A infertilidade é uma condição que afeta a saúde sexual de mais de 50 milhões de pessoas no mundo, sendo que, somente no Brasil, cerca 8 milhões de homens e mulheres podem estar nessa situação.

Em casos onde o homem é considerado infértil, geralmente se associa essa causa com a má qualidade do espermatozoide.

Porém, segundo um novo boletim informativo da MedicineNet, o problema pode não ser devido à qualidade, mas sim aos danos que ele sofre na ejaculação.

Tudo isso foi visto depois que os pesquisadores compararam a qualidade do esperma de 139 homens. Entre esse número, 63 eram considerados inférteis e 76 férteis.

Então, os autores do estudo compararam a qualidade do esperma ejaculado dos dois grupos, que, de maneira já esperada, mostrou o primeiro grupo (inférteis) com maiores danos do que o segundo (férteis).

Porém, na segunda parte da pesquisa é que o resultado surpreendeu os cientistas, pois os espermatozoides retirados diretamente dos testículos do homen com infertilidade tinham a mesma qualidade dos ejaculados pelos férteis.

Através disso foi possível ver que esses danos aconteceram no percurso dos testículos até a ejaculação, podendo ser causado por estresse oxidativo e não pela qualidade reprodutiva.

A descoberta pode servir como uma futura opção de tratamento para que homens com problemas de fertilização possam ter filhos, sendo retirada a célula reprodutora diretamente do testículo do homem.


Leia mais: O que é ejaculação precoce e como tratar

O que é estresse oxidativo?

Estresse oxidativo é basicamente quando as células estão sobrecarregadas de radicais livres, que são moléculas capazes de danificar células saudáveis do corpo.

A presença de radicais livres pode ser agravada por alguns maus hábitos, como a ingestão de bebidas alcoólicas, alimentação inadequada, uso do cigarro e uma rotina cansativa.

Para ser evitado, é importante manter uma dieta de alimentos antioxidantes que ajudam a combater esse problema. Por exemplo, alimentos ricos em vitamina A e C (frutas cítricas), cenoura e beterraba.


Infertilidade masculina não significa a impossibilidade de não ter filhos, pois, atualmente, existem opções que ajudam o homem a superar esse tipo de problema.

Fonte: Health Day


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *