São diversas as terapias alternativas e, muitas delas, são provenientes de ingredientes naturais como as plantas e ervas. Nisso, está incluso o uso dos chás, que há milênios está presente na vida de muitas pessoas. 

Pensando nisso, separamos algumas informações importantes sobre chás que podem ser benéficos especialmente nos casos de ansiedade. Confira e veja as indicações, tipos e mais:

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é ansiedade?
  2. Chás podem amenizar a ansiedade?
  3. Qual é o melhor chá para ansiedade?
  4. Como tomar chá para aliviar a ansiedade?
  5. Quem não deve tomar?
  6. Chá substitui remédio de ansiedade?

O que é ansiedade?

A ansiedade é uma sensação comum e que acomete todas as pessoas. Trata-se de uma resposta natural do organismo a determinadas situações, provocando tensão muscular e um estado de alerta — como uma preparação para uma situação de perigo que irá acontecer.

Porém, a ansiedade em excesso não deve fazer parte do cotidiano. O saudável é, apenas, quando ela ocorre de forma esporádica, em virtude de determinada circunstância.

Quando o problema passa a ser frequente e/ou intenso, é bem provável que seja um transtorno, de maneira que se faz necessária a intervenção profissional (médicos, psicólogos, psiquiatras, terapeutas etc).

Nesses casos, a pessoa apresenta não só um estado de alerta e preocupação frente a determinadas situações. Mas também sofre com outros sintomas físicos: boca seca, palpitações, falta de ar, dor no peito, tremores etc.

O tratamento pode incluir o uso de medicação para amenizar os sintomas, em conjunto com atendimento profissional para entender as causas e poder tratar de forma adequada. Também podem ser usadas terapias complementares para ajudar, veja mais sobre uma (o uso de chás):


Chás podem amenizar a ansiedade?

Sim. Muitas plantas têm propriedades sedativas, calmantes e que contribuem com a sensação de bem-estar e relaxamento. Nesse sentido, ao consumir o chá feito a partir delas, a pessoa pode se beneficiar de tais efeitos.

Entretanto, é preciso deixar claro que os chás atuam aliviando alguns sintomas da ansiedade, como a agitação, elevação dos batimentos cardíacos e preocupação excessiva. Ou seja, eles não curam o distúrbio, o que apenas pode ser feito com a ajuda médica especializada.

Sendo assim, os chás são uma opção de tratamento complementar — seu uso único pode ser indicado apenas em casos muito brandos ou esporádicos de ansiedade.

Na sequência, você pode ver quais são alguns dos chás benéficos e seus usos específicos:

Qual é o melhor chá para ansiedade?

Os chás comumente indicados para casos de ansiedade são: camomila, lavanda, erva cidreira (melissa), passiflora (flor de maracujá) e valeriana. Isso, em virtude das propriedades tranquilizantes e até uma leve ação sedativa dessas plantas.

Mas é comum que a ansiedade venha acompanhada de outros problemas — como, por exemplo, o medo e a depressão. Ou, ainda, é capaz de desencadear complicações como a compulsão alimentar ou a insônia.

Nesses casos, pode-se optar por chás que colaborem para o alívio de mais de um sintoma ou fazer uma mistura com mais de um. Confira algumas dicas:

Chá para ansiedade e medo

Além dos sintomas ocasionados pela ansiedade (palpitações, dor no peito, preocupação etc), é comum que as pessoas sofram com questões como o medo, o que pode estar (ou não) relacionado a um outro distúrbio: a síndrome do pânico.

Os sintomas do medo são parecidos com os da ansiedade, podendo também provocar alteração no ritmo cardíaco e dores no peito, por exemplo. Bem como a sensação constante de que há algum perigo real (físico) e altos níveis de tensão.

Assim, o chá de lavanda e de valeriana podem ajudar a aliviar os sintomas tanto da ansiedade quanto do medo. São ideias para proporcionar uma sensação de tranquilidade e auxiliar no controle dos batimentos acelerados.

Chá para ansiedade e insônia

A insônia é um sintoma que está, muitas vezes, associado a casos de ansiedade ou estresse, considerando que esses dois problemas causam muitas alterações físicas no corpo. Como, por exemplo, a liberação de cortisol e adrenalina.

Dentre outras funções, esses dois hormônios aumentam o estado de alerta do cérebro, o que é um impeditivo ao descanso e relaxamento.

Isso, em conjunto com os sintomas da ansiedade, dificulta muito o período do sono.

Nesse caso, o ideal é apostar em chás que podem favorecer a sensação de calma, diminuição do estresse e induzir o sono. Então, pode-se apostar nos de lavanda, valeriana e erva cidreira (melissa).

Além disso, o chá de manjericão também pode ser um aliado, pois atua na liberação da endorfina, hormônio que propicia uma maior sensação de bem-estar. Sendo assim, visto que a ansiedade e insônia podem aumentar o estresse, essa ação contribui para o corpo relaxar.

Chá para ansiedade e depressão

O chá de passiflora é o mais indicado para casos de depressão, além de ser recomendado para amenizar os sintomas da ansiedade. 

Além de tranquilizar a pessoa e ajudar contra sintomas como a insônia, esse chá favorece a sensação de bem-estar e melhora a concentração — fator que pode ser um problema para pessoas que sofrem com a depressão.

Porém, nesse caso em especial, deve-se prezar por um consumo moderado, visto que o excesso poderia provocar uma ação sedativa intensa. O que não é ideal para quem tem depressão, já que essas pessoas tendem a sentir maior desânimo e isso poderia se agravar.

Chá para ansiedade por comida

A compulsão alimentar, ao contrário do que alguns imaginam, não é uma “gula” por comida, mas sim é um distúrbio sério em que as pessoas realmente não conseguem controlar seus hábitos alimentares.

Nesse caso, ocorre que a pessoa come muitas vezes ao dia e de forma exagerada, mesmo quando não está com fome. Além disso, costuma descontar problemas e preocupações na comida, caracterizando a compulsão.

Assim como no caso de outros distúrbios, o uso do chá é um tratamento complementar desse problema. De forma que é indispensável a ajuda de um(a) profissional.

Basicamente, o chá vai atuar no controle da ansiedade nesse caso, uma vez que a compulsão pode estar está relacionada com fatores como inquietação, agitação e estresse. Então, pode-se fazer uso de chás como a camomila, lavanda e passiflora.

Podendo, ainda, complementar os cuidados com chás como o de hibisco e de canela, que favorecem o sistema imunológico e têm ação termogênica — o que pode ser benéfico, visto que a pessoa com compulsão alimentar pode, em alguns casos, precisar perder peso.

O chá de maçã também pode ser um aliado, pois ajuda na sensação de saciedade e calmaria.

Como tomar chá para aliviar a ansiedade?

O chá para aliviar a ansiedade, independente de qual for o escolhido, deve ser usado como uma medida complementar. Exceto em casos mais brandos ou esporádicos, ou seja, quando o problema não se constitui como um distúrbio.

Com relação aos horários de consumo, é preciso adequar de acordo com a rotina individual da pessoa. Por exemplo, se você precisa estar mais disposto(a) durante a manhã, não é ideal tomar os chás nesse período, pois a ação tranquilizante pode atrapalhar os afazeres.

No geral, muitas pessoas optam por tomar o chá próximo ao final do dia e/ou antes de dormir, momento em que é desejada a sensação de calma, além de interferências positivas no sono.

Ainda, caso você tenha um momento inesperado de ansiedade devido a alguma questão ou circunstância, os chás podem ser tomados imediatamente — a fim de minimizar de forma rápida os sintomas desse problema.

Quem não deve tomar?

De maneira geral, não há contraindicação do uso dos chás como um cuidado a mais em casos de ansiedade, mas quem faz uso de medicação controlada para o distúrbio (o que é bem comum) deve primeiro alinhar com o(a) médico(a) sobre essa possibilidade.

Pois, apesar de serem feitos a partir de ingredientes naturais, ainda assim pode haver interação com a ação do medicamento no organismo, o que poderia prejudicar o tratamento.

Além disso, quem apresenta algum problema de saúde anterior ou se enquadra em condições específicas (gestantes, lactantes, idosos etc) precisa de maior cautela. Considerando que, nesses casos, pode haver contraindicação de algum chá de acordo com a condição individual.

Chá substitui remédio de ansiedade?

Não. Quem faz uso de remédio para ansiedade são pessoas que sofrem com esse problema de forma séria, constituindo um transtorno e não uma situação ocasional — ou seja, que ocorre em virtude de circunstâncias esporádicas.

Sendo assim, corresponde a um tratamento médico como qualquer outro, de maneira que não pode haver sua suspensão ou alteração sem a orientação do(a) profissional responsável.

Certamente as terapias alternativas, como o uso de chás, podem proporcionar benefícios à saúde física e mental. Entretanto, não são medidas que permitem a cura de doenças ou distúrbios como a ansiedade.

Para isso, é necessário manter a terapia convencional (medicamento) e acompanhamento com psicólogos e psiquiatras, seguindo as orientações quanto a forma e duração do tratamento.


Se você gostou desse conteúdo e quer saber mais sobre outras terapias alternativas, que podem ajudar em casos de ansiedade e outros, acesse a aba “Terapias Alternativas”.

E continue acompanhando o Minuto Saudável para ver mais sobre saúde e bem-estar!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.