Redação Minuto Saudável
29/06/2017 14:13

O que é Hipotermia, causas, sintomas, tratamento, tipos e mais

Com a chegada do frio, muitas preocupações referentes a nossa saúde tomam conta de nossa cabeça, afinal, são muitas as doenças existentes que se agravam ainda mais com a temperatura baixa, como a bronquite e a asma.

Além da nossa saúde, o nosso corpo também sofre bastante com a queda de temperatura, podendo até entrar em congelamento ou perder mais calor do que consegue produzir, como é o caso da hipotermia. A maioria das pessoas conhece a doença de forma muito superficial, não sabendo quais são as causas que a provoca e como faz para tratá-la.

E é por isso que, hoje, o artigo é sobre isso.

Índice — neste artigo você encontrará as seguintes informações:

  1. O que é Hipotermia?
  2. As fases da Hipotermia
  3. Quais são os tipos de Hipotermia
  4. O que causa a Hipotermia
  5. Os sintomas da Hipotermia
  6. Tratando a Hipotermia
  7. Há alguma complicação da Hipotermia?
  8. Como me prevenir da Hipotermia

O que é Hipotermia?

Os seres humanos são homeotérmicos por natureza, isto é, possuem a temperatura de seu organismo sempre constante, em torno de 37ºC, podendo ter pequenas variações nesse número (de 0,2ºC a 0,4ºC). Então, quando há uma queda muito drástica da temperatura corporal, é preciso ficar atento aos sintomas, pois pode ser hipotermia.

E o que é hipotermia?, você deve estar se perguntando.

Hipotermia é quando a temperatura central do corpo cai abaixo de 35ºC. É considerada como temperatura central a temperatura do coração, pulmão, encéfalo e órgãos esplâncnicos. Quando a hipotermia não é tratada rapidamente, pode haver algumas complicações, inclusive a morte.

As fases da Hipotermia

A doença pode ser classificada em três etapas:

Primeira etapa

A primeira etapa ocorre quando a temperatura corporal cai entre 1 e 2 graus. A pessoa tem arrepios, sua respiração fica mais rápida e as mãos dormentes, impedindo-a de fazer tarefas cotidianas.

Segunda etapa

Na segunda etapa, a temperatura corporal reduz em 2 a 4 graus. Os arrepios são mais intensos, os movimentos ficam mais lentos e as extremidades do corpo ficam com um tom azulado. Apesar de estar consciente, a pessoa fica confusa.

Terceira etapa

Nesta última etapa, os arrepios cessam e surgem sinais de amnésia. O pulso cardíaco e a respiração diminuem, o que prejudica na atividade celular do indivíduo e acaba causando a morte clínica do paciente.

Quais são os tipos de Hipotermia

A hipotermia pode ser classificada em três tipos:

  • Aguda;
  • Subaguda;
  • Crônica.

Elas se diferenciam por conta de seu nível de gravidade. Entenda o que caracteriza cada uma abaixo.

Hipotermia Aguda

Esse tipo de hipotermia é caracterizado pela perda brusca de temperatura corporal e se deve a alta exposição ao frio. A hipotermia aguda acontece porque o corpo perde muito mais calor do que é capaz de gerar.

Hipotermia Subaguda

Diferente da aguda, a hipotermia subaguda tem como característica a perda gradual e em períodos mais longos da temperatura corporal.

Hipotermia Crônica

Como citado no começo do texto, é comum algumas doenças se agravarem nas estações mais frias do ano, o que acaba causando várias consequências, incluindo a hipotermia crônica.

Além dessa classificação, a hipotermia pode também ser classificada por questões médicas:

  • Não-intencional ou  acidental;
  • Terapêutica ou induzida.

Hipotermia Não-Intencional ou Acidental

Esse tipo de hipotermia ocorre normalmente em pacientes submetidos a anestésicos-cirúrgicos ou em vítimas de traumas. Ela acontece por conta da perda excessiva de calor ou a falta de cuidados para prevenir que a condição acontecesse.

Hipotermia Terapêutica ou Induzida

A hipotermia terapêutica é aplicada no paciente de forma consciente pela equipe médica e possui objetivos bem específicos: tratamento de hipertensão intracraniana refratária, proteção neurológica pós-ressuscitação cárdio-pulmonar, durante cirurgias neurológicas ou cardíacas de maior complexidade, em algumas afecções que cursam com elevação descontrolada de temperatura, e outras.

O que causa a Hipotermia

A causa maior da doença é a exposição intensa ao frio sem roupas adequadas ou a imersão completa ou parcial em água congelada. Porém, há outras causas para a hipotermia, bem como grupos de riscos mais suscetíveis a contrair a doença:

  • Crianças e idosos, pois seus corpos não possuem a habilidade de manter a temperatura corporal estabilizada;
  • Pessoas com doenças mentais;
  • Pessoas com problemas de álcool e/ou drogas;
  • Alguns medicamentos, como antidepressivos e sedativos.

Determinadas doenças e condições também podem causar quadros de hipotermia:

Os sintomas da Hipotermia

Como a hipotermia pode ser classificada em três tipos de acordo com as condições físicas e climáticas, cada uma possui sintomas diferentes. Porém, há alguns que se assemelham entre eles.

  • Temperatura corporal abaixo de 35ºC;
  • Calafrios;
  • Fala difícil com voz trêmula;
  • Ritmo respiratório lento;
  • Pele fria e pálida;
  • Perda de coordenação;
  • Sensação de cansaço (fadiga);
  • Lentidão nos movimentos.

Sintomas da Hipotermia Aguda

  • Temperatura corporal entre 35ºC e 33ºC;
  • Sensação de frio;
  • Tremores;
  • Letargia motora;
  • Espasmos musculares;
  • Confusão mental;
  • Extremidades do corpo com tom acinzentado;
  • Pele fria.

Sintomas da Hipotermia Subaguda

  • Temperatura corporal entre 33ºC e 30ºC;
  • Sonolência;
  • Rigidez muscular;
  • Alterações na memória e na fala.

Sintomas da Hipotermia Crônica

  • Temperatura corporal inferior a 30ºC;
  • Imobilidade e inconsciência;
  • Pupilas dilatadas;
  • Frequência cardíaca baixa.

Tratando a Hipotermia

Ao perceber uma pessoa em situação de hipotermia, siga essas medidas de primeiros socorros:

  1. Chame uma ambulância imediatamente;
  2. Enquanto espera o socorro especializado, retire a pessoa do local gelado e dê uma bebida quente a ela (não muito quente, para que não ocorra choque térmico);
  3. Aqueça as axilas e pernas do paciente (pode ser com bolsas térmicas e cobertores);
  4. Caso a pessoa esteja com roupas molhadas, retire-as o quanto antes, pois elas absorvem o calor do corpo, impedindo-o de se manter na temperatura adequada.

Tratamento médico

A hipotermia crônica precisa de cuidados médicos e o tratamento consiste em:

  • Fluidos quentes;
  • Solução salina injetada na veia;
  • Reaquecimento do sangue;
  • Reaquecimento do corpo através de máscaras e tubos nasais.

Atenção!

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Há alguma complicação da Hipotermia?

Se o paciente com hipotermia crônica não tiver os devidos cuidados médicos, as seguintes complicações podem ocorrer:

  • Congelamento ou morte dos tecidos;
  • Frieiras ou danos nos nervos e vasos sanguíneos;
  • Gangrena ou destruição dos tecidos;
  • Nervos e vasos sanguíneos destruídos por conta da imersão da água gelada;
  • A baixa temperatura corporal pode causar a diminuição da atividade celular, causando a morte do paciente.

Como me prevenir da Hipotermia

Adequando as seguintes práticas ao seu dia a dia, fica muito mais fácil de prevenir a hipotermia:

  • Use roupas adequadas em dias frios;
  • Proteja a cabeça, pois cerca de 20% do calor corporal é perdido através dela;
  • Caso esteja com roupas molhadas, retire-as imediatamente;
  • Realize atividades físicas, pois os movimentos corporais ajudam o sangue circular pelo corpo, diminuindo a sua contração.

Caso você possua alguma dúvida sobre o assunto, mande aqui pra gente através dos comentários. E não se esqueça: ao constatar uma pessoa em situação de risco de hipotermia, chame uma ambulância para que ela receba os devidos tratamentos médicos.

17/04/2019 16:30

Redação Minuto Saudável

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Ver comentários

  • É normal ter diarréia tipo rala"agua?e manchas no corpo tipo coxas dor de cabeça pés congelados estou com quatro meias blusa grossa de frio tocs um cobertor e três endredons
    .muita sede e dor na perna esquerda. ."coluna"nervo ciático

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá Claudia!

      Se você está passando por estes sintomas, deve procurar um médico para obter um diagnóstico. Todas essas manifestações podem ser sinal de que algo em seu organismo não vai bem. Consulte um clínico geral!

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Olá que bom que encontrei edte site a muito tempo vários anos eu fiz uma consulta o médico ficou assustado quando viu minha temperatura edtava em 34C ele mandou a enfermeira tirar temperatura retal mais não subiu uma linha e até hj eu tiro minha temperatura nunca passa de 34 e muito difícil.. eu só não sabia q era grave .se vcs poderem me orientaram o q fazer agradeço

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Não sabia que existia este tipo de poblema corporal neste momento em que me deu vontade de pesquisa estou passando por estes sintomas em duas noites seguidas acontecer isso comigo meu corpo ficou muito gelado coloquei muitos lençois edredom meia nos pés mas mesmo assim não consegui ficar aquecida só não estou sentido nem um sitomas do qual eu lei mas o frio e muito grande não consegui me aquecer estou com muito medo depois que lei a matéria.agora TB sempre fico com mãos e pés muito frio e TB quadofico nervosa por algum motivo me dá um frio e fico sem controle no meu maxilar isto e hipotermia o quede o fazer nunca falei pra ninguém estes sintomas o que de o fazer me orientem por favor obg

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá Maria!

      Antes de adotar qualquer medida, você deve consultar um médico para descobrir a causa do problema. Ele irá te orientar sobre a necessidade ou não de um tratamento.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Oi, boa tarde. Tudo bem?
    Bom, sou piloto de avião e um de nossos treinamentos se consiste no conceito de busca e salvamento. Em um dos momentos, simulamos amerrissagem, evacuação e etc. Durante meu treinamento, agora no inverno, a temperatura do ambiente estava por volta de 4°, e a da água, por volta de 4° também. Ao sair da água, despenquei no chão e não senti mais nada de meu corpo, só conseguia ouvir o que falavam mas não consegui reagir a nada, apenas uns 10-15 minutos depois de meus amigos terem corrido para esquentar minhas pernas e braços e levando um casaco.
    Seria esse um caso de hipotermia? Se sim, em qual dos tipos se enquadra? Se não, teria ideia do que pode ter sido?
    Obrigado

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá Thierry!

      Diagnósticos só podem ser feitos por um médico, por meio de consulta e, quando necessário, exames. Nosso intuito é apenas levar informação confiável e simples aos leitores, além de estabelecer um canal de comunicação entre pessoas que se interessam por saúde e bem-estar. Recomendamos que procure um especialista!

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Oi pessoal! Tanto a matéria como os comentários me ajudaram muito. Peço desculpas pelo comentário que farei agora. Sou diabética, os triglicérides estão altos, e sei e o quanto a alimentação , a falta de grana, a genética pesam,, o quanto a pesquisa/leitura ajudam. Somos sempre orientados a procurar um médico. Dependo do SUS, e confesso que já passei por vários médicos expondo que e sou diabética, já passei pela fase das "botas de dor", não tenho mais sensação de toque algum nos pés, mas a sensação de hipotermia neles eu tenho e muita! Recomendam andar. Ando pelo menos 2 horas/dia, porque gosto, falta grana e é saudável, mas agora estou com duas pequenas úlceras (reicidem) entre os dedos mindinho e anular do pê esquerdo e a sensação e gelado e dormente é 24 horas. Fui no SUS. É para eu aplicar dexametasona (JA USEI ANTES). Pedi a bula, mas não veio bula. Pesquisei na internet. Estou com sensação de ainda mais gelado o pé todo. Isso é hipotermia? Poderiam me orientar se devo caminhar mesmo com essas úlceras? Já fui em ortopedista anteriormente e ele mandou tomar dipirona. Fui em endócrinos e em neurologistas. Dizem para eu controlar a diabete. Agradeço desde já!

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá Sueli!

      Infelizmente não é possível afirmar do que se trata uma condição sem que seja feita uma consulta e análise de todo histórico clínico. Além disso, apenas o médico é o profissional apto para fornecer um diagnóstico. O ideal é que você consulte um especialista o quanto antes para verificar tanto as úlceras (em alguns casos é necessário utilizar antibiótico pra não infeccionar) quanto a sensação de pé gelado (que pode ter relação com a circulação). Relate todos os seus sintomas e recomendações anteriores.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Olá!!
    Minha filha tem 2 anos e 6 meses em episódios a temperatura dela bem apresentado queda.
    A primeira vez caiu p/ 34.2, A seg. 34.5 a ter. 34.8 e hj q fez um dia é a madrugada quente caiu p/ 34.9.
    Ela não tomou nenhum medicamento em 3 desses episódios, TEM uma alimentação esplêndida e teve um dia normal....
    Fico sem entender o que provoca a queda da temperatura.
    Obrigado....

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Oi Veronica td bem... queria saber em relação a hipotermia da sua filha o que está sendo feito ja que me encontro numa situação parecida... meu filho é alérgico e está apresentando hipotermia por vários dias após ter uma febre insistente. Ele apresenta a hipotermia principalmente a noite. Ja realizou varios exames de sangue para checar fígado e demais órgãos e está td normal. Queria ter mais uma opinião a respeito do que se pode ser feito pq não encontrei uma resposta ainda. A médica diz que é preocupante mais não temos uma resposta ainda. Obrigada

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

      • Oi Ana Paula tudo bem ?
        Minha sobrinha esta apreeentando o mesmo sintoma relatado do seu filho,esta noite passanos com ela a madrugada inteira no hosptital com a temperatura de 33° a 34°, a nédica fez varios exames e não constatou nada,esta preocupante ja isso. Do seu filho passou sozinha ou descobriu alguma coisa sobre ??? Se puder me informar eu agradeço.

        Cancelar resposta

        Deixe uma resposta

        Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Boa tarde, sou hipocondríaca então nunca sei se estou doente/passando mal de verdade ou é apenas minha cabeça, estou com 34,5 °C e estou preocupada com isso. Tomo remédio para ansiedade, mas estou há alguns dias sem tomar ele por terem acabado, comentei porque vai que tem a ver.
    Grata :)

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Mayra, no final do texto do Minuto Saudável diz que em caso de dúvidas é pra escrevermos nos comentários. Mas no seu comentário vc diz que só um especialista pode nos ajudar. Fiquei confusa.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Denise!

      Dúvidas particulares sobre diagnósticos e tratamentos só podem ser esclarecidas por um médico por determinação da ANVISA. Qualquer questão geral sobre a condição (que não inclua conselho médico) pode ser enviada para nós. Sempre que possível, tentaremos esclarecer :)

      Obrigada pelo comentário!

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Olá!

    Tive hipotermia a uns 4 anos atrás,devido um acidente de carro numa noite de muita chuva e frio, o carro que eu estava ficou dentro de uma lagoa e eu fiquei presa dentro do mesmo durante algum tempo. Depois de ter tido hipotermia, mesmo com muito tempo do acontecido, eu sinto um frio imenso as vezes não consigo esquentar meu corpo de jeito nenhum. Isso é normal?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Gente do ceu aconteceu comigo este mes de janeiro no começi do ano eu estava deitada ba cama esta bem, de repente fiquei com frio comecei a tremer muito de frio meu esposo colocou três cobertor em cima de mim e nao me esquentava minha filha falou nossa a mae esta com os labios roxo meu esposo fez um cha quente e eu tomei mas eu tremia que nem vara verde nunca tinha sentido tanto frio na minha vida. De madrugada comecei a melhorar no outro dia tomei banho e começei acentir frio novamente mas graças a Deus estou bem nao era a minha vez de partir.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • No meu caso da quando estou dormindo no verão também. Detalhe:me alimento bem faço musculão tenho uma vida saudável,minha pressão 10 por6. Tenho 53 anos

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • tenho 61 anos e trato de hipotireoidismo a 24 anos também trato de sindrome de ansiedade generalizada com paroxetina a 14 anos...de uns dois anos pra cá comecei a ficar gelada de repente...todos se assustavam de sentir minha testa e mãos super geladas...notei que de agora tá ficando mais recorrente...todo dia há um periodo que fico gelada...já tinha dito ao psiquiatra e a medica clinica com quem me trato mas não me deram resposta satisfatoria...resolvi hj depois de mais um episodio de temperatura a 34.7 pesquisar na internet e encontrei este site...muito esclarecedor...tenho dois problemas no caso que podem gerar a hipotermia: hipotireoidismo e tomo ansioliticos...imediatamente após ler este artigo cobri a cabeça com um lenço de algodão, coloquei meias, uma blusa leve de agasalho...meu marido estranhou porque o tempo tá abafado...mas acreditem minha temperatura subiu pra 35.4...agradeço demais as explicações dadas...me ajudaram demais.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Sou diabético ee tenh problemas com a temperatura baixa do corpo. Medida com dois tipos de termômetro, está sempre em 35 ou 35,1. Isso influencia no metabolismo? Causa obesidade? Pois meu peso tem aumentado consideravelmente. Vou ao endocrinologista, porém nao sinto que o tratamento seja adequado. Pergunto: qual o tratamento para manter a temperatura dentro do normal?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Julio.
      É importante investigar as causas da hipotermia para, então, descobrir o melhor tratamento.
      Em geral, se a sua diabetes está controlada, é provável que não seja seja essa a causa. Porém, ela ou outros distúrbios metabólicos podem estar relacionados à baixa temperatura corporal.
      Por isso, o tratamento depende necessariamente da causa ou origem do problema.
      A hipotermia, em si, não causa alterações de peso, mas como pode haver outras alterações relacionadas (inclusive metabólicas), os quadros podem ter relação.
      Por isso, é necessário fazer uma avaliação médica.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Medindo minha temperatura durante uma semana ao acordar observei que nunca passa dos 35 graus e hj, antes de dormir está 34. Lendo a matéria aqui, fiquei preocupada.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • minha temperatura frequentemente está entre 34,5 e 35, que médico devo procurar?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Cristina.
      A temperatura baixa pode ter diversas causas. O mais indicado é você passar por um clínico geral, que poderá, em seguida, te encaminhar para o especialista mais indicado, de acordo com o seu quadro.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Olá!
    Quando tive mimha filha ha 20 anos tive a primeira crise. Apos 4 anos tive outro filho e por diversas vezes voltei a ter crises e até hoje se passar muito frio a crise volta. Nunca medi a temperatura pra ver quanto estava, mas a sensação é de que fosse morrer, começo tremendo muito, Vou perdendo as forças a ponto de não poder andar nem falar, falta a respiração e o socorro tem que ser com muitos cobertores e roupas quentes. Já falei com alguns médicos sobre isso mas nenhum deu importância. Será que isso pode ser algo grave ou apenas consequência de um pós parto mal guardado?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Gercina!

      A única forma efetiva de avaliar suas condições de saúde é por meio de uma consulta médica. É importante que você procure um clínico geral para que ele possa identificar a causa do problema e, caso necessário, indicar medidas de tratamento.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Bom dia!
    Geralmente quando meu filho tem infecções de garganta costuma ter febre alta mas, também tem longos períodos de hipotermia mesmo sem tomar antifebril. Isso é normal?

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Regiane!

      Ao tentar combater uma infecção, é normal que o corpo sofra oscilações de temperatura. Porém, se essa mudança é muito brusca, frequente e/ou duradoura, é necessário buscar ajuda médica.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • O máximo que minha temperatura atinge é 36,2ºC, sendo que na maioria dos dias permanece em 35,4. Quando me sinto mal, está abaixo de 34,9.
    Tomei muitos antibióticos contínuos desde 2013 devido a uma bactéria no osso(osteomielite crônica) o de amputei meu pé em 2017. Já apresentava hipotermia durante a administração do último antibiótico (Teicoplanina) em 2016.
    Não sei qual profissional médico procurar para saber a causa da baixa temperatura. Às vezes tenho tontura, tremor e confusão mental com sonolência. Mas os médicos que passei e relatei isso, não levam adiante.

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Oi, Fabiana!

      Inicialmente, a investigação da doença pode ser feita por um clínico geral. Após uma avaliação do seu quadro clínico, pode ser que seja necessário o encaminhamento para outro especialista. Espero ter ajudado, obrigada pela leitura!

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Bom dia, pelo que li aqui minha filha de 1 ano teve uma crise de hipotermia, pois teve tremores.arrepios e suas mãos,pés e boca ficaram azulados, essa não é a primeira ela ja teve esse quadro 3 vezes dentro de 1 mês, sendo que logo após ela melhorar sua temperatura sobe entre 38.9 e 39, por favor me ajude ja levei ela na urgência ficou em observação de 23h a 5h e nada foi constatado. Como devo proceder teria algum exame que possa ser feito para saber se ela tem algum problema que gere essas crises. Desde ja te agradeço. Ass. Tânia

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Tania.

      A solicitação de exames é feita exclusivamente pelo profissional de saúde, após avaliação clínica. A hipotermia pode ter causas variadas. É importante que você consulte um pediatra e exponha a situação, bem como suas dúvidas. Assim, ele poderá orientá-la e identificar a necessidade de realizar exames.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

  • Olá! preciso de um direcionamento, estou muito confusa a que tipo de médico devo recorrer. Iniciei um tratamento odontológico e após uns 10 min aplicada a anestesia local comecei a ter tremores involuntários, e fiquei mto gelada.Minha voz ficou tremula e meu corpo todo tremia muito.A dentista conseguiu abrir o canal com muita dificuldade. Após isso na 2 tentativa de tratamento, ela aplicou uma anestesia sem vasoconstritor, a tremedeira nao foi tanta, porém tb me deu mto frio e fiquei com um edema no rosto onde foi aplicado a anestesia.Agora eles nao querem continuar me tratar até eu saber qual meu problema, estou com dores nos dentes q tem os canais que estao abertos, e nao sei a que tipo de medico recorrer. Lendo tudo isso percebo que meus sintomas foram de hipotermia. Agradeco muito conselhos neste aspecto,obrigada!

    Cancelar resposta

    Deixe uma resposta

    Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

    • Olá, Nadieli.
      A hipotermia pode ser uma reação à anestesia. No entanto, somente com uma avaliação médica e exames pode isso pode ser confirmado.
      Quadros de hipotermia podem ser avaliados por clínico geral ou intensivistas (em casos de emergência hospitalar). Com uma avaliação inicial, o profissional poderá te encaminhar para outras especialidades se for necessário.

      Cancelar resposta

      Deixe uma resposta

      Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*