Eduardo (Minuto Saudável)
29/01/2019 09:57

Longevidade: estudo traça a relação entre biotipos e expectativa de vida

Publicidade

O tamanho do seu corpo e o sexo são importantes para determinar até quando você fará aniversário, segundo a pesquisa publicada no Journal of Epidemiology & Community Health.

No estudo, alguns fatores como altura, peso e a prática de exercícios se mostram intimamente ligados à longevidade dos homens e mulheres.

Para isso, foram observados os dados de uma pesquisa feita ainda em 1986, em que cerca de 7 mil homens e mulheres com idades entre 55 e 69 anos participaram respondendo sobre como era seu peso e altura quando tinham 20 anos.

Os pesquisadores também acompanharam essas pessoas durante anos para ver como alguns fatores iriam influenciar em suas vidas e quantos conseguiriam chegar aos 90 anos.

Além do peso e altura, a taxa de atividade física diária e hábitos de fumar ou beber também tinham um papel importante na longevidade.

Em relação aos exercícios, os participantes foram divididos pela quantidade de tempo que dedicavam à movimentação do corpo: foram separados aqueles que faziam até 30, 60 e 90 minutos diariamente. Caminhadas, jardinagem, e reparos em casa também fizeram parte das atividades.

Entre as 990 mulheres que chegaram aos 90 anos, a maioria era mais alta e com peso mais baixo.

Porém, no caso dos 430 homens que chegaram à idade controle, a altura não teve papel tão importante assim, e foi a atividade física a mais relacionada à longevidade masculina.

Os que se exercitavam por mais tempo tinham uma probabilidade de 39% maior para chegar à idade de controle.

Para elas, cerca de 60 minutos por dia representou 21% a mais de chances de chegar aos 90 anos, no entanto, fazer mais atividades, como 90 minutos por dia, não se mostrou vantajoso, já que as chances permaneceram as mesmas.

O que o estudo aponta?

O estudo foi feito através do método observacional, que não apresenta o resultado de maneira concreta, mas que pode trazer boas observações e reforçar algumas noções que, em geral, nós já sabemos.

Por exemplo, as medidas do corpo ou o sedentarismo podem ter uma causa direta com a expectativa de vida.

Esses sim contribuem muito para a saúde feminina e masculina, principalmente no combate à obesidade e sedentarismo, já que essas condições têm afetado a saúde de pessoas do mundo inteiro, em números alarmantes.

E apesar do aumento na expectativa de vida no mundo e dos avanços da medicina, optar por um estilo de vida saudável continua sendo a melhor prevenção contra várias doenças.

Portanto, o exercício físico mais uma vez provou ser o melhor amigo de quem se preocupa com a saúde.


Longevidade e qualidade são essenciais na vida. Hábitos simples e práticos ajudam a manter em equilíbrio esses dois fundamentos.

Mas também vale lembrar que deve-se manter uma rotina de visitas ao médico, seja para acompanhar suas atividades ou para aquele chamado check-up geral.

Acompanhe mais notícias no Minuto Saudável!!

Fonte: BMJ Journals

29/01/2019 10:53

Eduardo (Minuto Saudável)

Redator, é estudante de Jornalismo pela Uninter. Escreve notícias sobre saúde e bem-estar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*