Ao chegar na 34ª semana de gestação, a mamãe e o bebê estão se preparando para o parto. As atividades estão cada vez mais complicadas de serem realizadas. Subir escadas ou entrar no carro pode ser mais trabalhoso devido ao tamanho da barriga. 

Por isso, nestas últimas semanas, a gestante deve evitar fazer muito esforço, diminuindo o ritmo de modo que se sinta confortável. 

Na reta final, a grávida tende a cansar-se mais facilmente. Por isso, é recomendado descansar ao longo do dia (pelo menos por alguns minutinhos). 

Essas pausas podem ser uma oportunidade para fortalecer os laços maternos. A mamãe pode cantar, ler histórias e fazer carinhos na barriga, já que o neném começa a reconhecer todos esses estímulos.

Além disso, exercitar os hobbies e cuidar de si é fundamental.

Ler, conversar com as amigas(os), pintar, fazer atividades físicas leves, passear e assistir filmes são atividade que podem ajudar a grávida a distrair-se e amenizar a ansiedade.       

Mas manter os cuidados e atenção à gestação é importante. Fazer o exames pré-natais e seguir as orientações médicas diminuem as chances de complicações durante o trabalho de parto. 

Por isso, todo o período da gravidez deve ser acompanhado por um(a) obstetra e todas as dúvidas devem ser sanadas com o(a) profissional. 

34 semanas de gestação: qual o tamanho do bebê?

Com 34 semanas de gestação, o bebê já estará quase na metade do 8º mês, faltando, em média, entre 4 e 6 semanas para o nascimento. Nessa fase, o bebê está quase todo desenvolvido e seu tamanho aproximado é o de um pé de couve grande.

Desenvolvimento do bebê

Com 34 semanas de gravidez, alguns órgãos do bebê (como o pulmão) estão passando pela maturação e só funcionarão depois do parto.

A coloração dos olhos ainda não está definida. A íris será completamente pigmentada algumas semanas após o nascimento. Por isso, é comum que a tonalidade dos olhos dos bebês varie nos primeiros meses de vida. 

Nessa fase, o bebê já pode ter unhas e cabelos, que tendem a crescer cada vez mais. Alguns precisam cortar as unhas ainda na maternidade, logo após o parto, para evitar que se machuquem. 

Os ossos já estão formados e fortes, mas o crânio ainda não está completamente formado e há um motivo. Ter a cabeça mais molezinha vai ajudar o bebê a sair pelo canal vaginal durante o parto normal. 

Os sistemas nervoso, circulatório e imunológico estão completamente desenvolvidos. Se o bebê nascer prematuramente com 34 semanas, tem grandes chances de sobreviver, ainda que precise de aparelhos nas primeiras semanas. 

Como faltam algumas semanas para o nascimento, a mulher deve ficar atenta para os sintomas do parto, que são: dilatação do canal vagal, contrações com frequência menor que 10 minutos e rompimento da bolsa d’água. 

Esses sinais são bons indicativos para saber se o trabalho de parto começou. Se houver dores intensas acompanhadas de febre e sangramentos vaginais, deve-se buscar um serviço médico com urgência.  

Qual o peso ideal para um bebê de 34 semanas? 

O bebê ao completar 34 semanas de gestação deve pesar, em média, entre 2kG e 2,5kG. Nessa mesma fase, ele deve estar medindo, em média, 39cm e quase todos os órgãos e sistemas estão formados. O neném e a mamãe estão preparando-se para o parto. 

Agora, o bebê já está grande e não tem muito espaço para mexer-se dentro da barriga. Mesmo assim, a mãe deve sentir alguns movimentos com intervalos máximos de 12 horas.

Quais são os sintomas da gravidez? 

Cada fase da gravidez tem sintomas específicos. Confira as manifestações mais comuns durante a 34ª semana: 

Inchaço 

Nesta fase final, muitas mulheres podem ficar inchadas, já que o corpo tende a reter mais líquido durante a gestação. 

Outra causa para o inchaço é o crescimento do útero que impede o sangue de circular corretamente nos membros da região inferior. Por isso, pés e pernas podem ser os mais afetados pelo inchaço gestacional. 

Elevar as pernas, na altura do joelho, para ajudar a circulação sanguínea e evitar alimentos que sejam ricos em sódio são dicas para amenizar o inchaço. 

Dor nas costas 

As dores na costas são um dos sintomas mais comuns durante a gestação. Esses desconfortos são causados pelo aumento da barriga que muda o eixo de equilíbrio corporal. 

Além disso, os hormônios produzidos e liberados durante essa fase contribuem para as dores nas costas 

A gestante também pode sentir dificuldades para encontrar uma posição confortável para dormir à noite. 

Para amenizar esses desconfortos, indica-se evitar carregar peso e sempre cuidar da postura quando estiver sentada ou deitada. Fazer compressas e massagens leves nos locais doloridos também pode melhorar o incômodo. 

Leia mais: Grávida pode tomar dipirona? Prejudica o bebê?

Cólicas 

Com 34 semanas, é normal que a mulher sinta cólicas, especialmente depois de andar. Isso acontece porque o neném já está encaixado para nascer. 

Ou seja, com a cabeça virada para o canal vaginal, o bebê acaba pressionando essa região, o que causa dores e desconfortos.  

Algumas dores no útero também podem ser causadas pelas contrações de treinamento, que têm como objetivo preparar a gestante para o momento do parto.

Essas contrações são rápidas (menos de 1 minuto) e podem vir acompanhadas da sensação de “barriga dura”. 

Entretanto, se a cólica for muito intensa e acompanhada de sangramentos ou febre, a gestante deve ser levada para um hospital com urgência. 

Seios doloridos 

O corpo da mulher não está apenas se preparando para o parto, mas para manter o bebê vivo após o nascimento, ou seja, a produção de leite materno já começou. 

Assim, é normal que se note um pequeno aumento nos seios, que também podem ficar doloridos e causar desconfortos para a mãe. 


Com 34 semanas de gestação, é normal que o nervosismo e a ansiedade estejam presentes. A mamãe deve tentar relaxar e distrair-se para conter a expectativa da espera do neném. 

Alimentação rica em frutas, verduras e legumes, repouso e ingestão de 2L de água por dia são recomendações para ter mais saúde na gestação.

No Minuto Saudável tem muitos conteúdos sobre gravidez. Acompanhe nossas postagens!!! 

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *