Os rins são muito importantes para o funcionamento do corpo. Entre outras funções, eles atuam como um filtro no sangue para eliminar substâncias nocivas ao organismo (tais como amônia, ureia e ácido úrico).

Sendo assim, uma patologia nesses órgãos é muito prejudicial ao corpo como um todo. Inclusive, estudos comprovam que cerca de 3% dos cânceres em adultos têm origem nos rins.

Devido a isso, são necessários medicamentos específicos para o tratamento dessas patologias, como exemplo temos o Votrient. A seguir, separamos mais informações a respeito:

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é Votrient?
  2. Para que serve o medicamento Votrient?
  3. Como age a substância Cloridrato de Pazopanibe?
  4. Como a bula indica usar?
  5. Votrient pode causar efeitos colaterais?
  6. Qual o preço de Votrient 200mg e 400mg?
  7. A ANVISA aprova Votrient?
  8. Cloridrato de Pazopanibe tem no SUS?
  9. Como orçar Votrient?

O que é Votrient?

Votrient é o nome comercial do medicamento cujo princípio ativo é o Cloridrato de Pazopanibe. A função principal dessa substância é diminuir e interromper o crescimento das células cancerígenas em pacientes portadores(as) de patologia oncológica nos rins.

Atualmente, esse remédio está disponível, e aprovado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), em duas versões de comprimidos que diferem apenas quanto a miligramagem: 200mg e 400mg.

Para que serve o medicamento Votrient?

De acordo com a bula, o medicamento Votrient é recomendado para o tratamento de pessoas portadoras de carcinoma das células renais, em estágio avançado ou metastático (estágio da doença em que o câncer se espalha por outros lugares do corpo). 

Além disso, também pode ser indicado para pacientes com sarcoma (tumor maligno) de partes moles (STS) avançado, que receberam quimioterapia prévia.


A bula indica que o medicamento não seja administrado em pacientes com tumor do estroma gastrintestinal (GIST), um tipo raro de tumor no sistema gastrointestinal, ou STS adipocitário (um tipo de tumor maligno de partes moles). Sendo assim, o(a) médico(a) responsável deve indicar o tratamento com Votrient apenas se o(a) paciente se enquadrar nas condições estabelecidas pela bula.

Como age a substância Cloridrato de Pazopanibe? 

O Cloridrato de Pazopanibe, substância ativa do medicamento Votrient, é um antineoplásico. Isso significa que se trata de um composto que interrompe o crescimento de neoplasmas (tumores) ou células malignas. Em alguns casos, também pode ser eficaz para destruir as células cancerígenas.

A indicação principal é que atue em casos de carcinoma de células renais (CCR) avançado e/ou metastático, uma forma de câncer nos rins. Seu tempo de ação é, em geral, de 8 dias e há muitos estudos que comprovam sua eficiência no tratamento oncológico.

Para saber possíveis contraindicações da substância, consulte um(a) médico(a) ou leia a bula.

Como a bula indica usar?

O Votrient é disponibilizado em versão comprimidos (200mg ou 400mg). A bula indica que eles não devem ser partidos, nem esmagados. Devem ser administrados via oral, com água.

De forma geral, a dose recomendada é de 800mg diárias (4 comprimidos de 200mg ou 2 comprimidos de 400mg) em uma dose única. Não deve ser administrado com alimentos, por isso, é necessário aguardar 2 horas após a refeição ou tomar 1 hora antes.

Caso uma dose seja esquecida, não se deve tomar sem que haja pelo menos 12h de antecedência com relação à dose seguinte.

Para um tratamento eficaz e seguro, é imprescindível seguir as orientações do(a) médico(a) responsável quanto a frequência e uso da medicação.

Votrient pode causar efeitos colaterais?

Sim. Assim como qualquer medicação, o Votrient também pode causar efeitos colaterais durante o seu uso. 

Entretanto, é importante saber que as reações adversas não acometem todas as pessoas. Há casos em que nenhuma se manifesta, enquanto em outros pode haver inclusive mais de uma.

A bula define como reações muito comuns (ocorrem em mais de 10% dos pacientes):

  • Diminuição do apetite, dor de cabeça;
  • Pressão alta;
  • Diarreia, náuseas, vômito, dor abdominal;
  • Alteração na cor dos cabelos e pelos;
  • Aumento de proteínas hepáticas do fígado;
  • Cansaço, fraqueza muscular;
  • Bradicardia assintomática (diminuição na frequência dos batimentos cardíacos, sem sintomas).

Também podemos destacar as comuns (ocorrem em 1% a 10% dos pacientes):

  • Diminuição do número de plaquetas e neutrófilos no sangue;
  • Hipotireoidismo (diminuição dos hormônios da tireoide);
  • Perda de peso;
  • Ataque isquêmico transitório (ocorre devido a diminuição temporária do suprimento de sangue para alguma parte do cérebro);
  • Isquemia miocárdica (quando o coração não consegue receber oxigênio o suficiente para desempenhar sua função);
  • Alterações na condução elétrica do coração (prolongamento do intervalo QT);
  • Dor no peito;
  • Sangramento nasal;
  • Sangramento pela urina;
  • Diminuição do paladar;
  • Indigestão;
  • Função do fígado anormal; 
  • Aumento de uma substância do fígado chamada bilirrubina;
  • Erupção na pele;
  • Queda de cabelo;
  • Despigmentação cutânea (perda de cor da pele);
  • Palmas das mãos ou solas dos pés adormecidas, inchadas, doloridas ou avermelhadas;
  • Aumento da eliminação de proteínas na urina;
  • Elevação da lipase (pancreatite);
  • Alteração na voz (disfonia).

Para saber sobre reações raras ou contraindicações do medicamento, é recomendado buscar um(a) especialista ou consultar a bula.

Efeitos graves

A bula do medicamento Votrient apresenta alguns efeitos colaterais considerados graves. Sendo que, caso o(a) paciente apresente qualquer um deles, deve procurar um(a) médico(a) imediatamente, pois podem ser fatais. Confira:

  • Sinais de problemas hepáticos — amarelamento da pele ou branco dos olhos, urina escura, dor à direita ao lado do estômago, aparecimento de hematomas pelo corpo, entre outros;
  • Aumento súbito da pressão arterial — os sintomas incluem dor torácica severa, visão turva, falta de ar, dor de cabeça, ansiedade, entre outros;
  • Sinais de inchaço cerebral — inclui sintomas como perda de fala, cegueira ou alteração na visão, convulsões, entre outros;
  • Sinais de inflamação pulmonar — tosse constante e falta de ar;
  • Sinais de problemas cardíacos — batimentos em frequência anormal, desmaio, dor torácica, pressão arterial elevada, inchaço das pernas, ataque cardíaco, entre outros;
  • Acidente vascular cerebral (AVC) — os sintomas prévios são, geralmente, entorpecimento ou fraqueza de um lado do corpo, dificuldade na fala e dor de cabeça ou tonturas;
  • Coágulos sanguíneos (podem ocorrer nos rins, cérebro, pernas, pulmão) — os sintomas variam conforme a região, mas podem ser dores fortes, falta de ar, aparecimento de hematomas, convulsões, entre outros;
  • Hemorragia interna — sangue nas fezes, sangue na urina, forte dor estomacal, tosse ou vômito com sangue;
  • Sinais de rompimento no estômago ou na parede intestinal — febre, dor estomacal grave, drenagem sanguinolenta ou suja (pus) da abertura na área do estômago (abdômen) ou perto do seu ânus.

Se houver o aparecimento de sintomas de qualquer um dos efeitos listados, não exite em procurar ajuda especializada urgentemente.

Qual o preço de Votrient 200mg e 400mg? 

O preço* do Votrient sofre variação conforme sua miligramagem:

*Preços consultados em fevereiro de 2020. Os valores podem sofrer alterações.

Ainda, vale destacar que este medicamento só pode ser adquirido a partir de prescrição e com orientação médica prévia. Não sendo permitido um tratamento independente.

Tem genérico ou similar?

Não. O Votrient é um medicamento de referência do laboratório Novartis e ainda não possui uma versão genérica ou similar.

Considerando que se trata de um remédio novo, o laboratório desenvolvedor ainda possui exclusividade da fórmula. Isso ocorre devido ao tempo de patente (dura em média de 10 a 20 anos), fornecido devido aos estudos e investimentos realizados para a criação do remédio.

A ANVISA aprova Votrient?

Sim. O medicamento Votrient possui aprovação da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e está registrado pelo número 100681136. 

Com isso, entende-se que pode ser usado e comercializado no Brasil, visto que antes da aprovação são realizados testes a fim de comprovar a segurança e eficácia da medicação.

Cloridrato de Pazopanibe tem no SUS? 

Não. O Cloridrato de Pazopanibe (princípio ativo do Votrient) não está presente na Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (RENAME) de 2020 e também não é considerado um medicamento de dispensa excepcional.

Com isso, até o momento o medicamento ainda não está sendo fornecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Como orçar Votrient?

Mesmo quando o medicamento não é disponibilizado via SUS, pacientes com laudo médico podem fazer requerimento judicial para receber o tratamento pelo Sistema Único de Saúde ou até mesmo através do Plano de Saúde – se for o caso.

Para isso, é preciso dar entrada em um processo, seguindo as requisições estipuladas. Entre elas está a entrega de documentos que incluem: laudo médico, exames, requerimento padrão e orçamento de 3 farmácias.

A fim de facilitar o processo, é possível contar com o auxílio da Assessoria em cotações judiciais para aquisição de medicamentos, que fornece um orçamento personalizado de forma facilitada. 

Ao acessar o link, realize o seu cadastro, informando alguns dados pessoais e o medicamento em questão. Por fim, basta clicar em “solicitar cotações” e aguardar o retorno.


O câncer é uma patologia que acomete milhares de pessoas anualmente, podendo atingir diferentes órgãos ou tecidos. Por isso, cada vez mais são necessários medicamentos voltados ao tratamento dessa doença — tais como o Votrient.

Para ter acesso a mais conteúdos sobre doenças, medicamentos ou saúde em geral, continue acompanhando o Minuto Saudável!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.