Anelise Wickert (Minuto Saudável)
27/03/2019 11:03

Arroz vermelho faz mal? Consumo diário pode causar danos no fígado

O arroz fermentado vermelho, comumente vendido em cápsulas, pode ser prejudicial à sua saúde.

Segundo a HealthDay, uma mulher americana de 64 anos foi internada no hospital com problemas no fígado após ingerir o suplemento sem receita médica. Foram cerca de 1.200 miligramas de arroz vermelho todos os dias, durante seis semanas.

A senhora foi internada com sintomas como cansaço, inchaço, amarelamento da pele e dos olhos (icterícia) e urina escura. A lesão hepática foi comprovada posteriormente por meio de exames.

No entanto, a paciente não tinha histórico de doenças do fígado, não fumava e praticava exercícios físicos com frequência. Ela não ingeria qualquer outro medicamento além de injeções de vitamina B12 e as cápsulas de arroz vermelho.

Isso levou os médicos a suspeitarem de outros fatores que causaram tal condição.

O início súbito da doença convenceu os médicos de que o arroz vermelho foi a causa da lesão hepática.

Os perigos do arroz vermelho

Os suplementos de arroz vermelho são feitos misturando-se arroz branco cozido com leveduras de fungo alimentar. Segundo o conhecimento popular, essas cápsulas podem combater o colesterol alto.

Os cientistas acreditam que as pessoas consomem esses suplementos sem receita por serem mais barato do que medicamentos.

Porém, a atitude é perigosa porque, muitas vezes, não se fala sobre os efeitos colaterais dessas cápsulas, que nem sempre são aprovadas pelo controle farmacêutico de qualidade.

Como cuidar do fígado?

O fígado é a maior glândula do corpo, pesando em média 1,5 kg. É composto de várias células, que desempenham funções diferentes importantes para manter o funcionamento do organismo.

Alguns cuidados podem ser tomados para melhorar a saúde do fígado:

  • Alimentação: alho, laranja, beterraba, cenoura, alface, couve e maçã são alimentos benéficos para o fígado, pois auxiliam na eliminação de gordura do corpo. As carnes devem ser reduzidas, mas não precisam ser eliminadas desde que não se coma a gordura. Beber bastante água durante o dia também facilita o trabalho do fígado;
  • Álcool: é importante reduzir o consumo de bebidas alcoólicas, pois elas prejudicam o fígado e dificultam a eliminação de gordura;
  • Pare de fumar: evitar o tabaco ajuda o fígado a se manter saudável, uma vez que, o vício atrapalha a redução de gordura presente no fígado;
  • Exercícios: praticar alguma atividade física ajuda a queimar a gordura do fígado e faz com que ele trabalhe melhor.

Antes de ingerir cápsulas, pesquise sobre o assunto e evite a automedicação. Sempre consulte um médico ou farmacêutico.

Fonte: HealthDay

16/04/2019 17:08

Anelise Wickert (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*