Existem alguns tipos de dores que são sentidas pela maioria das pessoas em alguma fase da vida, como é o caso das dores de cabeça, barriga e pernas. 

Estas duas últimas, embora não tenham idade, tendem a serem mais comuns ou acentuar-se conforme a velhice se aproxima. 

Felizmente, elas tendem a ser passageiras e podem ser tratadas. 

O que causa cansaço e dores nas pernas?

A dor nas pernas pode ser causada por várias complicações como: má circulação do sangue nos membros inferiores, lesões nos nervos ou músculos, doenças cardiovasculares, nervo ciático, distrofias musculares, problemas na coluna vertebral, lesões após exercícios físicos sem preparo, diabetes, gota e varizes.  

Para saber exatamente o que está causando os incômodos nas pernas, o recomendado é preciso buscar o auxílio de médico de ortopedistas ou angiologistas, que podem avaliar os sintomas e receitar a melhor forma de tratamento.  

Alguns outros fatores também podem provocar ou agravar as dores nas pernas:  

No frio 

As baixas temperaturas tendem a fazer com o que os músculos se endureçam. Isso acontece porque o organismo busca formas de manter-se aquecido e preservar o calor corporal. 

Essas contrações musculares podem ocorrer em todas as partes do corpo causando dificuldade na circulação, inchaços e dores. 


Para contornar essa situação, basta praticar exercícios que movimentem os membros inferiores. E não se esqueça de fazer o aquecimento e o alongamento corretamente.     

Na gravidez 

Durante a gravidez, o eixo de equilíbrio da mulher tende a mudar por causa do peso e do espaço que o neném ocupa. 

Isso pode acabar gerando dores nas pernas, nas costas, na lombar e nos braços. 

Em grande maioria dos casos, os incômodos nas pernas na gestação são causados porque a gestante tende a andar com as pernas abertas, o que sobrecarrega a musculatura. 

O inchaço (também comum na gravidez) é outro fator que pode provocar desconfortos nessa parte do corpo.    

Em repouso 

Durante o repouso, é comum que se aumentem as dores e desconfortos. Isso pode acontecer por vários motivos. 

Um deles é que, durante o dia, passamos mais tempo em pé. Isso faz com que, devido à posição vertical, o sangue se acumule nos membros inferiores ou tenha dificuldade para retornar ao coração. 

Ao deitar, elevamos as pernas ou a deixamos no mesmo nível que o restante do corpo, fazendo com que o sangue comece a circular da maneira correta novamente. Essa movimentação pode causar uma espécie de dor momentânea.

Outra razão para as dores durante o repouso são as cãibras, ou seja, contrações musculares que geralmente são provocadas ou pelo excesso de exercício (o músculo trabalha demais) ou pela falta do mesmo (o músculo fica parado e pode atrofiar). 

Na TPM e na menstruação 

As dores nas pernas durante a tensão pré-menstrual (TPM) e a menstruação estão relacionadas aos hormônios e às cólicas.

O útero, ao se contrair, provoca uma pressão que pode se espalhar para outras partes do corpo, inclusive as pernas.

Além disso, os hormônios (como o estrogênio) liberados durante essa época também são uns dos responsáveis pela dor nas pernas. 

Eles, em sua grande maioria, provocam a dilatação dos vasos sanguíneos e costumam gerar a sensação de latejamento na pélvis, nos seios e nas pernas durante a menstruação.   

Dores nas pernas à noite: o que pode ser?

As dores nas pernas à noite podem ser causadas por fatores como: cãibras, relaxamento muscular, falta ou excesso de atividades físicas, problemas de circulação sanguínea e crescimento (esse tipo de dor é comum na infância e adolescência).  

Além disso, outras complicações como veias dilatadas (varizes) ou inflamadas (flebite), podem agravar as dores nas pernas durante a noite. 

Todas essas situações citadas acima possuem tratamento (medicamentoso ou cirúrgico) que pode garantir uma melhor qualidade de sono. 

Como aliviar as dores nas pernas e nos pés?

As dores nas pernas e nos pés incomodam milhares de pessoas e podem, muitas vezes, ser tratadas com o auxílio de sessões de fisioterapia, alimentação correta, prática de atividades físicas e medicamentos. Hábitos do cotidiano e o estilo de vida também podem melhorar esse quadro.   

Algumas dicas tendem a ajudar no tratamento: 

  • Exercite as pernas com moderação: fazer alongamentos ou atividades que estimulem a circulação sanguínea dos membros inferiores (como caminhadas) pode ajudar a diminuir a dor; 
  • Faça massagens: utilize cremes hidratantes ou sabonetes para fazer massagens nas pernas, estimulando a circulação; 
  • Compressas quentes: compressas quentes podem diminuir o inchaço e as dores porque a temperatura quente estimula o relaxamento muscular; 
  • Compressas frias: já as compressas frias favorecem o enrijecimento dos músculos e reduzem o inchaço; 
  • Sapatos confortáveis: procure usar sapatos confortáveis, evitando ao máximo o uso de saltos altos, calçados apertados ou que exijam muito da musculatura da perna; 
  • Cuide da alimentação: reduzir os alimentos com sal, gorduras, embutidos, açúcares ajuda a evitar os problemas vasculares que podem estar relacionados às dores nas pernas. Frutas, verduras, fibras e carnes magras ajudam a fortalecer os tecidos e músculos da perna, além de prevenir as varizes; 
  • Mude de posição: ao longo do dia, é importante que se mude de posição com frequência. Por exemplo, após permanecer 2 ou 3 horas sentado(a), o ideal é levantar e caminhar por alguns minutos. Ou o contrário, a cada  2 ou 3 horas em pé, o ideal é ficar alguns minutinhos em repouso.   

Remédio caseiro para dor nas pernas 

Existem receitas de remédios caseiros que variam entre vinagre de maçã, argila, abacate, gengibre, castanhas e óleos de alecrim ou de cravo. 

Vale ressaltar que esses remédios não possuem comprovação científica, podendo funcionar para alguns e não funcionar para outros. 

Para ajudar a tratar essa condição em casa, as dicas de massagem, alongamento, repouso e ingestão de líquidos são as melhores opções.  


As dores nas pernas podem ter várias causas. Assim, ir a um(a) profissional ortopedista é o mais indicado para fazer o diagnóstico e receitar a melhor forma de tratamento e alívio da dor. O Minuto Saudável traz outras informações sobre bem-estar e saúde. Confira nossas postagens!!!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *