Com a chegada das estações mais quentes do ano aumenta também o número de picada de mosquito e outros insetos. Além de causar incômodos locais, como dor e coceira, a picada também pode transmitir doenças graves (como leishmaniose, febre amarela e dengue) ou gerar reações alérgicas, causando irritações na pele.

Pensando nisso, trouxemos algumas opções de tratamentos e dicas para aliviar os sintomas de alergias à picada de mosquito. Confira!

Índice – neste artigo você vai encontrar:

  1. Como é feito o tratamento para picada de mosquito e outros insetos?
  2. Pomadas para picada de mosquito
  3. Cremes e pomadas para picada de mosquito em bebês e crianças
  4. Antialérgicos de uso oral
  5. Remédios caseiros para picada de mosquito
  6. Por que picada de mosquito incha e causa dor?

Como é feito o tratamento para picada de mosquito e outros insetos?

As picadas de mosquito, em sua maioria, não resultam em grandes complicações. Apesar disso, elas podem ser muito incômodas. Assim, para aliviar os sintomas, alguns tratamentos incluem o uso de cremes e pomadas, ou até mesmo de anti-histamínicos orais, caso as picadas sejam múltiplas.

Além disso, uma maneira de prevenir infecções ou agravamento das picadas é evitar coçar. Isso porque a unha pode causar feridas na pele, facilitando assim a entrada de bactérias e piora do quadro.

A melhor pessoa para indicar qual o melhor tratamento para seu caso, levando em conta seu tipo de pele, o inseto, a reação, etc. é o (a) médico (a) dermatologista. Mas, a seguir, vamos conhecer um pouco mais sobre as possíveis formas de tratamento para a picada de mosquito ou de outros insetos!

Pomadas para picada de mosquito

Fazer o uso de corticoides tópicos (de aplicar externamente sobre a pele) melhora a reação local e reduz a coceira. Esses medicamentos possuem em sua formulação ação antialérgica, antipruriginosa (evitam a coceira), antisséptica, anti-inflamatória e cicatrizante. A posologia pode variar de acordo com o produto, mas geralmente são indicadas de 1 a 3 aplicações por dia.

Porém, se houver qualquer tipo de reação alérgica, o recomendado é consultar o médico especialista, pois cada organismo reage diferente às picadas de inseto. Por outro lado, o acompanhamento do profissional também é importante, pois algumas pomadas podem ser fotossensibilizantes, ou seja, podem causar manchas quando a pele é exposta ao sol.


Entre os princípios ativos de média e alta potência, indicados neste tipo de tratamento, estão o mometasona, metilprednisolona e betametasona. Veja algumas opções:

Topison

Indicado para o alívio da inflamação e da coceira, esse medicamento é um corticoide sintético, à base de mometasona, que atua estreitando os vasos sanguíneos. Possui ação rápida e é possível perceber melhora em uma semana de tratamento.

Esse medicamento não deve ser utilizado por crianças menores de 2 anos e deve ser usado de acordo com as orientações médicas e instruções contidas na bula.

Advantan Creme

Assim como o topison, o Advantan atua diminuindo as reações alérgicas e inflamatórias da pele, aliviando a vermelhidão, o inchaço e a coceira. O medicamento tem como princípio ativo o aceponato de metilprednisolona, um corticoide classificado como agente anti-inflamatório potente com perfil de resposta rápido e efetivo.

Sua aplicação deve ser feita apenas uma vez ao dia nas regiões afetadas. Além disso, o tratamento não deve exceder 12 semanas e não deve ser interrompido sem conhecimento médico.

A aplicação o produto é contraindicada em casos de rosácea, dermatites, úlceras, acne e doenças causadas por vírus.

Leia também: Saiba a diferença entre eczema, dermatite e psoríase | MS (minutosaudavel.com.br)

Diprosone

Indicado para o alívio de inflamações e prurido, o Diprosone é feito à base de betametasona. Por ter um efeito vasoconstritor prolongado sua frequência de aplicação é recomendada a cada 12 horas.

O medicamento não deve ser usado em portadores de infecções de pele causadas por vírus e/ou fungos e pacientes com infecções na pele causadas por bactérias que não estejam recebendo tratamento. Também é contraindicado para crianças menores de 2 anos.

Caladryl

Já o Caladryl é um medicamento recomendado para aliviar sintomas relacionados à picadas de insetos, alergias, irritações na pele, urticárias ou queimaduras. Possui efeito antialérgico, analgésico e protetor da pele.

Essa pomada tem efeito rápido, que pode ser percebido logo após sua aplicação. Porém, não deve ser utilizada sobre bolhas, feridas ou áreas com secreção. Além disso, não é recomendado o uso de Caladryl em lesões de varicela ou sarampo.

Cremes e pomadas para picada de mosquito em bebês e crianças

Por terem a pele e o sistema imunológico ainda muito frágeis, bebês com menos de 2 anos de idade não devem usar pomadas, cremes ou repelentes tópicos — salvo quando há recomendação médica. Mas a orientação é sempre recorrer ao tratamento indicado por um (a) pediatra.

A partir dos 2 anos de idade já é possível recorrer às pomadas. Nesses casos, o recomendado é fazer a utilização de cremes indicados pelo (a) pediatra, como:

Fenergan

Possui propriedades antialérgicas e é utilizado no tratamento de sintomas de alergia (especialmente em picadas de inseto) e em irritações de pele.

Esse medicamento contém prometazina, substância capaz de contrapor os sintomas da histamina, produzida pelo organismo durante uma reação alérgica.

Polaramine

Esse medicamento é indicado para o alívio da coceira, urticárias e picadas de inseto. Não deve ser aplicado nos olhos, boca, nariz, genitália ou em outras mucosas, nem deve ser utilizado em áreas extensas da pele, principalmente em crianças.

A aplicação pode ser feita sob a área afetada 2 vezes ao dia.

Histamin

Histamin Creme é um antialérgico usado para o alívio de alergias, coceiras, urticária e picadas de inseto. Feito à base de dexclorfeniramina, mesmo princípio ativo do Polaramine, também pode ser aplicado 2 vezes ao dia.

Antialérgicos de uso oral para picada de mosquito

Pode-se fazer necessário a utilização de anti-histamínicos (antialérgicos) de uso oral em lesões maiores ou de grande quantidade. Além disso, desde que haja recomendação médica, esses medicamentos podem ser utilizados em crianças pequenas, melhorando a irritabilidade, a coceira e até mesmo o sono da pessoa que foi picada.

Conheça algumas opções:

Polaramine Gotas

Destinado para alergias e urticárias, o polaramine é um anti-histamínico que atua reduzindo os sintomas da alergia à picada. Esse medicamento é contraindicado para crianças recém-nascidas ou pessoas que estejam fazendo uso de inibidores da monoaminoxidase (IMAOs).

Histamin Xarope

Histamin é utilizado no tratamento de diversas manifestações alérgicas, como dermatites e picadas de inseto. Durante o tratamento, o paciente não deve ingerir bebidas alcoólicas. Além disso, o medicamento não é indicado para bebês em fase de amamentação e mulheres em período de lactação (amamentando).

Remédios caseiros para picada de mosquito

Se você não conseguiu escapar das picadas de mosquito e está sofrendo com a coceira, existem alguns tratamentos caseiros que podem aliviar os sintomas.

Porém, é importante ressaltar que muitos tratamentos apresentados na internet não possuem comprovação científica. Por isso, sempre consulte um (a) médico (a) antes de fazer a utilização de qualquer tipo de produto.

Algumas alternativas possíveis incluem:

Fazer compressas de gelo

Aplicar panos úmidos e gelados no local da picada proporciona um efeito anestésico na região, além de evitar que as substâncias inflamatórias se espalhem para outras partes do corpo.

Tomar banho de aveia

De acordo com a Academia Americana de Dermatologia (AAD), esse tipo de tratamento busca reduzir o inchaço, a dor, coceira e a inflamação que atinge a pele. A mistura leva leite, aveia e água gelada que pode ser aplicada suavemente com um pano.

Aplicar cremes e loções suaves

Algumas substâncias, como cânfora, calamina e até mesmo mentol, podem ser utilizadas a fim de aliviar os sintomas da picada. Porém, é preciso cuidar na hora da aplicação, pois pode haver irritação ou até mesmo ardência no local. Como a região já fica mais sensibilizada, é importante tomar cuidado e não passar nenhum produto forte ou desconhecido.

Por que picada de mosquito incha e causa dor?

Embora, muitas vezes, a picada de mosquito e alguns insetos possa ser considerada inofensiva, em alguns casos ela pode causar dor e até mesmo reações alérgicas graves. Isso porque, no momento da picada, os insetos liberam substâncias em nosso organismo, como anestésicos e anticoagulantes, que podem causar bastante desconforto.

Como resposta ao processo inflamatório, nosso sistema imunológico produz substâncias de defesa, como a histamina, responsável por deixar a pele inchada, coçando e com aquele aspecto vermelho.


As picadas de mosquito, em sua maioria, causam apenas um incômodo local, mas não acarretam maiores complicações. O mais importante é evitar coçar o local para evitar uma infecção secundária causada por bactérias.

Conhece alguém que sofre com isso? Então compartilhe esse artigo para que outras pessoas possam aliviar os sintomas também e siga acompanhando os conteúdos do Minuto Saudável.

Fontes consultadas


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.