A descoberta do câncer de mama nem sempre é um processo fácil. A doença pode afetar não apenas questões físicas, mas também emocionais, como a autoestima. 

Há alguns remédios que fazem parte da rotina de pessoas diagnosticadas, como o Kadcyla, destinado ao tratamento de câncer de mama HER2+. 

Ele é um avanço na terapia da doença, já que faz parte do grupo de medicamentos chamados de terapia-alvo. Assim, ao contrário de muitos fármacos para o câncer, não apresenta, em geral, alguns sintomas colaterais característicos, como a perda de cabelo.

De acordo com estudos, o medicamento age de forma mais rápida do que as terapias já existentes, além de demonstrar grande eficácia.

Conheça mais sobre o fármaco:

O que é Kadcyla Tdm1?

Kadcyla é um medicamento de uso adulto, administrado via intravenosa (na veia) e fabricado pela Roche — companhia farmacêutica.

Seu princípio ativo é o Trastuzumabe Entansina e é utilizado no tratamento isolado de alguns quadros de câncer de mama HER2.

Inicialmente, a Anvisa aprovou o medicamento para o tratamento do câncer HER2-positivo metastático (quando o tumor se espalhou por outras partes do corpo) ou avançado em pacientes que já haviam passado por tratamento prévio.


Posteriormente, foi aprovado também para o tratamento adjuvante (tratamento secundário) no câncer de mama HER2-positivo em estágio inicial, que apresente doença residual invasiva — quando nem todas as células cancerosas foram eliminadas, mesmo após tratamento.

O câncer de mama HER2 é aquele em que o gene receptor HER2 se sobressai em relação aos outros no organismo. Esse gene atua no crescimento e diferenciação celular, o que acarreta maior desenvolvimento das células cancerosas.

Para que serve Kadcyla?

O Kadcyla serve para o tratamento do câncer de mama com receptores positivos para proteína HER2 — proteína que estimula o crescimento das células mamárias.

Ele é indicado para casos em que o câncer é avançado e sem indicação de cirurgia ou quando é metastático (em que tumor se espalhou por outras partes do corpo).

Além disso, a medicação deve ser administrada somente se o(a) paciente já realizou previamente o tratamento com outras duas medicações: Trastuzumabe + Taxano.

Em casos de câncer de mama inicial, o fármaco é recomendado para pacientes que já passaram por tratamento prévio neoadjuvante (administração de fármacos antes do tratamento principal) com Trastuzumabe + Taxano e apresentaram doença residual invasiva — permanência de doença nas mamas ou axilas mesmo após o tratamento.

Quais as reações e efeitos colaterais?

Assim como outros medicamentos, o Kadcyla pode apresentar alguns efeitos colaterais em quem faz seu uso.

Os muito comuns são:

  • Anemia;
  • Baixo número de plaquetas;
  • Náusea;
  • Prisão de ventre;
  • Vômito;
  • Diarréia;
  • Boca seca;
  • Dores;
  • Afta;
  • Fadiga;
  • Febre;
  • Fraqueza;
  • Calafrios;
  • Infecção do trato urinário;
  • Baixo nível de potássio no sangue;
  • Insônia;
  • Falta de ar;
  • Tosse;
  • Sangramento do nariz;
  • Lesões na pele;
  • Hemorragia.

Entre as reações comuns há:

  • Diminuição da quantidade de glóbulos brancos;
  • Disfunção do ventrículo esquerdo do coração;
  • Olho seco;
  • Conjuntivite;
  • Má digestão;
  • Inchaço;
  • Alergia;
  • Tontura;
  • Alteração no paladar;
  • Coceira;
  • Pressão alta.

Já em relação às incomuns, mas que podem ocorrer, estão:

  • Insuficiência hepática;
  • Aumento da pressão na veia porta;
  • Inflamação dos tecidos do pulmão.

Apesar dos sintomas listados, vale lembrar que cada organismo reage de forma diferente ao medicamento. Dessa maneira, não necessariamente todos(as) os(as) pacientes sofrerão todos os efeitos colaterais.

Tem contraindicações?

Sim. O Kadcyla não é indicado para pessoas que possuam alergia à substância Trastuzumabe Entansina ou aos demais componentes do medicamento. Além disso, é necessária a confirmação clínica que o câncer é Her-2 positivo.

Preços do Kadcyla

O Kadcyla é um medicamento de custo elevado. Seus valores variam de acordo com sua posologia.

Kadcyla 100mg 

O Kadcyla 100mg custa cerca de R$10.450*.

Cada frasco-ampola possui uso único e contém 100mg de pó liofilizado de Trastuzumabe Entasina.

Kadcyla 160mg

O Kadcyla 160mg possui valor de aproximadamente R$13.103*.

Cada frasco-ampola tem uso único e contém 160mg de pó liofilizado de Trastuzumabe Entasina. 

*Preços consultados em dezembro de 2019. Os valores podem sofrer alteração.

O SUS fornece?

Não. O Kadcyla não faz parte da lista de medicamentos fornecidos diretamente pelo SUS.

Apesar disso, pacientes com prescrição médica para uso da medicação podem recorrer à justiça.

Para isso, é necessário abrir um processo judicial. Durante esse procedimento, é preciso apresentar alguns documentos, como: Laudo Médico, exames, requerimento padrão, além do orçamento de 3 farmácias.

É possível realizar o orçamento pela assessoria de cotação de medicamentos de alto custo, que apresenta valores de forma simples.

O medicamento é aprovado pela ANVISA?

Sim. O Kadcyla foi aprovado e registrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária no ano de 2014. 

Ele faz parte da classe terapêutica de medicamentos antineoplásicos, aqueles utilizados para destruir células malignas.

Kadcyla ou Herceptin?

O Kadcyla e o Herceptin são medicações indicadas para o tratamento de tumores na área da mama. Apesar disso, eles apresentam algumas diferenças entre si, começando pelo princípio ativo.

Enquanto Kadcycla tem o trastuzumabe entansina como substância ativa, o Herceptin é à base apenas de trastuzumabe.

A forma de uso também difere. Enquanto o Herceptin pode ser utilizado tanto isolado, quanto em conjunto com outras medicações, o Kadcyla, de acordo com a bula, tem indicação de uso apenas como monoterápico (isolado).

Outro ponto são os efeitos colaterais. No Herceptin, assim como outros fármacos para o tratamento do câncer, é comum ter a perda parcial ou total dos cabelos. Já com o Kadcyla, essa reação não é listada.

Em relação ao acesso às medicações, o Herceptin é fornecido pelo SUS, enquanto o Kadcyla ainda não é distribuído pelo sistema de saúde. 

Ambos são administrados via intravenosa e possuem preços de compra semelhantes. Porém, a escolha deve sempre ser feita por profissionais de modo individual, considerando o quadro clínico de cada paciente.


O câncer de mama é uma doença enfrentada por diversas pessoas no mundo. No Brasil ocorrem cerca de 2 milhões de casos por ano. 

Para tratar do problema, existem medicamentos como o Kadcyla.

No blog do Minuto Saudável temos outros conteúdos sobre medicamentos e tratamentos para você. Continue lendo!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.