A perda de apetite pode surgir devido a situações estressantes, pode ser um sintoma de alguma doença (principalmente se a pessoa apresentar outros sintomas como diarreia e vômitos) ou pode sinalizar um distúrbio alimentar. 

Independentemente da circunstância, quando a pessoa não tem vontade de se alimentar por dias ou semanas é importante procurar o médico para averiguar a causa e iniciar o tratamento. Isso porque por meio da comida é que o organismo tem acesso a nutrientes importantes para manter a funcionalidade.  

Como forma de amenizar a situação, medicamentos que estimulam o apetite podem ser indicados, como o Cobavital®  (combinação dos princípios ativos cloridrato de ciproeptadina  e cobamamida) .  

Mas será que todos podem utilizar? Quais efeitos colaterais ele produz? A  resposta para essas questões você encontra no texto abaixo. Confira!

Índice – Neste artigo, você vai encontrar:

  1. Para que serve o cobavital?
  2. Como tomar Cobavital?
  3. Cobavital engorda?
  4. Efeitos colaterais
  5. Contraindicações
  6. Preço e onde comprar

Para que serve o Cobavital?

O Cobavital tem duas funções, porque atua como um estimulador de apetite devido à presença de ciproeptadina na composição, e contribui para o aumento da massa corpórea em virtude da atuação da cobamamida. 

Sendo assim, quando o medicamento é utilizado, a cobamamida (coenzima B12) vai agir diretamente no metabolismo potencializando a síntese proteica, fazendo assim com que o paciente sinta vontade de comer novamente, da mesma forma a substância ativa irá colaborar para o aumento da curva ponderal (medida que permite acompanhar o desenvolvimento infantil) e do crescimento.  

De acordo com estudos clínicos, o paciente vai atingir o aumento máximo da curva ponderal após 30 dias de uso do Cobavital no tratamento.


Já a ciproeptadina demonstrou em pesquisas que tem propriedades com alta capacidade de incitar o apetite. 

Dessa forma, segundo a bula do medicamento (disponível na plataforma Consulta Remédios) é indicado para os seguintes casos:

  • Estimular o apetite;
  • Distúrbios do desenvolvimento do peso e da estatura da criança;
  • Estado de fraqueza e diminuição do apetite;
  • Períodos de convalescença (período entre o término de uma doença e a restauração completa da saúde do paciente).

Independentemente da circunstância em que o Cobavital será utilizado, é necessário antes consultar o médico (a) para que ele (a) avalie a condição clínica e, caso julgue adequado, preescreva o medicamento (e outros recursos terapêuticos conforme o caso).  

Cobavital é anabolizante?

Sim, o Cobavital tem como característica ser um medicamento com ação anabolizante, no entanto não contém esteróides, significando que efeitos colaterais como como queda de cabelo, aumento de acne, câncer, ganho de características do gênero oposto, problemas no coração entre outras reações, não irão se manifestar na pessoa que tomar o medicamento. 

Como tomar Cobavital?

A posologia é diferente para crianças e adultos!

Há duas apresentações disponíveis do Cobavital, em microcomprimidos (embalagem com 16 ou 30) e em xarope, que costuma ser prescrito para crianças (a embalagem contém 1 envelope com granulado e 1 frasco de xarope para preparação de 100 mL de xarope e 1 copo-medida).

Segundo a bula, a forma correta de tomar o medicamento (em formato de microcomprimidos) é:

  • Crianças de 2 a 6 anos: meio ou  1 microcomprimido inteiro, duas vezes ao dia, antes das refeições; 
  • Crianças acima de 6 anos: 1 microcomprimido, duas vezes ao dia, antes das refeições. A posologia diária não deve exceder 2 microcomprimidos.
  • Adultos: 1 microcomprimido, três vezes ao dia, antes das refeições. Em geral, a posologia diária de 3 microcomprimidos é satisfatória, não sendo necessário aumentar a dosagem. Em circunstância de sonolência excessiva, é recomendado que a dose seja diminuída pela metade. 

Se ocorrer esquecimento de tomar a dose no horário estipulado, é indicado tomar o comprimido assim que possível. Mas caso já esteja próximo do horário da dose seguinte,  a dose esquecida deve ser ignorada, sendo prioridade tomar a próxima dose no horário habitual. O Cobavital jamais deve ser tomado em dobro para compensar doses esquecidas. 

Em relação à interação medicamentosa, vale alertar que a ciproeptadina pode potencializar os efeitos de agentes antidepressivos, anticonvulsivantes e do álcool, bem como dos IMAO (inibidores da monoamino-oxidase).

Cobavital engorda?

Sim! Por ser um estimulador do apetite e provocar o aumento de massa corporal, o Cobavital engorda. No entanto, esse efeito varia de pessoa para pessoa, tendo algumas maior ganho de peso do que outras. 

Efeitos colaterais

A sonolência é um dos efeitos colaterais mais comuns.

Tratando-se dos efeitos colaterais, alguns são relatados por grande parte daqueles que usam o Cobavital, enquanto outras reações ocorrem com menor quantidade de pessoas. Também há os efeitos que são raros de acontecer. Veja:  

  • Maior frequência:  sedação e sonolência. Em crianças, a sedação pode constituir efeito desejável pela possibilidade de reduzir a tensão emocional frequentemente associada com a anorexia. Muitos pacientes que no início se queixam de sedação, podem deixar de apresentá-la após três ou quatro primeiros dias de tratamento.
  • Menor frequência: secura das mucosas, cefaleia (dor de cabeça), náuseas e erupções cutâneas (lesões na pele). 
  • Raramente: estimulação do Sistema Nervoso Central, manifestada por agitação, irritabilidade, confusão, alucinações visuais ou tontura.

Vale ressaltar que o (a) médico (a) responsável pelo tratamento deve ser informado em caso de qualquer efeito colateral.  

Contraindicações

O Cobavital, segundo informações da bula,  é contraindicado para menores de 2 anos e  pessoas que apresentem hipersensibilidade a algum dos princípios ativos (ou excipientes) que compõem a fórmula do medicamento. 

Além disso, pacientes com glaucoma (aumento da pressão do olho) de ângulo fechado, retenção urinária, úlcera péptica estenosante (com estreitamento de parte do estômago ou duodeno) ou obstrução piloro-duodenal, também não podem fazer uso do Cobavital. 

Embora gestantes e idosos possam tomar o medicamento, é importante ter cuidado redobrado e seguir corretamente as orientações estabelecidas por um (a) profissional de saúde.

Preço e onde comprar

O preço* do Cobavital pode variar entre R$14 a R$25 dependendo da quantidade de comprimidos na embalagem. Também é possível adquirir a versão em xarope para crianças. 

O medicamento pode ser adquirido em farmácias, drogarias e plataformas online como o Consulta Remédios que permite comparar ofertas e receber o item em casa.  

*Preços consultados em setembro de 2021. Os valores podem sofrer alterações.


Apesar de ser isento de prescrição médica, o Cobavital deve ser utilizado por um período longo e de modo exagerado. De qualquer forma, para mais segurança, vale buscar um profissional de saúde. 

Continue acompanhando o Minuto Saudável se você gosta de conteúdos sobre saúde e bem-estar!

Fontes consultadas


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.