O que é Tenesmo?

Tenesmo é a vontade constante de evacuar, mesmo que não haja necessidade. As pessoas que sofrem desse problema tem a intensa vontade de ir ao banheiro mesmo quando não há fezes no reto e, muitas vezes, essa condição ocorre por conta da ansiedade. O tenesmo pode também causar a sensação de evacuação incompleta, podendo a pessoa sentir dor ou não.

As pessoas que sofrem com o tenesmo muitas vezes precisam fazer mais esforço para produzir uma pequena quantidade de fezes durante a evacuação.

Índice — neste artigo você irá encontrar as seguintes informações:

  1. O que é Tenesmo?
  2. Quais são as causas do Tenesmo?
  3. Sintomas do Tenesmo
  4. Diagnóstico
  5. Complicações
  6. Tratamento para Tenesmo
  7. O Tenesmo tem prevenção?

Quais são as causas do Tenesmo?

A maior causa do problema ocorre por doenças inflamatórias do intestino, que podem ser separadas em mais comuns e menos comuns. A causa dessas doenças não são conhecidas, mas acredita-se que a genética e o sistema imune façam parte do processo.

Esse tipo de inflamação são conhecidas como motilidade, que são problemas que interferem nos movimentos intestinais para deslocar o bolo alimentar.

Esses movimentos são conhecidos como peristálticos e são as contrações musculares em que os órgãos ocos tem a função de juntar o bolo fecal para fazer uma limpeza no intestino. Os movimentos são feitos de forma coordenada em contrações e relaxamentos que empurram o bolo fecal para ser expelido.

Mais comuns

  • Síndrome do intestino irritável;
  • Tumores (câncer do reto);
  • Retite actínica;
  • Infecções retais;
  • Doença de Crohn;
  • Retocolite ulcerativa;
  • Doenças sexualmente transmissíveis.

Os problemas caracterizados pela Doença de Crohn e Retocolite Ulcerativa podem causar ulcerações no trato gastrointestinal. Essas úlceras causam cicatrizes nas paredes dos órgãos que trabalham a digestão, provocando a dificuldade da passagem das fezes. Se houver a retocolite ulcerativa, essas úlceras ficam estagnadas no reto e no cólon. Se for a doença de Crohn, as úlceras podem se espalhar pelo trato gastrointestinal.

Menos comuns

  • Disfunção do assoalho pélvico;
  • Câncer de Cólon;
  • Doença diverticular;
  • Abscessos retais;
  • Estomatizados (ileostomia/colostomia);
  • Infecção de Cólon;
  • Prolapso hemorroidário.

Sintomas do Tenesmo

A principal característica da doença é o incômodo que há na região fecal, isto é, a sensação de que precisa defecar mesmo que não haja nada no reto.

Há alguns outros sintomas que também podem surgir em caso de tenesmo. Eles são:

  • Ansiedade;
  • Diarreia;
  • Calafrio;
  • Sangramento;
  • Febre;
  • Emagrecimento;
  • Dor abdominal;
  • Sangue nas fezes;
  • Vômito.

Diagnóstico

Existem diversas causas que podem causar o tenesmo, por isso é preciso ir ao médico  para que ele faça o questionamento rotineiro (anamnese) e também o exame físico, que consiste em algumas técnicas, inclusive o toque retal.

Existem exames específicos que o médico pode pedir, como retossigmoidoscopia, colonoscopia, cultura de fezes, hemograma completo, protosigmoidoscopia (exame do intestino grosso) e endoscopia.

Tratamento para Tenesmo

O tratamento é feito de acordo com a causa do tenesmo. Se for causado por inflamação, é provável que o médico indique o uso de antibióticos e anti-inflamatórios. Se a condição da doença não for muito grave, o médico pode indicar um tratamento para ser feito em casa para aliviar os sintomas de alguma dieta rica em fibras.

Ingerir muita água também é importante, além de realizar atividades físicas, que fazem com que o movimento dos intestinos funcionem corretamente.

A diarreia, quando presente, pode ser tratada com antibióticos, pois é indicado para combater bactérias e parasitas. Porém, eles não têm a mesma função para doenças virais.

Tratamento em casa

Mudanças no estilo de vida e na alimentação do paciente podem ser sugeridas pelo médico se cólicas e incômodo aparecerem como sintomas. Realizar uma dieta rica em fibras fará com que as fezes amoleçam e sejam eliminadas com mais facilidade.

Realizar atividades físicas também é indicado pelo médico, para que os intestinos possam movimentar as fezes pelo trato gastrointestinal.

Doença inflamatória como causa

Se ocorrer doenças inflamatórias no intestino, utilizar anti-inflamatórios pode ser o suficiente em alguns casos, mas, em outros, antibióticos podem ser necessários para auxiliarem a matar as bactérias existentes no intestino.

Diarréia e constipação como causa

Se a diarreia for a causa do tenesmo, o tratamento pode ser feito com antibióticos que combatem os parasitas e bactérias. Alguns medicamentos podem ser proibidos para o uso do paciente, pois a substância pode ser a causa da diarreia.

Se a causa for o contrário, a constipação, medicamentos laxantes podem ser uma opção de tratamento da doença. Em casos graves, pode ocorrer a quebra das fezes, através de um procedimento em que o médico usa as mãos para realizar a atividade.

Atenção! 

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Complicações

A doença pode ser um sintoma de câncer de reto, DST ou de alguma infecção e, por isso, é muito importante ir ao médico para que a doença seja diagnosticada e o tratamento seja dado corretamente.

O Tenesmo tem prevenção?

A melhor forma de evitar o problema é ter uma alimentação equilibrada, sempre ingerir a quantidade necessária de água recomendada por dia (2L) e também realizar atividades físicas para que os intestinos realizem os movimentos precisos.


Leia, comente e compartilhe esse texto com seus amigos e familiares para que eles também saibam o que é o tenesmo, bem como os problemas que a doença pode trazer.

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Editor Médico

Dr. Paulo Caproni

CRM/PR 27.679

Graduado em Medicina pela PUCPR. Residência Médica em Medicina Preventiva e Social pela USP. MBA em Gestão Hospitalar e de Sistemas de Saúde pela FGV.

Farmacêutica Responsável

Dra. Francielle Mathias

CRF/PR 24612

Farmacêutica generalista, com Mestrado em Ciências Farmacêuticas, ambos pela Unicentro. Doutorado em Farmacologia pela UFPR.

Participe da discussão

5 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Tem 3 dias que sinto um desconforto e vontade de evacuar mas toda as vezes que tenho vontade eu faço bem pouquinho e a sensação de desconforto não passa e a vontade de evacuar tambem não passa. Reconheço que bebo pouca água. Pode ser isso?

    1. Olá Leila!

      Apenas um médico poderá fornecer um diagnóstico de acordo com seu histórico, sintomas e resultados de exames (se necessário). Consulte um proctologista!

  2. Gases fortes, fezes normais duras e redondas, mas me preocupa logo apos refeiçoes
    Pequenos arrotos, forço para evacuar.

  3. Eu sinto vontade vacucar nao consigo quando acontece defecar tenho ssessao tem mais reto fico guiniada parece tem mais la reto nao sai pode ser o que olho come fibras

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *