Segundo pesquisa realizada em 2020, pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) com cerca de 400 médicos de 23 estados e do Distrito Federal (o que corresponde a 8% do total de psiquiatras do país), ocorreu um aumento de pessoas que buscam atendimento psiquiátrico em virtude de algum tipo de transtorno mental.

Essas doenças podem ser desencadeadas devido a diversos  fatores, como traumas, luto ou situações de estresse intenso, provando diferentes sintomas no indivíduo.  

Dessa forma, para tratar um paciente com algum tipo de distúrbio mental, são utilizados recursos terapêuticos, como o uso de medicamentos para reequilibrar as atividades cerebrais e a psicoterapia, para compreender a motivação de certos comportamentos, pensamentos e emoções. 

Um dos medicamentos que pode ser indicado para determinadas ocorrências mentais é o hemifumarato de quetiapina, substância desenvolvida em 1985 pelo laboratório AstraZeneca e comercializado pelo nome de referência de Seroquel. 

Devido ao sucesso no tratamento de doenças mentais com o benefício de proporcionar menos efeitos colaterais, neste texto vamos explicar como o hemifumarato de quetiapina deve ser utilizado e em que situações, confira!

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. Para que serve a quetiapina?
  2. Como tomar
  3. Efeitos colaterais
  4. Contraindicações
  5. Preço e onde comprar

Para que serve a quetiapina?

O medicamento é empregado principalmente nos casos de esquizofrenia e transtorno bipolar.

A quetiapina, precisamente o hemifumarato de quetiapina, é um princípio ativo que atua como um regulador de neurotransmissores importantes para a estabilidade química do cérebro, a serotonina e a dopamina.  

Portanto, o medicamento é prescrito para pessoas que apresentam irregularidades na atuação desses neurotransmissores, tendo como consequência, o surgimento de doenças mentais, mas precisamente para casos de:


Esquizofrenia

Um paciente esquizofrênico é aquele que tem uma “mente dividida”, tendo eventos de delírio, alucinações e pensamentos confusos constantes que impedem o indivíduo de distinguir a imaginação da realidade.  

A esquizofrenia é uma condição crônica, que não tem cura, apenas formas de tratamento que variam conforme a intensidade dos sintomas, melhorando a qualidade de vida e os relacionamentos interpessoais do paciente.

Transtorno afetivo bipolar

O quadro de transtorno afetivo bipolar é caracterizado por alternâncias de humor causando episódios eufóricos, depressivos e de obsessão. Vale ressaltar que nem toda pessoa que tem oscilação de humor tem transtorno bipolar

Dessa forma, somente após uma avaliação médica rigorosa é possível determinar a presença da doença. 

Como tomar

Por ser um medicamento controlado é necessário cuidado na hora de tomá-lo.

O hemifumarato de quetiapina deve ser administrado por via oral, tendo o paciente se alimentado ou não, ademais, não deve ser partido ou mastigado para ser engolido.  

Referente à posologia do medicamento, ela varia conforme a doença mental a ser tratada, sendo importante seguir a orientação médica para utilizá-lo adequadamente e garantir a eficiência do tratamento. 

Em geral, à medida que vão passando os dias iniciais do tratamento, a dose é aumentada gradualmente, seja em crianças (a partir dos 10 anos), adolescentes ou adultos, até que se chegue na posologia considerada eficaz (entre 400 mg a 800 mg/dia).

Porém, o aumento só deve ser feito após indicação médica.  

Conforme a bula disponível no site Consulta Remédios, a forma correta de tomar o hemifumarato de quetiapina para cada caso é:

  • Esquizofrenia e em episódios de mania associados ao transtorno afetivo bipolar: deve ser administrado duas vezes ao dia, ou três vezes ao dia, caso seja destinado a crianças e adolescentes (dependerá da resposta clínica e da tolerabilidade de cada paciente).
  • Episódios de depressão associados ao transtorno afetivo bipolar: apenas um comprimido diário durante o período da noite;  
  • Manutenção do transtorno afetivo bipolar I (em combinação com os estabilizadores de humor lítio ou valproato): é indicado tomar o medicamento duas vezes ao dia.

Efeitos colaterais

As reações mais comuns que acometem pacientes que fazem uso da quetiapina são sonolência, tontura, boca seca, sintomas de abstinência por descontinuação do medicamento.

Também pode ocorrer a elevação nos níveis séricos de triglicérides, elevação no colesterol total (predominantemente no LDL), redução do colesterol HDL, aumento de peso, redução da hemoglobina e sintomas extrapiramidais (que afetam o controle do tônus e da postura).

No entanto, pode ocorrer da pessoa não apresentar nenhum efeito colateral depois de tomar o fármaco, ou ter uma reação que não é esperada, nesse caso é importante informar ao médico responsável para que ele (a) decida como o tratamento deve prosseguir.   

Contraindicações

De acordo com a bula, a quetiapina não deve ser prescrita a pacientes com hipersensibilidade conhecida a qualquer componente de sua fórmula. Além disso, mulheres grávidas ou que estão amamentando também não têm indicação para usar o fármaco.

Já pessoas com problemas hepáticos, cardíacos, oculares (catarata, glaucoma) ou de retenção urinária, devem ter maior cuidado no uso do medicamento.  

Preço e onde comprar

O preço* da quetiapina varia entre R$50 a R$500 e pode ser adquirida em farmácias, drogarias e plataformas online. Normalmente, as marcas  disponibilizam embalagens com 28 ou 30 comprimidos revestidos.

É válido destacar que a quetiapina é vendida apenas com retenção de receita, não podendo ser vendida online pois é de venda controlada.

 *Preços consultados em agosto  de 2021. Os valores podem sofrer alterações.


Quem convive com uma pessoa que tem um distúrbio mental, acaba presenciando situações muitas vezes desagradáveis e estressantes para ambos, sendo necessário ter paciência para lidar com a pessoa e oferecer apoio para que a pessoa se sinta acolhida e possa melhorar progressivamente.

Se você gostou desse artigo? Então continue acompanhando o Minuto Saudável para saber mais sobre diversos assuntos da área da saúde.

Fontes consultadas


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.