Como calcular Período Fértil (regular e irregular) e sintomas

3

O que é período fértil?

Período mais fértil, popularmente conhecido como período fértil, é quando a mulher está ovulando, portanto possui mais chances de engravidar. Ele ocorre em média 14 dias antes da menstruação e possui durabilidade de 6 a 7 dias.

O método de calcular o período fértil, (popularmente chamado de tabelinha) é extremamente útil para quem deseja engravidar, as famosas tentantes, pois as chances de engravidar durante o período fértil são muito maiores, pois os óvulos estão maduros e são liberados para a fecundação.

Índice — Neste artigo você encontrará as seguintes informações:

  1. O que é período fértil? 
  2. Período fértil para engravidar
  3. Ciclo menstrual
  4. Tipos
  5. Sintomas
  6. Como calcular o período fértil?
  7. Como calcular o período fértil irregular?
  8. Perguntas frequentes

Período fértil para engravidar

Para as mulheres que visam uma gravidez, o período fértil é o momento ideal para tentar uma concepção. Consulte seu ginecologista para ele orientá-la no belo processo que é o planejamento de uma nova vida.

Diferente dos homens que produzem os espermatozoides ao longo da vida, as mulheres já nascem com seus óvulos contados: são cerca de 450.000! Eles ficam estocados até seu amadurecimento e normalmente só são liberados um por vez durante o ciclo.

Para engravidar, é necessário que a sua saúde e a do seu parceiro estejam em dia. Lembre-se que apenas a mulher não fará todo o processo sozinha, então é necessário que o parceiro esteja tão saudável quanto a mulher.

Estudos comprovam que a qualidade do sêmen é maior quando ocorre um intervalo de 2 a 3 dias entre as ejaculações, então, se você está tentando todos os dias e até agora nada, isso pode ser um bom indicativo de onde você está fazendo errado. Durante o período fértil, deve-se garantir pelo menos 3 relações sexuais com o sêmen de qualidade.

Não acredite nos mitos que falam que “X” ou “Y” posição irão facilitar ou dificultar a gravidez: a posição ou o orgasmo não influenciam em nada na fecundação. No entanto, o uso de alguns lubrificantes como KY e Astroglide podem inibir a capacidade dos espermatozoides se moverem, ou seja, dificulta que eles nadem até o óvulo, então casais que desejam engravidar devem evitá-los ao máximo.

Ciclo menstrual

É impossível entender o período fértil sem antes entender o ciclo menstrual e como ele afeta a fertilidade feminina.

PUBLICIDADE

A menstruação se inicia na adolescência e dura até a menopausa, ele representa os anos férteis da mulher. Composto geralmente por 28 dias, esse ciclo é dividido em 3 fases, que variam conforme as alterações hormonais sofridas no organismo feminino.

Se o seu ciclo não possui 28 dias, mantenha a calma! Isto não quer dizer você é uma aberração: é normal que os ciclos variem de 25 a 35 dias, algumas vezes até 38. No entanto, ciclos com intervalos muito curtos ou muito longos podem representar problemas como ovários policísticos. Se esse for o seu caso, consulte um ginecologista o quanto antes.

Como já mencionado, o ciclo menstrual possui 3 fases. São elas:

Fase folicular

Iniciada no primeiro dia da menstruação, a fase folicular dura de 5 a 12 dias. Nesta fase, o cérebro é estimulado a produzir mais hormônios folículos-estimulantes (FSH), responsáveis por estimular os ovários a amadurecerem os óvulos.

Com o amadurecimento dos óvulos, os ovários aumentam a liberação de estrogênio, hormônio responsável por tornar o revestimento do útero propício para uma gestação.

Fase ovulatória

A fase ovulatória é como escolher frutas. Os níveis de estrogênio sobem tanto que o corpo começa a produzir o hormônio luteinizante (LH). Tal hormônio seleciona o óvulo mais maduro e o leva a sair do ovário, ocorrendo, assim, a ovulação, geralmente por volta do décimo quarto dia do ciclo menstrual.

Depois de colhido, o óvulo começa seu caminho até o útero, passando pelas trompas. Fora do ovário, o óvulo precisa de determinados hormônios para sobreviver. Contudo, tais hormônios só se encontram no ovário, então o óvulo só consegue se manter vivo por vinte e quatro horas após a sua liberação. Aqui está a necessidade do espermatozóide entrar em contato com ele rapidamente.

Não é inesperado que a fecundação ocorra já no primeiro dia da ovulação, pois os espermatozoides sobrevivem até cinco dias dentro do corpo feminino.

Resumindo, assim como uma fruta madura, o óvulo precisa ser colhido. Caso contrário, ele se torna inútil.

Fase lútea

Por último, mas não menos importante, a fase lútea ocorre nos doze últimos dias do ciclo. Neste período, o folículo que foi deixado pelo óvulo dentro do ovário inicia a produção de progesterona em níveis elevados, pois continua preparando o organismo para uma possível gravidez.

Outro hormônio que se mostra presente é o estrogênio, que, dentre outras funções, aumenta o tecido mamário, o útero e a vagina, fazendo com que muitas mulheres tenham mudanças de humor e sensibilidade nos seios.

Se não houver a fecundação, o folículo encolhe gradativamente, assim como os hormônios vão deixando de atuar em prol de uma possível gestação. Os níveis de estrogênio e progesterona diminuem até que o revestimento do útero comece a se desprender, ou seja, até o início da menstruação.

Entretanto, se existir a fecundação, o óvulo se fixará nas paredes uterinas e o organismo iniciará a produção de Gonadotrofina Coriônica humana (hCG), popularmente conhecido como hormônio da gravidez. Nesta fase, o hCG é responsável por manter o folículo produtor de progesterona e estrogênio em alta, pois só assim o útero manterá seu revestimento até a placenta se formar.

Tipos

Existem dois tipos de períodos férteis:

Regular

Sortudas são as mulheres que possuem o período de ovulação regular! Esse tipo de período é caracterizado pelo início ser 14 dias antes da menstruação, em um ciclo ideal de 28 dias.

Nestes casos, o período fértil dura aproximadamente 6 dias, sendo os dois primeiros dias de intensa atividade no organismo.

Irregular

Uma mulher pode possuir um período fértil regular e irregular ao longo da sua vida, ou apenas um deles. Isto acontece porque períodos férteis irregulares são desencadeados por alguma razão. As principais são:

  • Estresse;
  • Cansaço;
  • Excesso de atividade física;
  • Grandes e rápidas alterações de peso;
  • Má alimentação (excesso de cafeína ou álcool);
  • Alterações hormonais (ocasionada por pílulas anticoncepcionais, antidepressivos, síndrome dos ovários policísticos ou mioma).

Sintomas

Muitas mulheres sequer sabem como identificar os sinais do período fértil, então confira abaixo os sintomas mais frequentes.

Acne

Não são apenas os hormônios estrogênio e progesterona que entram na festa hormonal que o corpo feminino se torna com o período fértil. Faz parte também a testosterona, hormônio que ajuda a aumentar o desejo sexual e incrementa a produção das glândulas sebáceas.

Tais glândulas são microscópicas, estão localizadas na pele e secretam o sebo, responsável pelo aparecimento de espinhas e cravos neste período.

Muco vaginal

A secreção vaginal, ou simplesmente o muco vaginal, possui variações durante o ciclo menstrual. O muco que caracteriza o período mais fértil possui aspecto de clara de ovo: é altamente escorregadio e pode ser esticado de cinco até oito centímetros sem se romper.

Estas características permitem que os espermatozóides nadem com facilidade até o colo do útero.

Outro tipo de muco vaginal que indica fertilidade é o aguado. A secreção cervical torna-se mais molhada quando a ovulação está próxima de ocorrer.

Temperatura corporal levemente elevada

Lembra daquele folículo sobre o qual foi mencionado acima, que aumenta a progesterona? Ele é o causador da temperatura elevada! Acontece que a progesterona também é responsável pela regulação da temperatura, então quando o folículo incentiva seu aumento, ele acaba por influenciar na temperatura corporal.

Para o bem de todas as mulheres, o aumento não é tão significativo assim e representa de 0,3° a 0,8° C.

Dores no baixo ventre

Muitas mulheres passaram por este sintoma e sequer o associaram com o período fértil, o que não é de se espantar, pois é algo completamente inconsciente. Normalmente, a dor pélvica surge de um lado de cada vez e com dias espaçados, a motivação é a liberação do óvulo.

Este processo varia de organismo para organismo, podendo ser levemente doloroso para algumas mulheres e completamente indolor para outras. Em alguns casos, ocorre da mulher ter as dores em um período e no outro não.

Aumento da libido e do apetite

Se você ainda não cansou de ouvir sobre eles, lá vamos nós! Mais um sintoma e, novamente, os culpados são os hormônios. Ao longo do mês, os hormônios femininos estão sempre em uma mudança, diferente dos homens que os possuem de maneira mais constante.

Durante o período fértil, o hormônio responsável pelo desejo sexual, a testosterona, aparece em maior concentração no organismo feminino, fazendo com que o apetite sexual da mulher se torne mais intenso. Em outras palavras, é o organismo ditando que é o momento ideal para realizar atividade sexual, pois ele está mais propício para gerar uma nova vida.

O apetite aumenta, pela relação de prazer que o corpo sente ao comer, este sintoma também está relacionado com o instinto de estocar energia e nutrientes providos pela comida.

Instabilidade emocional

As mudanças hormonais afetam as emoções diretamente, podendo deixar a mulher irritadiça ou chorosa de um instante ao outro.

Outros sintomas

Em algumas mulheres, existem outros sintomas, que se manifestam mais raramente e variam de caso para caso. Entre eles, os mais relatados são:

  • Seios inchados e/ou doloridos;
  • Sensação de peso nos seios;
  • Ganho de peso;
  • Enxaqueca;
  • Náuseas.

Como calcular o período fértil?

Calcular o período fértil é mais fácil do que parece, mas é preciso ser extremamente paciente e cautelosa nos cálculos. Separe papel e caneca e siga estas três etapas:

Primeira etapa: verifique o tamanho do seu ciclo

Para verificar o tamanho do seu ciclo menstrual, é necessário analisar as últimas datas em que ocorreu a menstruação. Através da extensão do ciclo, é determinado o dia mais provável da ovulação e, em consequência disto, o cálculo dos dias férteis.

Por exemplo: se Ana menstruou dia 30 de outubro e a menstruação seguinte chegou no dia 24 de novembro, então Ana tem um ciclo de 25 dias. Isso porque, do dia 30 até dia 23, teve um intervalo de 25 dias. O dia 24 não é contado porque o ciclo menstrual é contabilizado desde o primeiro dia da menstruação até o dia anterior da menstruação seguinte.

Entretanto, não se pode afirmar um período fértil somente por um ciclo. São necessários, no mínimo, 6 meses de ciclos para determinar uma contagem, visto que o tamanho do ciclo pode se alterar e, se for o caso, o ciclo será irregular e exigirá uma contagem específica.

Segunda etapa: determine a provável data da ovulação

Agora que você já tem o tamanho do seu ciclo menstrual, vamos descobrir como calcular a sua provável data de ovulação.

Nossa amiga ovulação deve dar a caras, por norma, de doze a dezesseis dias antes do fim do ciclo. Em média, a ovulação ocorre quatorze dias antes do ciclo finalizar, então para determinar a provável data devemos subtrair quatorze dias do tamanho total do ciclo.

Tamanho do seu ciclo menstrual – 14 = Dia do ciclo em que é mais provável que ocorra a ovulação

Se utilizarmos a nossa amiga Ana, que possui um ciclo regular de 25 dias, então o cálculo será assim:

25-14 = 11

Isto significa que o décimo primeiro dia do ciclo menstrual é o mais provável para ocorrer a ovulação. Ou seja, Ana estaria ovulando em 9 de novembro.

Terceira etapa: calcule os dias férteis

Os dias mais férteis são os cinco dias que antecedem e o dia seguinte à ovulação. Por esta razão será necessário mais um cálculo. Não é difícil, então relaxa que estamos quase lá!

Agora que temos o cálculo do dia da ovulação, será necessário determinar o primeiro dia do seu período fértil. Se a ovulação irá ocorrer no décimo primeiro dia, então temos que subtrair 5 dias para determinar o primeiro dia fértil. Novamente, usaremos o exemplo da Ana. Acompanhe o cálculo:

11 (dia da ovulação) – 5 (dias que antecedem a ovulação) = 6 (primeiro dia fértil do ciclo)

Resumindo, o primeiro dia fértil de Ana será o 6º dia do seu ciclo e irá se prolongar até o dia posterior da ovulação, ou seja, até o 12º dia do seu ciclo.

É necessário acrescentar 2 dias para a margem de erro, uma vez que o 14º dia é apenas a média, quando a ovulação pode ocorrer de 12 a 16 dias antes do final do ciclo menstrual.

Caso esteja tentando engravidar, saiba que o método de calcular o período fértil, também chamado de tabelinha, não é 100% confiável e, estatisticamente falando, não funciona com todas as mulheres. Para resultados mais assertivos, utilize testes de ovulação.

Testes de ovulação

Os testes de ovulação funcionam da mesma maneira que os testes de farmácia de tira, que detectam um hormônio a partir da urina. Neste caso, o hormônio a ser identificado é o luteinizante (LH). Em caso de confirmação da sua presença, a tira apresentará duas listras, confirmando a fertilidade.

Como calcular o período fértil irregular?

Calcular o período fértil irregular exige ainda mais paciência que o regular. Assim como nos casos de ciclos regulares, como exemplificado acima, é extremamente importante considerar a contagem dos últimos seis meses de ciclos.

Como ensinado na primeira etapa do ciclo regular, é necessário calcular os seus ciclos. No caso de irregularidades, você deve selecionar o menor e o maior ciclo. Nesses casos, considera-se o período fértil quando a mulher está entre o primeiro dia do período fértil do ciclo menor e o último dia do período fértil do ciclo maior.

Vamos usar a amiga de Ana, a Eduarda, para exemplificar os ciclos irregulares. Eduarda teve ciclos entre 27 e 32 dias de duração, então ela fará o segundo e terceiro passo acima e encontrará o primeiro dia do período fértil menor, que é do de vinte e sete dias. Observe:

27 (Menor ciclo) – 14 = 13

Isso significa que quando Eduarda tiver um ciclo de 27 dias, a ovulação ocorrerá no 13º dia do ciclo.

Para se obter o primeiro dia do período fértil, vamos subtrair 5, assim como fizemos na terceira etapa da Ana.

13°(Dia do ciclo) – 5 dias = 8° dia de ciclo

Veja que a Eduarda terá seu primeiro dia do período fértil de um ciclo de 27 dias a partir do 8º dia do ciclo.

Agora que você sabe calcular o menor ciclo, vamos para o maior. Para este caso, o cálculo é o seguinte:

32(Maior ciclo) – 14 = 18

Com isso, sabemos que o dia mais provável para a ovulação de um ciclo de 32 dias é o 18º dia de ciclo. Então, o período fértil termina após ele, ou seja, no 19º dia de ciclo.

Como medida de segurança, assim como no caso dos ciclos regulares, é ideal acrescentar 2 dias como margem de erro.

Para finalizar, os dois valores deverão ser unidos. O primeiro dia do período fértil do ciclo menor e o último do ciclo maior. Então, Eduarda poderia estar no período fértil entre o 8º e 21º dia do ciclo menstrual.

Evidentemente, o período não durará todo estes dias, mas como se trata de um ciclo irregular, é melhor garantir do que remediar!

Perguntas comumente feitas sobre período fértil

É possível engravidar fora do período fértil?

Não. Para existir a gravidez é necessário a fecundação, ou seja, a união de um óvulo e um espermatozoide. Se não existe um óvulo para se unir a um espermatozoide, então não ocorrerá uma gravidez.

É possível engravidar durante a menstruação?

Sim, pode ocorrer da mulher engravidar mesmo estando menstruada. É raro que isso ocorra, mas não impossível.

As mulheres mais propensas a engravidar mesmo menstruando são aquelas com o menor tempo de ciclo menstrual e duração menstrual maior que cinco dias.

Como os espermatozóides possuem a capacidade de sobreviver no corpo da mulher por no mínimo 5 dias e no máximo 7 dias, é possível que a mulher engravide caso tenha relações sexuais desprotegidas nos 2 últimos dias de seu ciclo menstrual.

Quem toma anticoncepcional tem período fértil?

Existem variáveis. Entretanto, 99% das mulheres que tomam o anticoncepcional respeitando as datas e horários não possuem período fértil. A explicação é muito simples: o anticoncepcional inibe os hormônios responsáveis pela maturação e liberação do óvulo, ou seja, a mulher não ovula e, sem óvulos, não há fertilidade.

Quando termina o período fértil?

O período fértil termina quando ocorre a ovulação. O organismo mostra os sinais por meio da mudança no muco vaginal, que se torna esbranquiçado, lembrando uma cola aguada ou um creme hidratante.

Menstruei duas vezes esse mês, como saber qual é meu período fértil?

Duas menstruações no mês podem significar que não houve período de ovulação, uma vez que o período fértil é a pausa entre uma menstruação e outra.

No entanto, algumas mulheres relatam ovular normalmente, mesmo menstruando duas vezes ao mês. Casos assim podem ocorrer devido a irregularidades no ciclo, por exemplo: um ciclo passar de 38 para 22 dias.

Quais as chances de engravidar tendo relações sexuais próximas ao período fértil?

Os espermatozoides podem sobreviver até cinco dias no organismo da mulher à espera do óvulo. Entretanto, cada organismo possui suas particularidades e, por isso, é difícil mensurar com exatidão as chances. Tanto é que um casal perfeitamente saudável pode levar até um ano para conseguir engravidar, enquanto outros levam apenas alguns meses.


Seja para uso contraceptivo ou como método para engravidar, quando há dúvidas sobre o período fértil, é indispensável consultar um ginecologista. Compartilhe este texto para que mais pessoas tenham acesso a essas informações!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (7 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...

3 Comentários

Atenção: os comentários abaixo são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Gratidão imensa pelo texto! Me ajudou muito, que muitas mulheres se auto conheçam e se unam em seu sagrado feminino.

  2. Parei com anticoncepcional em novembro em dezembro menstruei 1 em janeiro 3 vezes e em fevereiro 2 o meu ciclo tá desregulado ainda o que eu faço?

    • Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois somos impossibilitados pela ANVISA de prestar tal atendimento. Mas nós esperamos que você encontre respostas dentro de nosso site, através de informações como bulas ou até mesmo conteúdos e artigos. Se você acha que pode ter uma emergência médica, ligue para o seu médico ou 190 imediatamente.

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.