artificiais somente devem ser usados quando houver a recomendação de profissionais de medicina.  

Isso porque esse produtos são formulados para combater alergias, infecções e demais complicações oculares. 

Se a pessoa não apresenta nenhuma dessas complicações e mesmo assim continua utilizando esses produtos, o corpo pode acostumar-se e consequentemente começar a produzir menos lubrificação natural. 

Também vale lembrar que os colírios são medicamentos (alguns são inclusive antibióticos). E, como tal, seguem uma velha regra: quanto mais se usa, mais fortalece os agentes infecciosos. 

Ou seja, quando a pessoa realmente precisar usar esse fármaco, ele pode não fazer mais nenhum efeito porque sua fórmula estará “fraca” demais para combater aquela bactéria ou vírus.  

A última e terceira razão para não se usar os colírios diariamente são os efeitos colaterais que os mesmos podem causar. 

Alergias, cataratas e glaucomas são exemplos de complicações que podem surgir após o uso errado desses produtos.

Para evitar todos esses fatores mencionados acima, existem ainda algumas dicas que podem ser seguidas: 

  • Colírio é um produto pessoal e portanto não deve ser compartilhado, mesmo que sejam pessoas próximas ou familiares; 
  • Evite o contato entre a pontinha do gotejador e os olhos, visto que um pode acabar contaminando o outro; 
  • Após o uso, sempre tampe o colírio. Isso impede que microrganismos entrem no frasquinho;
  • Se a recomendação médica é usar mais de um colírio, o ideal é sempre esperar uns 10 minutinhos entre as doses.  

Leia mais: O que é Glaucoma, sintomas e tratamento

Usar colírio para clarear olhos vermelhos é prejudicial?

Sim, usar colírios para clarear a vermelhidão nos olhos pode ser prejudicial para a saúde ocular, caso não haja a devida orientação médica para isso. Os colírio é um medicamento e, portanto, pode tanto ajudar quanto provocar efeitos colaterais. 

Vale sempre ter em mente que cada organismo é diferente. Isso quer dizer que nem sempre o que ajuda uma pessoa vai ser bom para todas as outras. 


Os colírios para reduzir a vermelhidão dos olhos devem ser recomendados por um(a) oftalmologista. 

Isso porque existem inúmeros tipos de colírios, cada um indicado para tratar uma condição diferente. 

Quer saber mais sobre saúde dos olhos? Então acompanhe o Minuto Saudável e confira nossos textos.


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.