Envelhecer é um processo natural do ser humano e, querendo ou não, todos passarão por isso.

É também natural que ao passar dos anos algumas linhas de expressão apareçam ou se tornem mais evidentes, como é o caso do bigode chinês.

Essas marcas, que levam esse nome por se assemelhar a um bigode estereotipado dos chineses, são um dos sinais de envelhecimento mais comuns.

Normalmente, começam a aparecer após os 30 anos, quando acontece uma perda natural de gordura na região e a pele começa a ter maior flacidez.

Para quem se incomoda com esses sinais, o lado bom é que existem vários cremes, truques e procedimentos estéticos que ajudam a prevenir, tratar e suavizá-los.

Se você ficou interessado no tema, continue a leitura de nosso artigo abaixo!

Índice – neste artigo você vai encontrar as seguintes informações:

  1. O que é bigode chinês?
  2. O que é sulco nasogeniano?
  3. Causas: o que provoca o bigode chinês?
  4. Bigode chinês na adolescência
  5. Bigode chinês no homem
  6. Como tirar?
  7. Preenchimento do bigode chinês
  8. Tratamento caseiro funciona?
  9. Creme para bigode chinês
  10. Ginástica facial e exercícios para bigode chinês
  11. Fotos: antes e depois
  12. Quanto custa um preenchimento no bigode chinês?

O que é bigode chinês?

O bigode chinês é o nome popular do sulco nasogeniano ou nasolabial, essas linhas que se estendem da parte lateral do nariz até abaixo do canto da boca.


São comuns dentro do processo de envelhecimento do nosso corpo e podem estar presentes nos homens e nas mulheres da mesma forma.

É mais comum que comecem a aparecer após os 30 anos, quando a produção de colágeno já não é tão grande quanto antes, mas também pode acontecer de surgirem ainda na adolescência.

Apesar de ocorrer por conta da flacidez da pele, esse não é o único fator que interfere no surgimento dessas linhas de expressão.

Pode ser um problema mais presente em algumas pessoas do que em outras por uma questão genética, pelo hábito de fumar, exposição ao sol e má alimentação.

Quando se trata do bigode chinês, é importante ter em mente que essa é uma marca de expressão que não é igual em todas as pessoas, podendo ter diferentes profundidades.

Isso acontece por diversos aspectos, como ação da gravidade, posição em que a pessoa dorme, mania de falar fazendo muitas expressões, atrofia óssea e redução de fibras musculares na região.

Para as pessoas que sentem um incômodo muito grande em relação às marcas no rosto, existem opções para prevenção e tratamento, tais como cremes, procedimentos estéticos e receitas caseiras.

Essas rugas, no entanto, não são as mesmas marcas que as pessoas com bochechas mais protuberantes podem ter.

Nessas pessoas, as linhas de expressão podem ser mais presentes, mas sem ter relação com o bigode chinês.

As pessoas que se sentem incomodadas com essa característica do seu rosto podem fazer como tratamento uma bichectomia. Mas isto é algo que deve ser bastante analisado e conversado com um médico.

O que é sulco nasogeniano?

O sulco nasogeniano nada mais é do que um sinônimo para bigode chinês, pois se refere a mesma coisa: as marcas de expressão que se formam em torno do nariz até o canto da boca com o passar dos anos. Essa marca também pode ser conhecida, popularmente, por ruga de amargura.

Causas: o que provoca o bigode chinês?

Uma das principais causas do bigode chinês é a flacidez da pele, que acontece dentro de um processo natural por conta da menor produção de colágeno feita pelo organismo. No entanto, não é o único fator que interfere no surgimento dessas marcas. Outros também podem piorar ou provocar essas rugas. As principais causas são:

Falta de colágeno

Com o envelhecimento, nosso corpo passa a produzir uma menor quantidade de fibras de colágeno e assim a pele acaba perdendo a elasticidade e firmeza, o que faz com que as linhas de expressão fiquem mais fortes.

Leia mais: Resenha Hidratante Epidrat Calm: para que serve, como usar, é bom?

Fatores genéticos

A genética e mudanças hormonais, assim como o passar do tempo, também interferem no surgimento dessas rugas, podendo ser responsáveis por antecipar o surgimento delas em pessoas mais jovens.

Má alimentação

Levar uma alimentação pode em nutrientes ou mal equilibrada pode resultar no envelhecimento precoce ou fragilização da pele. Por isso, uma dieta ruim pode favorecer o surgimento do bigode chinês.

Leia mais: Por que comer legumes e verduras?

Exposição ao sol sem proteção

O sol é muito importante para a nossa saúde por estimular a produção de vitamina D. No entanto, em excesso, e sem o uso de um filtro solar, ele acaba acelerando o envelhecimento da pele.

Por isso, é comum que os efeitos dessa exposição ao sol ao longo dos anos comecem a surgir após os 30 anos, por meio do surgimento do bigode chinês ou de manchas, por exemplo.

Leia mais: Comparativo de marcas: qual o melhor protetor solar para o rosto?

Hábito de fumar

Entre os vários malefícios do tabagismo, o envelhecimento precoce da pele é um deles. Com a quantidade de substâncias tóxicas que possui, o cigarro prejudica a saúde da pele também, causando perda da elasticidade e brilho.

Envelhecimento

Além dos efeitos do tempo, a ação da gravidade também interfere no surgimento desses sulcos. Com o passar dos anos, os tecidos profundos do rosto e a gordura da face descem e ajudam a deixar o bigode chinês ainda mais evidente.

Bigode chinês na adolescência

O bigode chinês, na maioria dos casos, surge apenas em mulheres e homens que estão acima dos 30 anos, pela perda de colágeno e envelhecimento da pele. No entanto, também pode aparecer na adolescência.

Nesses casos, o surgimento está mais relacionado a fatores genéticos, considerando que algumas pessoas possuem tipos de pele que estão mais suscetíveis às marcas de expressão de forma precoce.

Além da genética, o bigode chinês em pessoas jovens e adolescentes também está relacionado aos hábitos de vida, que podem levar a uma perda de colágeno precoce.

Isto inclui fumar, expor-se ao sol em excesso e sem proteção, consumir álcool e ter uma alimentação inadequada.

O tratamento em adolescentes e jovens são os mesmos, sendo necessária uma avaliação profissional para entender qual será o mais adequado para cada caso.

Bigode chinês no homem

Apesar de ser uma queixa mais comum entre o público feminino, devido à pressão estética que sofrem, o bigode chinês também é um problema que acomete os homens.

Pelos mesmos motivos, essa marca de expressão também pode se tornar um incômodo para eles.

As causas e tratamentos, no entanto, não se diferem.

Porém, existem algumas diferenças entre a pele feminina e a masculina que podem interferir na profundidade do bigode chinês e no momento em que aparecem nos homens.

Por exemplo, pelo fato da pele masculina ser mais espessa e conter mais colágeno, o bigode chinês, em geral, surge de forma mais tardia quando comparado às mulheres.

No entanto, não há um padrão, pois outros fatores podem influenciar.

Como tirar?

Para tratar o bigode chinês existem várias formas, as principais envolvem procedimentos estéticos e cremes:

Procedimentos estéticos

O principal procedimento estético para tirar o bigode chinês é o preenchimento facial.

Normalmente, são feitos por profissionais esteticistas ou cirurgiões plásticos. De modo geral, são realizados com ácido hialurônico.

No entanto, existem vários outros procedimentos que podem ajudar, como o peeling (físico e químico), radiofrequência, ultrassom focado e infravermelho, por exemplo.

Eles são mais indicados para prevenção ou para o tratamento de marcas iniciais, pois ajudam a melhorar a produção de colágeno e reduzem a flacidez da pele.

Cremes

Os cremes podem ser de tratamento e também de prevenção. São indicados normalmente os dermocosméticos que possuem princípios ativos que estimulam a produção de colágeno e que retardam o envelhecimento precoce da pele, como o ácido hialurônico e o ácido retinoico de uso tópico.

Leia mais: Conheça ingredientes perigosos de cosméticos e seus riscos à saúde

Preenchimento do bigode chinês

O preenchimento facial é uma das opções mais procuradas por quem deseja um tratamento mais imediato e duradouro. É mais indicado para pessoas que possuem marcas profundas, geralmente com idade mais avançada.

Leia mais: Hidratação da Pele: importância, como hidratar, produtos e dicas

Os principais tipos são o preenchimento com toxina botulínica e com ácido hialurônico:

Botox

O tratamento com toxina botulínica, ou botox, é feito para preencher o espaço que fica entre a gordura e a pele, que acaba formando o bigode chinês.

Ao estimular as células responsáveis pela contração muscular, a aplicação ajuda a suavizar essas marcas.

Apesar de ser um tratamento que ajuda a suavizar o bigode chinês, ele não é definitivo e o valor pode ser alto. Geralmente, o efeito dura entre 4 e 6 meses e pode ser feito pelo valor médio de R$2000 por sessão.

A aplicação é feita através da injeção da toxina botulínica na região, geralmente com pouco uso de anestesia tópica.

Por isso, é um procedimento considerado praticamente indolor, de rápida realização.

A frequência e quantidade de sessões devem ser avaliadas pelo profissional responsável, de acordo com as necessidades cada cliente.

Ácido hialurônico

O preenchimento com ácido hialurônico pode ser feito para ajudar a minimizar as linhas superficiais ou mais profundas da pele.

É aplicado também como o botox, através de uma agulha, fazendo com que a região dos sulcos seja preenchida e o bigode chinês seja reduzido.

Normalmente, é um procedimento rápido, com duração em média de 15 minutos. Os efeitos desse tipo de preenchimento são imediatos, mas é comum um inchaço na região no início.

Para ver os resultados, pode ser preciso aguardar em torno de uma semana. Também não é um procedimento definitivo, mas dura mais que o botox, entre 16 a 20 meses. O valor desse procedimento também costuma ser alto, custando em média R$1000 cada sessão.

Tratamento caseiro funciona?

A efetividade dos tratamentos caseiros é algo que varia de acordo com vários fatores.

Dependendo da profundidade do bigode chinês, os tratamentos caseiros podem não proporcionar os resultados esperados, sendo mais recomendado o uso de dermocosméticos específicos ou procedimentos estéticos, como o preenchimento.

No entanto, os truques caseiros existentes podem ser um complemento ou uma forma de prevenção dessas marcas de expressão.

Leia mais: Receitas caseiras hidratantes para diferentes tipos de pele

Dá para eliminar bigode chinês com colher?

Pode ajudar. No entanto, não é uma dica milagrosa e imediata. Na verdade, o uso da colher serve para que seja feito uma massagem facial para suavizar as linhas de expressão.

Os movimentos feitos funcionam como uma drenagem linfática, eliminando as toxinas e ajudando a melhorar a retenção de líquidos e inchaço.

Mas, no caso do bigode chinês, dependendo da profundidade das marcas, pode não ser o suficiente.

Para dar resultados, além disso, é preciso ser feito de forma correta, em movimentos firmes e por 10 minutos, em média.

Creme para bigode chinês

Os cremes para bigode chinês geralmente são usados como uma forma de prevenção dessas linhas de expressão, apesar de também serem uma opção de tratamento. Os principais são os que possuem ácido retinóico, ácido hialurônico e pro-Xylane.

Também é comum o tratamento do bigode chinês com o Adipofill, um cosmético produzido com um aminoácido chamado L-ornitina, capaz de aumentar o tamanho das células de gordura no rosto, que ajuda a minimizar essas marcas.

Dentro desse segmento de produtos, há uma variedade muito grande. Colocamos aqui apenas algumas opções de cremes:

Ginástica facial e exercícios para bigode chinês

Além de prevenir o bigode chinês com o uso de cremes e com outros hábitos, também é possível realizar alguns exercícios que ajudam a amenizar ou prevenir essas marcas de expressão.

A realização de uma rotina de exercícios específicos trabalha a musculatura facial e a previne a flacidez.

O ideal é que esses exercícios sejam feitos todos os dias. Com essa frequência, é possível ver resultados sutis ainda no primeiro mês.

Contudo, é importante dizer que o foco dessas ginásticas faciais está no fortalecimento da musculatura do rosto e não interferem diretamente na pele.

Os resultados obtidos são consequência da melhora do tônus muscular, das funções e do alongamento que esses exercícios estimulam.

Alguns exemplos de exercícios são:

Exercício 1

Com a boca fechada e os lábios cerrados, encoste a ponta da língua na mucosa da bochecha (é preciso que os dentes estejam separados ou semi abertos)

Como se fosse um movimento de empurrar os lábios pra frente, contorne toda a região da mucosa (ao redor da abertura dos lábios).

Esse é um movimento que pode ser feito em uma repetição de 10 vezes girando a língua em um sentido e 10 vezes para o outro.

Exercício 2

Com os lábios cerrados, cobrindo os dentes, tente dar um sorriso largo e se mantenha assim por cerca de 10 segundos. Depois, relaxe o rosto novamente por alguns segundos e repita o movimento cerca de 10 vezes.

Fotos: antes e depois

Confira o antes e depois de procedimentos estéticos para suavização do bigode chinês:

Vale destacar que os resultados variam conforme as características de cada pessoa e a indicação de tratamento deve ser feita por um profissional de saúde especializado.

Quanto custa um preenchimento no bigode chinês?

O valor do preenchimento para tratar o bigode chinês depende de uma série de fatores. Isso porque existe mais de um tipo de preenchimento facial e a variação da técnica interfere no preço.

Além disso, a clínica, o profissional e a região do país também podem influenciar no valor.

Por isso, uma média de preço é bastante difícil de ser definida.

Podem ser encontrados preenchimentos em valores entre R$ 100 a R$ 300. No entanto, existem preenchimentos realizados em custos bem mais altos, entre R$ 1000 e R$ 2000.


O bigode chinês, apesar de ser um sinal natural da ação do tempo sobre nosso organismo, é um incômodo para muita gente.

Por isso, para melhorar a autoestima, muitos procuram por cremes e procedimentos estéticos para prevenir ou tratar essas marcas.

Buscamos mostrar nesse artigo algumas das opções disponíveis. Obrigada pela leitura e compartilhe com mais pessoas essas informações!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Participe da discussão

2 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Tenho bigode chinês….eu odeio qual tratamento posso estar fazendo que cabe no meu bolso….já que o botox e tão caro as sessões de aplicação……sem falar que não duram muito tempo soccoro tenho bigode chinês….

    1. Olá, Valdete!

      Os dermocosméticos e os exercícios faciais citados neste texto podem ajudar a amenizar, além de prevenir as linhas de expressão. Para casos mais avançados, os resultados podem não ser tão eficazes quanto o preenchimento.

      Consultar um(a) dermatologista é uma boa alternativa. Este profissional irá fazer uma avaliação e poderá recomendar as melhores opções de acordo com suas necessidades e condições 😉

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *