O ovo é considerado um dos alimentos coringa para quem quer ingerir grande quantidade de proteína — seja para entrar em forma ou então ter uma dieta mais saudável.

Mas segundo uma série de seis estudos publicados na revista científica Journal of the American Medical Association, esse alimento pode ser vilão com o passar do tempo.

Isso porque na gema do ovo é encontrado o colesterol, responsável por aumentar os níveis de gordura no sangue. E quanto mais colesterol, maiores as chances de doenças cardiovasculares, AVC, insuficiência cardíaca e morte prematura.

Mas calma, isso exige cautela na hora da interpretação, pois se trata de um estudo observacional que encontrou uma frequência entre o ovo e essas doenças, porém não é capaz determinar se há, de fato, uma relação direta.

Além disso, segundo a principal autora do estudo, Norrina B. Allen, em entrevista ao The New York Times, os efeitos do colesterol também podem variar de pessoas para pessoa, pois dependem de fatores metabólicos e genéticos.

Quantidade de ovos e doenças cardiovasculares

Segundo o estudo, a quantidade de ovos que você come é que vai dizer o quanto de chances você tem de desenvolver alguma doença cardiovascular.

Então vamos lá, cada ovo tem em média 185 miligramas de colesterol em sua gema, e pela pesquisa foi possível observar que, para cada 300 miligramas a mais por dia de colesterol, as chances de doença cardiovascular aumentam em 17%.

Os pesquisadores também verificaram que o colesterol aumentou em 18% os riscos de morte prematura.


Mais ovos, menos gemas

A ideia do estudo não é que você deixe de comer ovos, pois eles contribuem para o organismo, por exemplo, com aminoácidos e minerais que são importantes para o corpo.

Os autores da pesquisa reforçam que é possível a ingestão deles de uma maneira saudável e que não aumente as chances de doenças cardiovasculares. Basta ter um equilíbrio na alimentação.

Por exemplo, utilizando ovos em saladas, que por se tratar de um alimento com grande quantidade de proteína,  pode servir como um complemento da refeição junto com as folhas e vegetais, que têm menos calorias.

Leia mais: Como consumir ovo na dieta?

Além disso, também vale lembrar que consumir somente as claras do ovo também é uma opção para reduzir a quantidade de colesterol, já que essa parte do alimento possui menos gordura.

Mas, lembre-se, é importante manter uma dieta equilibrada.


O colesterol é geralmente considerado como o vilão da saúde do coração, mas ele também  pode ser um aliado para o bom funcionamento do corpo humano, como produção de hormônios e vitamina D.

Fonte: Reuters


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *