Doenças reumáticas podem proporcionar grande dor e desconforto para quem sofre com o problema. Além de acometer o sistema locomotor, elas podem afetar outros órgãos do corpo, interferindo em seus funcionamentos.

Para o alívio e tratamento desse tipo de problema, existem alguns medicamentos que podem ser empregues, entre eles, o Cetoprofeno.

Continue lendo e saiba mais sobre a medicação!

Índice — neste artigo você vai encontrar:

  1. O que é Cetoprofeno?
  2. Para que é indicado o medicamento?
  3. Como age o princípio ativo Cetoprofeno?
  4. Quanto tempo o Cetoprofeno demora para fazer efeito?
  5. Posologia: como usar Cetoprofeno 50mg e 150mg?
  6. Quais os efeitos colaterais conforme a bula?
  7. Preço e onde comprar?
  8. Precisa de receita?

O que é Cetoprofeno?

Cetoprofeno é uma substância anti-inflamatória não esteroidal (AINE) — ou seja, de origem não hormonal — utilizado como princípio ativo de alguns medicamentos.

É indicado para o tratamento de problemas relacionados a processos reumáticos, traumatismos, lesões ortopédicas e dores em geral. Pode também ser aplicado em alguns casos de problemas otorrinolaringológicos, urológicos, ginecológicos e odontológicos.

Está disponível nas apresentações em comprimido, cápsulas, supositório retal, solução oral (gotas), xarope, gel, solução injetável e pó liófilo.

De maneira geral, tem indicação de uso adulto, sendo apenas as versões em xarope e solução oral recomendadas também para uso pediátrico (acima de 6 meses e acima de 1 ano, respectivamente).


Para que é indicado o medicamento? 

O Cetoprofeno é indicado para o alívio de dores e inflamações provocadas por problemas que afetam diferentes partes do corpo, como: processos reumáticos (doenças que afetam músculos, articulações e esqueleto), traumatismos (lesões internas ou externas ao corpo) e dores no corpo em geral.

Em alguns casos, o Cetoprofeno pode ser também utilizado para tratar problemas otorrinolaringológicos, urológicos, ginecológicos e até mesmo odontológicos.

De maneira geral, a indicação pode variar de acordo com a apresentação:

  • Processos reumáticos: cápsula, comprimido, supositório retal, solução oral, solução injetável e pó liófilo;
  • Traumatismos: cápsula, comprimido, supositório retal, solução oral, solução injetável, pó liófilo e gel;
  • Dores em geral: cápsula, comprimido, supositório retal, solução oral, solução injetável, pó liófilo e gel;
  • Lesões ortopédicas: cápsula, comprimido, solução oral, solução injetável e gel;
  • Febre e dor pediátrica: xarope;
  • Processos otorrinolaringológicos: solução oral;
  • Processos ginecológicos: solução oral;
  • Processos urológicos: solução oral;
  • Processos odontológicos: solução oral.

Especificamente, o Cetoprofeno é indicado para casos de:

Processos reumáticos

Processos reumáticos são problemas que afetam músculos, articulações e esqueletos. Entre as doenças que podem ser tratadas com Cetoprofeno estão:

  • Artrite reumatoide — doença inflamatória que afeta as articulações;
  • Espondilite anquilosante — tipo de artrite que afeta a coluna e articulações grandes;
  • Gota — inflamação nas articulações causada pelo acúmulo de ácido úrico no sangue;
  • Condrocalcinose — doença causada pelo depósito de pirofosfato de cálcio no interior das articulações;
  • Reumatismo psoriático — tipo de artrite que pode afetar pessoas que sofram com a doença de pele psoríase;
  • Síndrome de Reiter — dor e inchaço nas articulações causadas por inflamações em outras partes do corpo;
  • Pseudo-artrite — tipo de artrite causada pelo depósito de cristais de pirofosfato de cálcio nas articulações;
  • Lúpus eritematoso sistêmico — doença inflamatória crônica de origem autoimune;
  • Esclerodermia — doença inflamatória crônica que provoca o enrijecimento dos tecidos conjuntivos;
  • Periarterite nodosa — inflamação das artérias de médio porte;
  • Osteoartrite — tipo de artrite que provoca o desgaste das cartilagens;
  • Periartrite escápulo-umeral — limitação dos movimentos do ombro e dor no local;
  • Bursite — inflamação das bursas (bolsa de líquido que protege as articulações);
  • Capsulite — dor e rigidez na articulação do ombro;
  • Sinovite — inflamação do tecido que envolve internamente as articulações;
  • Tenossinovite — inflamação do tendão e do tecido que o recobre (bainha);
  • Tendinite — inflamação do tendão;
  • Epicondilite — irritação do tecido que liga o músculo do antebraço ao cotovelo.

Processos otorrinolaringológicos

Alguns dos problemas relacionados à otorrinolaringologia, ou seja, que afetam o nariz, boca e ouvidos, que podem ser tratados com Cetoprofeno são:

  • Sinusites — inflamação das mucosas da face;
  • Otites — inflamação do ouvido;
  • Faringites — inflamação da faringe;
  • Laringites —  inflamação da laringe;
  • Amigdalites — inflamação das amígdalas.

Processos ginecológicos-obstétricos

Os processos ginecológicos-obstétricos, ou seja, relacionados ao sistema reprodutor feminino, que podem ser tratados com o fármaco são:

  • Anexite — inflamação das tubas uterinas;
  • Parametrite — inflamação do tecido que circunda o útero;
  • Endometrite — inflamação do endométrio; 
  • Dismenorreia — cólicas e dores pélvicas antes ou durante o período menstrual. 

Processos urológicos

Entre os processos urológicos, ou seja, que afetam o sistema reprodutor masculino, que a medicação pode ser administrada estão:

  • Cólica nefrética — dor causada por cálculo no trato urinário; 
  • Orquiepididimites — inflamação dos testículos e epidídimo;
  • Prostatites — inchaço na próstata. 

Processos odontológicos

Alguns problemas relacionados à região bucal podem ser tratados com o Cetoprofeno. Entre eles:

  • Periodontites — infecção da gengiva;
  • Pulpites — inflamação na polpa dentária (parte mais profunda dos dentes);
  • Abscessos — bolsa de pus que se acumula nos tecidos do corpo;
  • Extrações dentárias.

Lesões ortopédicas

Para lesões no aparelho locomotor, o Cetoprofeno pode ser administrado nos casos de:

  • Contusões e esmagamentos;
  • Fraturas;
  • Entorses — estiramento ou rompimento dos ligamentos;
  • Luxações — deslocamento de uma articulação.

Dores gerais

Entre as indicações para dores gerais no corpo, estão:

  • Nevralgia cervicobraquial — dor originada em nervos do pescoço, que irradia até os dedos;
  • Cervicalgia — dor no pescoço e ombro;
  • Lombalgia — dor na região lombar inferior;
  • Dor ciática — inflamação ou irritação das raízes nervosas que levam ao nervo ciático; 
  • Enxaqueca — dor de cabeça que pode ser acompanhada de náuseas, sensibilidade à luz e visão embaçada.
  • Pós-operatórios diversos.

Como age o princípio ativo Cetoprofeno?

O Cetoprofeno é uma substância classificada como anti-inflamatório não esteroidal (AINE), ou seja, não apresenta componentes esteroidais hormonais em sua composição. De maneira geral, ele atua inibindo a produção de substâncias relacionadas à inflamação e dor.

Seu mecanismo de ação ainda não é completamente conhecido e o que se sabe é que ele impede a síntese de um hormônio chamado Prostaglandina, que tem relação com o desenvolvimento de inflamações no organismo. Ao fazer isso, há o alívio dos efeitos inflamatórios no corpo.

O fármaco também atua na inibição da agregação plaquetária — mecanismo de união das plaquetas umas às outras — e apresenta atividade analgésica e antitérmica.

Quanto tempo o Cetoprofeno demora para fazer efeito?

Depende. O tempo de ação do Cetoprofeno varia de acordo com a apresentação da medicação. Em geral, o tempo máximo de absorção, ou seja, o período que o medicamento leva para ser absorvido pelo organismo, para cada versão é:

  • Cápsula — 60 a 90 minutos;
  • Comprimido — 45 a 90 minutos;
  • Pó liófilo — 5 minutos;
  • Solução injetável — 20 a 30 minutos;
  • Solução oral — 60 a 90 minutos;
  • Supositório — 45 a 60 minutos;
  • Xarope — 30 minutos.

Apesar disso, vale ressaltar que, em geral, o medicamento iniciará a ação nesse período, porém, a melhora de sintomas depende de outros fatores, como a intensidade do quadro clínico e a resposta do organismo à medicação. 

Posologia: como usar Cetoprofeno 50mg e 150mg?

Cada apresentação de Cetoprofeno apresenta uma miligramagem e forma de uso diferente. A versão em 50mg é a em cápsulas e a de 150mg o comprimido de liberação prolongada.

Especificamente, as miligramagens para cada apresentação disponível são:

  • Cápsula: 50mg;
  • Comprimido liberação retardada: 100mg ou 200mg;
  • Comprimido liberação prolongada: 150mg;
  • Supositório retal: 100mg;
  • Solução oral: 20mg/mL;
  • Xarope: 1mg/mL;
  • Gel: 25mg/g;
  • Solução injetável: 50mg/mL;
  • Pó liófilo: 100mg.

A posologia também muda de acordo com a apresentação indicada. Para cada variação, o modo de uso é:

Cápsula

A versão em cápsulas geralmente tem como indicação a ingestão de 2 cápsulas, 2 vezes ao dia ou 1 cápsula, 3 vezes ao dia.

É recomendado fazer o uso do medicamento durante ou após as refeições, juntamente a um copo de água.

A dose máxima diária recomendada é de 300mg.

Comprimido 

Há dois tipos principais de versões em comprimido do Cetoprofeno: de liberação retardada e de liberação prolongada.

Medicamentos de liberação retardada são aqueles em que a medicação é liberada no organismo após determinado tempo da ingestão, não sendo imediatamente após a administração do fármaco.

Já os de liberação prolongada são aqueles em que a liberação do medicamento no organismo é feito de maneira gradativa, durante um período de tempo prolongado.

A posologia indicada para cada um deles é:

Liberação retardada 

Os comprimidos de liberação retardada podem apresentar, em geral, miligramagem de 100mg ou 200mg de Cetoprofeno. 

No caso do comprimido de 100mg, o indicado é fazer o uso de:

  •  2 comprimidos diários, um pela manhã e outro a noite. 

Entretanto, se a miligramagem for de 200mg, o indicado é administrar:

  •  1 comprimido por dia, de manhã ou à noite.

Vale ressaltar que, para essa versão, não se deve ultrapassar a quantidade de 1 comprimido diário.

Liberação prolongada 

No caso do comprimido de liberação prolongada, em geral, existem duas maneiras de administrar a medicação: uma para o tratamento específico da enxaqueca e outra para problemas gerais.

Para uso em casos gerais, a administração deve ser feita em duas etapas: dose de ataque e dose de manutenção.

A dose de ataque é aquela em que há o objetivo de atingir de forma rápida certa concentração da medicação no corpo, para que o organismo tolere a aplicação das outras doses posteriormente (que são as doses de manutenção).

Para casos gerais, a indicação de uso é comumente indicada é:

  • Dose de ataque: 2 comprimidos por dia, dividido em 2 aplicações;
  • Dose de manutenção: 1 comprimido, 1 vez ao dia.

Já para o tratamento específico da enxaqueca, a recomendação é de ingerir ½ comprimido logo após ao início da crise.

Vale ressaltar que deve haver um intervalo de no mínimo 12 horas entre a administração de uma dose e outra. 

Dessa forma, mesmo que os sintomas não sejam aliviados com a dose ingerida, é contraindicada administração de uma nova dose antes de 12 horas da última ingestão. 

Supositório retal

O supositório retal geralmente tem como indicação de uso 1 aplicação, 2 vezes ao dia (um de manhã e outro à noite). 

Para administrar, alguns passos devem ser seguidos:

  1. Realize a higienização das mãos com água e sabão;
  2. Com o dedo polegar e indicador, afaste as nádegas;
  3. Introduza o supositório na cavidade anal;
  4. Comprima suavemente uma nádega contra a outra, para evitar que o medicamento volte.

Em dias quentes, de acordo com a bula, é recomendado colocar o medicamento em água fria ou geladeira por alguns minutos antes de retirá-lo da embalagem, para evitar que amoleça.

Solução oral (gotas)

A solução oral, ou seja, em gotas, deve ser diluída com um pouco de água para a administração.

O uso para crianças é de:

  • Acima de 1 ano: 1 gota por kg de peso a cada 6 ou 8 horas;
  • De 7 a 11 anos: 25 gotas, a cada 6 ou 8 horas.

Já para aplicação em adultos, o indicado é:

  • 50 gotas a cada 6 ou 8 horas.

Xarope

O xarope é a versão pediátrica do Cetoprofeno. Para sua administração, normalmente a indicação é que a posologia deve ser:

  • 0,5mg/kg/dose, de 3 a 4 vezes ao dia. 

Vale ressaltar que é necessário haver um intervalo de 4 horas entre cada aplicação. Em geral, o período de tratamento varia entre 2 a 5 dias.

Gel

Para a administração da versão em gel, basta aplicar o produto sob o local inflamado, de 2 a 3 vezes ao dia, massageando por alguns minutos.

A quantidade de produto deve cobrir toda a área do local afetado, porém, a dose diária não deve ser maior que 15g.

Além disso, o tratamento com o medicamento não deve exceder o período de 1 semana.

Solução injetável

A solução injetável é aplicada via intramuscular, ou seja, dentro do músculo. Ela deve ser administrada por um(a) profissional de saúde e a posologia indicada é de 1 ampola, 2 a 3 vezes ao dia.

A injeção deve ser feita no quadrante superior da nádega, de maneira lenta e profunda. Antes de realizar a aplicação, vale aspirar a seringa, para confirmar que a agulha não esteja em um vaso sanguíneo.

Pó liófilo

A administração da versão em pó liófilo é feita exclusivamente via intravenosa, ou seja, diretamente na veia, e deve ser aplicada por um(a) profissional de saúde capacitado(a).

Antes do uso, é necessário dissolver o pó liófilo. Os passos para o preparo e aplicação, são: 

  1. Dilua o conteúdo do frasco em 100mL a 150mL de solução isotônica de glicose ou cloreto de sódio, imediatamente antes do uso;
  2. Administre via infusão lenta por aproximadamente 20 minutos.

Para crises de cólica renal, o tratamento não deve ultrapassar o tempo de 48 horas.

Quais os efeitos colaterais conforme a bula?

Assim como outros medicamentos, o Cetoprofeno pode provocar efeitos colaterais em algumas pessoas. 

Vale lembrar que cada organismo reage de forma diferente ao fármaco. Dessa maneira, não necessariamente todos(as) os(as) pacientes sofrerão com as reações. 

Entre os efeitos colaterais comuns provocados pela medicação, considerando todas as apresentações, estão:

  • Dispepsia — indigestão;
  • Náuseas;
  • Dor abdominal;
  • Vômito.

Já entre as reações incomuns, mas que podem ocorrer, estão:

  • Cefaleia — dor de cabeça;
  • Vertigem — tontura; 
  • Sonolência;
  • Constipação — prisão de ventre;
  • Diarreia;
  • Flatulência — gases;
  • Gastrite;
  • Erupção cutânea;
  • Prurido — coceira;
  • Edema — inchaço.

As reações raras, são:

  • Ganho de peso;
  • Hepatite — inflamação do fígado;
  • Aumento no nível de transaminases — aumento das enzimas do fígado;
  • Estomatite — inflamação da mucosa oral;
  • Úlcera péptica — ferida na mucosa do esôfago, estômago ou intestino delgado;
  • Asma;
  • Tinido — zumbido no ouvido;
  • Visão embaçada;
  • Parestesia — formigamento em alguma parte do corpo;
  • Anemia hemorrágica.

Preço e onde comprar?

O preço do Cetoprofeno pode variar de acordo com a região geográfica, apresentação e marca indicada na receita médica. Entre as opções, podem estar medicamentos novos, genéricos, similares ou similares intercambiáveis.

Vale ressaltar também que caso haja a necessidade de comparar preços, é possível utilizar o site do Consulta Remédios, que indica os melhores valores de medicamentos em farmácias de cada região.

Entre as opções disponíveis do Cetoprofeno, estão:

Novo

Fármacos classificados como novos podem ser tanto medicamentos que estão entrando no mercado pela primeira vez quanto aqueles que apresentaram alguma mudança após seu lançamento, seja na forma farmacêutica ou formulação, por exemplo.

Entre os medicamentos classificados como novos do Cetoprofeno estão*:

*Preços consultados em julho de 2020. Os valores podem sofrer alteração.

Genérico

Medicamentos genéricos são aqueles que têm o mesmo princípio ativo, dose, forma farmacêutica, indicação e via de administração que o referência, porém, sem a nomenclatura comercial.

Dessa forma, é comercializado pelo nome do princípio ativo.

Entre as opções de genérico do Cetoprofeno e seus valores* estão:

*Preços consultados em julho de 2020. Os valores podem sofrer alteração.

Similar

Similares são os medicamentos que têm a mesma eficácia e efeito da referência, porém, podem ter, por exemplo, diferentes excipientes, prazo de validade, rotulagem e tamanho do produto.

Algumas das opções disponíveis de similares são*:

*Preços consultados em julho de 2020. Os valores podem sofrer alteração.

Similar intercambiável

Os similares intercambiáveis são aqueles que, assim como os similares convencionais, comprovaram eficácia e efeito semelhantes ao medicamento referência. 

A diferença é que esses produtos podem substituir, na hora da compra, os medicamentos referência prescritos na receita médica.

Entre os similares intercambiáveis estão*:

*Preços consultados em julho de 2020. Os valores podem sofrer alteração.

Precisa de receita?

Sim. Para a compra de medicamentos contendo Cetoprofeno como princípio ativo, é necessário apresentar uma prescrição médica branca de tipo simples.

Isso significa que a venda pode ser realizada apenas para pacientes que tenham uma indicação médica para uso da medicação.


Para pessoas que sofrem com problemas reumáticos, traumatismos ou até mesmo tenham passado por algum tipo de cirurgia, o Cetoprofeno pode ser um bom aliado.

O medicamento atua inibindo dores e auxiliando no processo inflamatório, o que ameniza desconfortos provocados pelas condições.

Além disso, o fármaco tem diversos tipos de apresentação, podendo ser utilizada a mais adequada de acordo com o quadro clínico de cada paciente.

Quer saber mais sobre medicamentos e saúde? O Minuto Saudável tem outros conteúdos completos para você! Leia mais e continue informado(a)!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.