Ressaca: sintomas, por que acontece, como curar, kit, remédios

0

O que é ressaca?

A ressaca é um sintoma que quebra seu humor, não te deixa levantar direito da cama, traz dores em músculos que você nem sabia que existiam e… “deuses, eu nunca mais vou beber”! Ao menos é assim que costumamos pensar quando temos ressaca.

Geralmente, a dor de cabeça pulsando a cada movimento feito — e com alguns movimentos não feitos também —  é resultado da noite anterior, que foi divertida, mas talvez um pouco exagerada. Ok, a quem estou enganando? Se tem ressaca, não é talvez. Teve exagero.

A ressaca, cientificamente chamada de veisalgia, nada mais é do que sinais do nosso corpo de que ingerimos álcool demais.

Quando ingerimos bebidas alcoólicas, o estômago e intestino mandam o álcool para o sangue e então para o fígado, que o metaboliza. Ele é capaz de processar em torno de uma dose de bebida alcoólica por hora.

Se passamos disso, a ressaca pode aparecer, e quanto mais exageramos, mais forte ela vem. Vamos aprender um pouquinho sobre esse efeito das manhãs pós-bebedeira?

Índice — nesse artigo você encontrará as seguintes informações:

  1. O que é ressaca?
  2. Metabolismo do álcool no organismo
  3. O que causa a ressaca?
  4. Sintomas
  5. Como curar ressaca?
  6. Remédios
  7. Kit ressaca
  8. Como evitar a ressaca?
  9. Misturar bebidas piora a ressaca?

Metabolismo do álcool no organismo

Quando bebemos, o álcool vai até o estômago e então para o intestino, que faz a maior parte da absorção da substância, e faz isso rápido, levando o álcool para o sangue e, de lá, para o fígado.

Diferente do intestino, o fígado não consegue processar o álcool tão rápido. Sua capacidade média fica no entorno de 10 gramas de álcool por hora, o equivalente a pouco menos de uma lata de cerveja ou uma taça de vinho.

Qualquer excesso fica no sangue até que o fígado esteja liberado. Ou seja, se você beber duas taças de vinho em uma hora, o que equivale a aproximadamente 24 gramas de álcool, o fígado levará perto de duas horas e meia para processar tudo isso.

Durante a primeira hora, pelo menos 14 gramas de álcool estarão circulando pelo seu sangue, cérebro e pelo corpo todo.

Seus neurônios acabam sendo afetados por este álcool e o resultado é a bebedeira. Quanto mais álcool se ingere, mais tempo dura e mais forte é a intoxicação.

O que causa a ressaca?

Não existe um consenso sobre os mecanismos da ressaca, mas algumas coisas nós sabemos:

  • Se o fígado recebe mais álcool do que pode processar, teremos ressaca.
  • Se ficamos desidratados demais (e o álcool é diurético, ajuda a desidratar), teremos ressaca.
  • Se ficamos com poucos eletrólitos no sangue, teremos ressaca.

Basicamente, o que traz todo aquele sofrimento no dia seguinte é uma combinação de intoxicação alcoólica com desidratação, que é consequência da intoxicação, além da falta de glicose.

Afinal, nosso corpo não foi feito para ingerir tanto álcool quanto ingerimos, e a ressaca é o jeito dele nos contar que exageramos na dose (ou, sejamos sinceros, nas doses, plural).

Quais os sintomas?

Você provavelmente conhece os sintomas da ressaca. Eles costumam aparecer na manhã seguinte, quando se acorda — isso quando não são eles que te acordam.

Entretanto, é possível senti-los de quatro a seis horas depois de parar de beber, mesmo sem dormir. São eles:

Dor de cabeça

As dores de cabeça são o sintoma mais clássico. Fortes, dão vontade de ficar deitadinho na cama sem fazer nada, mas não é como se isso ajudasse muito. A cabeça parada faz doer, mover a cabeça causa pontadas de dor. Sons altos também podem fazer a dor piorar.

Dor no corpo

Os músculos podem ficar doloridos e se mover pode ser incômodo. Dores nos braços e pernas são comuns.

Dor nos olhos

Os olhos podem ficar doloridos e bastante sensíveis à luz, piorando a dor de cabeça. Qualquer iluminação forte incomoda.

Náuseas

As náuseas e ânsias de vômito podem ser fortes e o estômago vazio piora a sensação, apesar de a vontade de comer não ser grande justamente por conta do enjoo.

Falta de apetite

Durante uma ressaca, não temos muita vontade de comer. Isso se deve especialmente pelas náuseas, mas lembre-se de que se alimentar é importante para curar os sintomas.

Desidratação

O álcool é diurético. Boa parte dos sintomas listados aqui são devidos à falta de água no corpo, que é usada pelo fígado para metabolizar o álcool e eliminada através da urina. Lembra que na noite anterior, enquanto bebia, você ia ao banheiro a cada 20 minutos? O resultado é a desidratação.

Sede

Quando falta água, o corpo pede mais. Acordar com boca seca e sede é um dos sintomas da ressaca. Beber bastante água pode ajudar a aliviá-los.

Diarreia

Através da diarreia, o corpo também perde muita água. Este sintoma é efeito da intoxicação por álcool, que acontece quando se bebe mais do que o fígado é capaz de metabolizar em um curto período de tempo.

Cansaço

Depois de acordar de uma ressaca, você não vai ter vontade de fazer nada. O cansaço é forte e o corpo realmente precisa do descanso para poder se recuperar da bebedeira.

Como curar ressaca?

Tratar a ressaca é simples, mas não especialmente rápido. Pode levar algumas horas ou até o dia inteiro para que os sintomas passem, dependendo de quão eficiente você for com isso.

Hidratação

Esse é o passo principal. Se tiver que escolher entre uma única dessas dicas, escolha essa. Não vai te salvar da ressaca, mas vai ajudar.

Hidratar-se é extremamente importante para aliviar a ressaca, já que boa parte dos sintomas se deve a falta de água no corpo.

Água, se possível com uma colher de açúcar e uma pitada de sal, pode fazer maravilhas. Isso também vai ajudar a limpar um pouco seu corpo, fazendo-o urinar mais. Lembre-se de repôr a água depois de urinar.

Alimentação

A bebedeira pode fazer com que você perca muita glicose durante a metabolização do álcool. Comer é essencial. Reponha glicose! Pães e arroz são bons para isso.

Além da glicose, preencher o estômago pode aliviar a náusea. Ovos também são recomendados e podem aliviar os sintomas.

Porém, é recomendável evitar alimentos gordurosos. Eles podem irritar mais o estômago. Prefira massas e doces. Os ovos cozidos são mais indicados do que os fritos justamente pela gordura.

Café

A cafeína é estimulante, portanto a dor de cabeça e o cansaço podem ser aliviados tomando um café forte, especialmente se tiver açúcar, que repõe glicose e dá energia.

Entretanto, é importante lembrar que a ressaca só vai passar quando o fígado tiver terminado de metabolizar o álcool que ainda está em seu sistema e seu cérebro tiver descansado.

A cafeína também não é a melhor companheira do estômago e pode piorar náuseas, então cuidado com a quantidade.

Café pode piorar ou melhorar as dores de cabeça. Se elas estiverem fortes, a substância pode piorá-las por constringir os vasos sanguíneos, mas se você é acostumado a tomar café, a falta dele pode causar sintomas de abstinência. O ideal é tomar só um pouco de café para ressaca.

O café não acelera a metabolização do álcool, mas pode melhorar a sensação. Mas cuidado, café é diurético, você vai fazer um pouco mais de xixi. Isso quer dizer duas coisas:

  • Você vai limpar um pouco seu corpo;
  • Você vai perder água.

Ou seja, o café ajuda, mas deve ser acompanhado de água para manter sua hidratação. Está com ressaca, lembre-se de se hidratar. Mas cuidado para não exagerar, já que tudo em excesso faz mal.

Sono

Dormir não ajuda muito com os sintomas da ressaca e pode ser difícil conseguir cair no sono durante uma, mas é importante. O seu corpo está cansado e dormir o ajuda a se recuperar.

Não beber mais

Alguém pode ter dito para você que continuar bebendo cura a ressaca. Infelizmente esse alguém não sabe do que está falando.

O motivo da ressaca é a toxicidade do álcool no seu corpo, adicionar mais álcool só vai fazer com que você fique pior!

Os efeitos do álcool podem te distrair da ressaca, mas ela vai voltar mais forte quando passar. Você só vai ficar mais intoxicado e eventualmente terá que enfrentar a ressaca aprimorada pela quantidade a mais ingerida.

Além disso, tome cuidado! Álcool pode ser uma droga legal, mas ainda causa dependência, e o alcoolismo é um dos mais fortes e perigosos vícios.

Medicamentos

Alguns medicamentos podem ajudar com a ressaca. Analgésicos podem aliviar a dor de cabeça e do corpo, enquanto alguns podem acelerar o metabolismo do fígado. Existem alguns medicamentos que devem ser evitados, por exemplo o tylenol, já que seu princípio ativo briga com o álcool.

Remédios

Os medicamentos para a ressaca são variados e podem servir para aliviar as dores, náuseas e diarreia.

Para combater as dores de cabeça e do corpo, você pode usar:

Lembre-se de que o paracetamol não reage bem com o álcool, já que ambos afetam o fígado, e por isso ele deve ser evitado para ressacas.

Outros medicamentos servem para proteger o fígado dos efeitos nocivos da bebida. Alguns deles são feitos exclusivamente para lidar com a ressaca:

Atenção!

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas neste site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Kit ressaca

Existem algumas coisas que nem todos têm em casa, mas que ninguém se arrepende de ter caso precise. Extintores de incêndio, kits de primeiros socorros, caixa de ferramentas… e por que não um kit ressaca?

Um kit ressaca é composto por alguns itens que servem para aliviar o problema. Você pode comprar alguns prontos, mas também pode montar o seu próprio. Não é difícil!

Os itens listados a seguir podem ser guardados juntinhos para que, quando necessário, você tenha a cura para a ressaca fácil, perto de você.

Em caso de ressaca, quebre o vidro (Não quebre o vidro literalmente. O barulho pode aumentar a dor de cabeça).

Água mineral

Uma garrafinha de água mineral é muito importante. Recupera sua hidratação. Além disso, faz um par perfeito com o próximo item da lista.

Soluções para reidratação

As soluções para reidratação costumam ser flaconetes de eletrólitos concentrados que, misturados com água, reidratam o corpo de maneira eficiente. Você pode misturar na garrafa de água e beber para garantir que seu corpo ficará bem hidratado.

Existem diversas marcas, sabores e inclusive misturas já prontas, em que não é necessário adicionar água. Alguns deles são:

Isotônico

Bebidas isotônicas esportivas são uma boa adição ao kit ressaca. Eles fazem o mesmo papel que as soluções de reidratação, portanto podem ser uma outra alternativa e um grande aliado para fazer aquela sensação horrível ir embora um pouco mais rápido.

Comida

Algum doce, de preferência, é recomendado. Uma barrinha pequena de chocolate é uma ideia sensacional, mas você também pode colocar um pacotinho pequeno de bolacha ou torrada. Qualquer coisa que reponha a glicose no seu sangue é bem-vinda.

Como evitar a ressaca?

Pode-se dizer que o melhor jeito de evitar a ressaca é não beber. Mas, se você está lendo este texto, ou vai ignorar esse aviso ou é tarde demais para isso e você já está pensando na próxima vez.

Além disso, certas datas trazem a ressaca consigo. Natal, Ano Novo e Copa do Mundo, são alguns exemplos de eventos que costumam ser acompanhados de uma cervejinha ou caipirinha.

Aqui vão algumas dicas para você aproveitar as festas sem ressaca — ou, pelo menos, com uma ressaca um pouco mais fraca.

Não beba de estômago vazio

Antes de começar a beber, coma pães, massas ou cereais. Isso dará duas vantagens. A primeira é que seu estômago ficará protegido do álcool, dificultando as náuseas ou reduzindo seus efeitos.

A segunda vantagem de comer antes de beber é que o álcool é absorvido pelo estômago bem rápido. Porém, se você comer pães antes, por exemplo, o álcool será absorvido pelos pães e menos dele irá direto para o sangue.

Conforme o pão, pizza, cereal (ou o que quer que seja) embebido em álcool é digerido, o álcool é absorvido, mas agora em um ritmo mais lento. Isso fará com que seu fígado tenha mais tempo de metabolizar a toxina, reduzindo as chances de você ter ressaca.

Beba água entre as bebidas

Desidratação é um grande problema e deixa a ressaca pior no dia seguinte. Para evitar isso, beba um copo de água para cada dose da bebida escolhida, além de um extra para cada ida ao banheiro, e você ficará hidratado. Se a ressaca vier, será um pouco mais fraca.

Lembre-se de beber bastante água também quando chegar em casa.

Durma antes de beber

Um sono alcoolizado não é o ideal se você planeja acordar descansado, portanto, descansar antes de beber pode ser uma boa ideia. Talvez a ressaca ainda venha, mas pelo menos você não estará tão exausto e o corpo terá mais energia para se recuperar.

Misturar bebidas piora a ressaca?

Isso é mito. O que causa a ressaca é ter mais álcool no corpo do que o fígado é capaz de processar. De onde este álcool veio ou qual forma foi usada para produzi-lo é irrelevante. Álcool é álcool em qualquer bebida e em qualquer porcentagem.


A ressaca é um problema na manhã seguinte, mas com um pouco de cuidado é possível aproveitar a bebida sem sofrer muito com ela. E caso ela te alcance, há o que fazer para aliviar os sintomas.

Compartilhe este texto com seus amigos para que vocês possam fugir da ressaca!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

Deixe suas opiniões e comentários, nos preocupamos com ela:

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.