O que é Sonambulismo, tratamento, causas, cura, sintomas e mais

14

O que é sonambulismo?

O sonambulismo é um distúrbio do sono que se manifesta, na maioria das vezes, nas primeiras horas após dormir. O distúrbio costuma atingir principalmente as crianças, mas é estimado que 1 a 15% da população já tenha tido pelo menos um episódio de sonambulismo.

Inclusive, a faixa etária que mais tem sonambulismo são as crianças, estima-se que 25% delas já tiveram, no mínimo, um episódio de sonambulismo. Gêmeos idênticos têm quadros de sonambulismo seis vezes mais que os não-idênticos. Acredita-se que 0,5% até 4% dos adultos apresentam sonambulismo.

O sonambulismo é caracterizado pela realização de atividades, como andar, falar e até mesmo preparar comidas, sem que haja consciência do que está acontecendo.

Na maioria das vezes, os olhos do sonâmbulo estão abertos, mas é muito difícil que ele lembre do que aconteceu. Os episódios costumam durar de poucos minutos até uma hora.

Índice — neste artigo você encontrará as seguintes informações:

  1. O que é sonambulismo?
  2. Causas
  3. Fatores de risco
  4. Sintomas
  5. Diagnóstico
  6. Tratamento
  7. Convivendo com o problema
  8. Acordar o sonâmbulo: mito ou verdade?
  9. Complicações
  10. Prevenção

Causas

Ainda não há certeza do que causa o sonambulismo, o que se sabe é que ele costuma afetar principalmente os homens e que há alguns fatores que podem aumentar o risco de desenvolver o transtorno. Eles são:

  • Ficar muito tempo sem dormir;
  • Cansaço excessivo;
  • Febre;
  • Apneia do sono;
  • Asma;
  • Mudanças na rotina do sono;
  • Ingerir bebidas alcoólicas (principalmente antes de dormir);
  • Ansiedade;
  • Enxaqueca;
  • Síndrome das pernas inquietas;
  • Narcolepsia;
  • Depressão;
  • Doença do refluxo gastroesofágico;
  • Estresse;
  • AVC;
  • Traumatismo craniano;
  • Ingerir determinados medicamentos (zolpidem).

Fatores de risco

Há dois fatores principais que podem causar o sonambulismo, eles são:

Idade

É comprovado que quem mais sofre com o problema são as crianças entre 3 e 8 anos, costumando desaparecer na adolescência. É possível que o sonambulismo surja somente na fase adulta, relacionado a outras condições de saúde, como o estresse e o cansaço.

Genética

Outro fator importante é a genética. Há grandes indícios de que o sonambulismo infantil aumenta em 45% se ou o pai ou a mãe já foram sonâmbulos em alguma fase da vida. Se ambos já tiveram o distúrbio, o número aumenta para 60%.

Sintomas

Os principais sintomas do sonambulismo não podem ser sentidos pelo sonâmbulo, pois é raro que ele lembre do seu episódio. No entanto, é importante saber quais são para que os familiares fiquem atentos e possam auxiliar caso seja necessário.

Geralmente, o sonâmbulo:

  • Sai da cama e anda pelo quarto;
  • Fica de olhos abertos, mas com a expressão vaga;
  • Senta na cama e fica com os olhos abertos;
  • Não responde quando é questionado;
  • Costuma fazer atividades normais, como ir ao banheiro, se vestir e até mesmo comer ou preparar uma comida;
  • Não lembra de nada do que fez no dia seguinte;
  • É possível acordar um sonâmbulo, mas se for acordado, ele pode se apresentar confuso;
  • Apresenta terror noturno.

Raramente, o sonâmbulo:

  • Sai de casa;
  • Dirige;
  • Tem relações sexuais;
  • Tenta pular da janela.

Mesmo assim, é sempre necessário tirar objetos pontiagudos do caminho, evitar deixar objetos no chão para que o sonâmbulo não caia, trancar as portas e retirar as chaves para evitar que ele saia e também, se possível, colocar grades e cadeados nas janelas e sacadas para que ele não pule.

Diagnóstico

Os médicos responsáveis por tratar o sonambulismo são: neurologistas, médicos do sono, geneticistas, clínicos geral e psiquiatras. Geralmente não é necessário se preocupar com o sonambulismo, mas é indicado marcar uma consulta com o profissional quando os episódios se tornarem muito recorrentes, seja em você ou em algum membro da sua família ou, então, se o sonâmbulo estiver muito agressivo durante o transtorno.

É indicado, antes de ir ao médico, notar as principais características que ocorrem durante o sonambulismo da pessoa, tais como:  o que ele costuma fazer, comer e beber, a que horas isso ocorre e quanto tempo dura. Todas essas informações podem fazer com que o médico adiante o diagnóstico.

Em alguns casos, realizar o estudo do sono pode ser útil. Isso consiste em dormir em um laboratório especializado que controla todos as fases do sono através de sensores que são colocados em variadas partes do corpo (polissonografia).

Tratamento

Não há tratamentos específicos para os sonâmbulos. O que deve ser feito, porém, é garantir a segurança do sonâmbulo, evitando manter objetos pontiagudos espalhados pela casa e trancar as portas e janelas para evitar quedas.

Apesar de não ter cura, se o sonambulismo for muito frequente, o médico pode prescrever algum medicamento que combate a tensão e a ansiedade, como antidepressivos e benzodiazepínicos. Algumas técnicas de relaxamento também podem ser feitas para controlar o distúrbio.

A técnica de hipnose pode ser útil para alguns pacientes por conta do relaxamento e da concentração da mente. Apesar da hipnose ser uma saída, cada caso de sonambulismo possui o seu tratamento próprio. Em alguns casos é indicado acordar o paciente alguns minutos antes do horário em que ele costuma ter a crise de sonambulismo.

Atenção! 

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Convivendo com o problema

As medidas de segurança já citadas nos itens acima são as melhores formas de evitar futuros problemas e garantir que o sonâmbulo tenha boas noites de sono. Outra coisa recomendada pelos médicos é encaminhar o sonâmbulo para a cama, para que ele volte a dormir tranquilamente.

É indicado também que os pacientes:

  • Não ingiram bebidas alcoólicas;
  • Não joguem videogame, não vejam televisão, não mexam no computador perto da hora de dormir;
  • Não se automediquem;
  • Criem uma rotina de sempre ir dormir e acordar nos mesmos horários, inclusive aos finais de semana.

Acordar o sonâmbulo: mito ou verdade?

Há crenças de que se acordar um sonâmbulo pode gerar problemas cardíacos a ele, mas nenhum caso é conhecido disso. O que realmente pode acontecer é que o sonâmbulo fique estressado e desorientado por não entender o que está acontecendo.

Complicações

Não há grandes complicações que possam surgir em pacientes com sonambulismo. O que pode ocorrer é que eles se machuquem ao andar pela casa, tenham sono em excesso durante o dia seguinte, causando, assim, estresse e mau desempenho nos estudos e no trabalho.

Prevenção

Ainda não há nada que se possa fazer para evitar o sonambulismo, já que ele também não possui causa específica. O recomendado é sempre deixar espaço para que o sonâmbulo possa transitar pela casa e não se machuque durante esse período.

Também é indicado que o sonâmbulo relaxe antes de deitar. Tomar banho, ouvir música ou ler um livro são atividades que podem auxiliar para que haja uma boa noite de sono.


Se você conhece alguém que possui esse transtorno, compartilhe esse artigo com ele e com os familiares para que saibam como agir durante a crise de sonambulismo! É possível também encontrar outros textos relacionados ao sono neste mesmo site!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (6 votos, média: 4,33 de 5)
Loading...

14 Comentários

Atenção: os comentários abaixo são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Nessa noite era meia-noite do nada eu comecei a levantar a cabeça e dai meu irmão disse que eu não parava de olha pra ele e dai eu abaixei a cabeça novamente dai em instantes ele me disse q eu levantei de novo a cabeça e dai depois eu dormir mais depois isso já era meia-noite e meia eu alevantei e fui pra sala e dai eu sentei no sofá e comecei a dormir e dai meu irmão começou a me chamar dai ele disse que eu não tava ouvindo ele e depois voltei pro quarto novamente mais eu não fui pra cama eu fiquei em pé por vários minutos se balançando

  2. Meu irmão de 14 anos fica sonâmbulo todas as noites, e ele começa a falar tudo enrolado e fazer várias coisas. Hoje ele começou a falar tipo como se estivesse com raiva perto da janela e eu acordei desesperada e ele começou a gritar e eu gritei junto com ele e disse pra ele sair de perto da janela mas ele não queria, ele estava com o travesseiro na mão e ele jogou o travesseiro pela janela. Eu fiquei com muito medo pq nos moramos no 8 andar, talvez se eu não tivesse acordado ele teria se jogado.
    Muito obrigada por essas dicas, agora vou fazer o possível para ele dormir bem!!!

  3. Meu filho acorda várias vezes na noite levanta conversa coisas sem noção só volta a deitar se eu mandar fica de olhos abertos fixos e no dia seguinte não lembra de nada sente fadiga a parte da manhã inteira.

  4. Estou passando pela mesma situação, faço tanta coisa que fico abismada do dia seguinte e muito constrangida. Já quebrei até a torneira da pia da cozinha, porém não me lembro de NADA e até duvido se realmente fiz tais coisas. Estou em pânico!

  5. Meu esposo fala todas as noites levanta fala come. Durmo mto mau cm ele, pois ele da um pulo e m assusta rsrsrs. O ruim q isso ocorre mais de uma vez na noite. Vamos procurar tratamento.

  6. Tenho vergonha, não quero ir “dormir” na casa dos outros não gosto de incomodar. O meu caso é só falar e raramente sentar na cama. As vezes as pessoas perguntam se eu lembro do que aconteceu, não tenho nem ideia. E as vezes minha mãe fala comigo e eu respondo, mesmo dormindo. Valeu ter lido as dicas.

  7. Nossa sofro com esse problema, eu sonho é as vezes abraço minha noiva e si eu tive apertando no sonho também aperto ela. Muito constrangedor essa situação. Levanto cento na cama converso, chego a um ponto que eu estou incomodado com isso vou procurar meios pra eu tentar dá um fim ou amenizar ao extremo isso.

  8. Bom dia obrigado pelas dicas. Hoje acordei e vi a porta de casa aberta quando me deparei com minha esposa parada no portão da garagem, aí cheguei perto dela e a levei para cama, sem acorda-la, ela deitou e dormiu tranquila. Não é a primeira vez, mas faz alguns meses que não acontecia. Deus abençoe a todos.

    • Minha filha de 9 anos tem episódios desde uns 4 anos, mas ultimamente mais frequente. Tenho medo que ela mexa em porta e janelas também.

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.