Dores no peito, braços e maxila, azia, indigestão, tontura e suor frio. Esses são alguns dos sintomas que ocorrem em pessoas que estão sofrendo um ataque cardíaco.

Também chamado de infarto, o ataque cardíaco é considerado um problema crítico, que necessita de atendimento de emergência.

Para seu tratamento, existem medicamentos como o Metalyse. 

Conheça mais sobre o medicamento e como usar:

O que é Metalyse?

Metalyse é um medicamento aplicado via intravenosa (na veia), utilizado para tratar casos de ataque cardíaco.

Seu princípio ativo é o Tenecteplase, um fármaco trombolítico — medicamento que dissolve coágulos sanguíneos que interrompem o fluxo de sangue.

Dessa forma, ao usar o medicamento, é restaurado o fluxo normal de sangue ao coração.

Para que serve Metalyse? 

De acordo com a bula, o Metalyse é um medicamento que possui indicação de uso adulto e serve para o tratamento de coágulos em casos de infarto. 


Ele age estimulando a dissolução desses coágulos sanguíneos, que estão bloqueando a fluxo correto de sangue até o coração.  

Qual a posologia indicada na bula?

De acordo com a bula, as quantidades de administração devem ser realizadas de acordo com o peso do(a) paciente. 

A tabela abaixo se refere à dosagem reconstituída, ou seja, preparada. Cada mL da dose reconstituída contém 5mg da substância ativa:

Peso (kg)Dose reconstituída (mL)
Abaixo de 60kg6mL
Entre 60kg e 70kg7mL
Entre 70kg e 80kg8mL
Entre 80kg e 90kg9mL
Acima de 90kg10mL

Apesar das indicações, é importante sempre seguir orientação médica, com dose e horários recomendados pelo(a) profissional.

Metalyse como administrar cada dose?

A via de administração do metalyse é a intravenosa (na veia) e sua aplicação deve ser realizada sob supervisão de um(a) profissional qualificado.

Ela deve ser feita de forma rápida, por um tempo aproximado de 5 a 10 segundos. 

A dose máxima recomendada é a de 50mg da substância ativa, que, conforme a bula, equivale a 10000 unidades do medicamento.

Quais efeitos colaterais constam na bula?

Assim como outros medicamentos, o uso do Metalyse pode resultar em alguns efeitos colaterais.

De acordo com a bula, os principais estão relacionados a sangramentos.

Entre as reações comuns estão:

  • Vômito com sangue;
  • Diarreia com sangue;
  • Sangramento nasal;
  • Manchas de coloração roxa na pele;
  • Sangramento na boca;
  • Hemorragias no sistema digestivo;
  • Hemorragia no local da injeção;
  • Hemorragia nos órgãos genitais;
  • Sangue na urina.

Já as menos comuns, porém com chance de acontecer, são:

  • Sangramento no cérebro;
  • Derrame;
  • Hemorragia no olho;
  • Alteração na frequência cardíaca.

Entre os efeitos raros, estão:

  • Hemorragia ao redor do coração;
  • Hemorragia no pulmão;
  • Reação alérgica;
  • Queda de pressão arterial;
  • Fluxo de sangue interrompido por conta de um coágulo sanguíneo. 

Vale lembrar que apesar dos itens listados, cada organismo reage de forma diferente à medicação. Dessa maneira, não necessariamente todos(as) os(as) pacientes sofrerão todos os efeitos colaterais.

Qual o preço de Metalyse 50mg?

O Metalyse é um medicamento de alto preço, que varia de acordo com sua posologia.

Ele possui duas apresentações: Metalyse 40mg e Metalyse 50mg.

O Metalyse 40mg custa, em média, R$6800*.

Já o Metalyse 50mg, custa cerca de R$8400*.

*Preços consultados em dezembro de 2019. Os valores podem sofrer variação.

No entanto, pacientes com indicação médica para o uso do medicamento podem recorrer à Justiça para recebê-lo.

Para isso, é preciso abrir um processo, seguindo os procedimentos estipulados. Entre eles, apresentar o Laudo Médico, exames, requerimento padrão, além do orçamento de 3 farmácias.

Para quem fará a solicitação, é possível contar com o auxílio da Assessoria de cotação de medicamentos de alto custo, que realiza um orçamento personalizado, de forma simples e facilitada.

Metalyse tem genérico?

Não. Ainda não foi registrado um fármaco genérico para o Metalyse. Dessa forma, a única opção disponível, atualmente, é o Metalyse. 

A anvisa aprova Metalyse?

Sim. O produto foi aprovado pela Anvisa no ano de 2001, com classe terapêutica de fibrinolíticos e proteolíticos — medicamentos que dissolvem coágulos sanguíneos e proteínas.

É classificado como um medicamento novo e foi o primeiro fármaco produzido utilizando o princípio ativo Tenecteplase. 

Metalyse e Actilyse 

Metalyse e Actilyse são ambos medicamentos trombolíticos, aqueles indicados para dissolver coágulos sanguíneos em casos de infarto do miocárdio. 

Os dois fármacos são aplicados via intravenosa (na veia) e têm ação semelhante no tratamento do ataque cardíaco.

No entanto, a bula do Actilyse também indica que o medicamento pode ser usado no tratamento de casos de derrame cerebral isquêmico agudo e embolia pulmonar aguda — bloqueio das artérias pulmonares por conta de um coágulo.  

A escolha de qual fármaco usar deve ser feita pelo(a) médico(a) responsável, que avaliará a melhor opção para cada quadro clínico.

Ambos são medicamentos de alto custo e devem ser administrados por um(a) profissional da saúde capacitado(a).


A ocorrência de ataques cardíacos é mais comum do que se imagina. Apenas no Brasil ocorrem cerca de 150 mil casos por ano.

Para o tratamento desse problema, existem medicamentos como o Metalyse.

O Minuto Saudável traz outras informações sobre medicamentos e saúde. Leia mais!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.