Redação Minuto Saudável
30/06/2017 15:55

Problemas de ereção são comuns durante a terceira idade

Com o passar dos anos o corpo tende a envelhecer e ter algumas de suas funções prejudicadas, mas ainda assim é possível ter prazer durante o sexo. A satisfação sexual diminui com o tempo, mas essa situação pode ser revertida com medicamentos que auxiliam na ereção. Apesar disso, a principal recomendação continua sendo a prática frequente de exercícios físicos.

Homens idosos que tem hábitos saudáveis, praticam exercícios físicos e tem uma boa alimentação podem ter ereções naturalmente, sem precisar recorrer a ajuda de medicamentos. Os cuidados com a saúde fazem com que o corpo funcione naturalmente e as ereções ocorram mesmo após os 80 anos de idade.

Os fatores que podem prejudicar

Aqueles que têm doenças como diabetes, relacionadas a circulação e hipertensão podem ter dificuldades durante o ato sexual. Isso, por que o processo que leva a ereção depende de estímulos recebidos em resposta neurovascular, a qual proporciona a dilatação das partes cavernosas penianas e leva ao aumento do fluxo sanguíneo no pênis.

Alteração hormonal, doenças crônicas, neurológicas ou colesterol alto são outros problemas que podem influenciar no prazer sexual. Não são incomuns casos de ereção em que o homem não consegue mantê-la até que haja satisfação do casal, por isso é importante desde cedo se preocupar com a saúde e tratar corretamente essas complicações.

O tempo

Apesar de hábitos saudáveis proporcionarem aos homens mais velhos uma vitalidade mais longa, é preciso respeitar os limites do corpo, o qual muda com o passar dos anos. A diferença de tempo em que um jovem e um idoso precisam para se recuperar de uma ereção e conseguir outra é bastante significativa.

Uma pessoa de idade pode precisar de 1 a 5 dias para se recuperar totalmente, enquanto o jovem pode precisar de apenas 20 minutos e já está pronto para outra ereção.

Homens com mais de 45 anos já podem perceber diferença na relação sexual. Isso se deve aos menores níveis de testosterona. Essa baixa resulta na diminuição da disposição física e também de libido, o que promove uma deficiência na sensibilidade peniana e na ereção.

Emocional

Embora a questão física seja extremamente importante para um bom desempenho sexual, o lado emocional também conta muito na hora do sexo. Estresse, insegurança e inexperiência são alguns dos fatores influenciáveis e que podem causar impotência sexual, o que não tem idade para acontecer. A química entre o casal é considerada um fator determinante para uma boa relação a dois.

18/04/2019 16:28

Redação Minuto Saudável

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*