Redação Minuto Saudável
12/12/2018 20:00

Como usar o protetor solar todos os dias e em qualquer situação

Na correria do dia a dia, tudo vira uma desculpa para que você simplesmente não passe o protetor solar, não é mesmo?

Então, confira as dicas aqui para que você possa se proteger da maneira correta todos os dias:

Oleosidade no cabelo

Muita pessoas reclamam ou deixam de passar o protetor perto na raiz do cabelo, perto da testa, porque afirmam que o cabelo fica oleoso. E, de fato, com o protetor solar em loção, isso pode acontecer. Mas uma ótima alternativa para essa região é utilizar protetores solares em pó.

Além de estar se protegendo, você já aproveitar e matifica a pele! Afinal, ninguém quer ficar com marcas de envelhecimento na testa, não é mesmo?

Maquiagem

Outra queixa muito comum e que resulta em muitas mulheres não usarem protetor, é o fato de não querem ou não terem tempo de refazer a maquiagem cada vez que forem reaplicar o protetor solar. Mas quem disse que essa é a única alternativa possível?

Existem protetores que são específicos para serem utilizados por cima da maquiagem e por isso são super finos e incolores. Assim, você pode aplicar a loção comum antes de fazer a maquiagem, e manter a proteção com esse mais fininho. Maravilhoso, né?

Ardência dos olhos

Apesar de ser uma questão bem relevante, afinal os olhos são muito sensíveis, você não precisa deixar de se proteger com medo de que seus olhos ardam, não é mesmo?

Essa ardência ocorre, porque ao aplicar o protetor solar em formato de loção, depois de algum tempo ele pode começar a escorrer da testa ou até no entorno e migrar para os olhos. Por isso, que a solução é bem simples.

Procure utilizar protetores em formato de bastão ou até mesmo pó no rosto, assim ele não irá escorrer e trazer desconforto para os olhos. Porém, ainda assim, é necessário tomar alguns cuidados como não esfregar, pois a região é bem sensível.

Oleosidade na pele

Uma das reclamações mais clássicas é que os protetores solares deixam a pele oleosa ainda mais oleosa e a seca também fica oleosa. Esse efeito é intensificado em dia quentes, quando a transpiração fica ainda maior e o protetor parece realmente derreter na pele.

Para evitar esse desconforto, o ideal é sempre optar por protetores mais leves, que tenham textura fina e toque aveludado, além de uma efeito mate que ajuda a absorver a oleosidade.

Pele sensível

Algumas pessoas que possuem a pele muito sensível sofrem ao aplicar o protetor solar e por isso acabam deixando de utilizá-lo, o que é um erro, porque as peles sensíveis podem sofrer ainda mais com os danos solares.

Alguns protetores contém ingredientes mais amenos em sua composição: é o caso dos protetores solares minerais que possuem menos tintura e à base de zinco. Assim, eles evitam que a pele fique vermelha ou com sensação de ardência.

Atividade física, suor e protetor

A prática de exercícios propicia a transpiração e, se você está com um protetor muito levinho, ele vai começar a derreter assim que você comece a suar.

Por isso, é importante usar protetores à prova d’água quando for se exercitar em locais abertos, pois eles duram mais tempo na pele e não irão derreter com tanta facilidade.

22/04/2019 10:09

Redação Minuto Saudável

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*