Resenha Active C10 La Roche-Posay: é bom? Clareia a pele?

11

Todo mundo, sem exceção, está suscetível aos danos causados pelo tempo. Muitas vezes, quando estamos na faixa etária dos vinte e tantos (que é o meu caso), acreditamos que não existe a necessidade de nos preocupar com as temidas rugas e marcas de expressão.

Mas se engana quem acredita que esses cuidados não são necessários. Com 25 anos, comecei a perceber os primeiros sinais leves do envelhecimento da pele.

É claro, são sinais extremamente — mesmo — sutis. Algumas marquinhas de expressão suaves ao redor dos olhos e testa, além de uma marcação um pouquinho mais acentuada na área do “bigode chinês”.

Para mim, é meio estranho pensar em tratamento anti-idade, porque ainda tenho que lidar com aquele velho problema da adolescência: a acne.

Espinhas não combinam com rugas, pensando assim de cara, não é? A gente constrói a imagem de que rugas são preocupações apenas para os 50 e poucos, enquanto a acne é um problema que nos ronda somente nos nossos 15 anos. Infelizmente, isso é um mito, e dos grandes.

A minha acne, de acordo com a minha dermatologista, tem nome: acne da mulher adulta. Entre 25 e 35 anos, muitas mulheres apresentam oleosidade excessiva. Isso acontece porque, nessa idade, há uma produção maior de hormônios masculinos em algumas de nós.

Eu iniciei o tratamento para esse problema. Além disso, percebi que o correto é também já iniciar medidas preventivas contra o tempo, cuidando da acne simultaneamente. Assim, no futuro eu talvez não precise me incomodar tanto com a aparência da minha pele.

Pensando nessas questões, comecei a usar um produto chamado Active C10, da La Roche-Posay. Durante o tratamento, analisei vários aspectos do produto e vim contar pra vocês! Vamos saber um pouco mais sobre ele nessa resenha? Confere aí!

Índice – neste artigo você vai encontrar as seguintes informações:

  1. Active C10: o que é?
  2. Para que serve?
  3. Ingredientes
  4. Vitamina C para o rosto: quais os benefícios?
  5. O que são rugas e linhas de expressão?
  6. Qual o melhor tratamento anti-idade?
  7. Active C10 é bom para rugas?
  8. Active C10 tira manchas?
  9. Active C10 causa acne?
  10. Active C10 pode ser usado na gravidez?
  11. Preço e onde comprar
  12. Como usei
  13. Pode usar o Active C10 se ele estiver amarelado?
  14. Minhas impressões
  15. Resultados: antes e depois
  16. Enfim, é bom? Funciona?
  17. Como evitar o envelhecimento precoce?

Active C10: o que é?

Active C10 é um produto vendido em forma de creme, apresentado em bisnaga. Mas, o que ele faz? Olha só o que a La Roche-Posay diz:

“O anti-idade Active C10 é um concentrado eficaz de vitamina C que atenua as rugas e recupera a luminosidade da pele, reforçando sua proteção antioxidante natural. As rugas são atenuadas e a luminosidade é recuperada. A pele se torna revigorada, luminosa, uniforme e sua proteção antioxidante natural é reforçada. Textura leve e fluida com finalização aveludada, não oleosa e não pegajosa.”

Para que serve?

Se trata de um dermocosmético — um produto com ação cosmética e dermatológica ao mesmo tempo — que tem o objetivo de proporcionar efeito antienvelhecimento.

É um complexo para combater rugas e linhas de expressão, além de uniformizar a pele e deixá-la mais luminosa. Tem como principal ativo a vitamina C.

Ingredientes

Apesar de o ácido ascórbico (outro nome da vitamina C) ser o principal componente da fórmula, obviamente ele não é o único. Para entender melhor como o Active C10 age, vamos dar uma olhadinha em sua composição:

Aqua, Ascorbic Acid, Dimethicone, C12-15 Alkyl Benzoate, Glycerin, Ethylhexyl Palmitate, Potassium Hydroxide, Cetyl Alcohol, PEG-100 Stearate, Glyceryl Stearate, Sodium Styrene/MA Copolymer, Stearyl Alcohol, Isobutane, Dimethicone/Vinyl Dimethicone Crosspolymer, Dimethiconol, Sodium Hyaluronate, Myristyl Alcohol, Ammonium Polyacryloyldimethyl Taurate, Disodium EDTA, Caprylyl Glycol, Biosaccharide Gum-1, Xanthan Gum, T-butyl Alcohol, Acrylonitrile/Methyl, Methacrylate/vinylidene Chloride Copolymer, Tocopheryl Acetate, Phenoxyethanol, Parfum.

A ordem dos ingredientes dispostos na lista não é aleatória. Existe um motivo para aquele determinado ativo estar antes ou depois, sabia? Sim!

Mas calma, eu te explico: quando um deles está por primeiro, significa que ele é o ingrediente em maior quantidade na fórmula, e assim sucessivamente.

Observando a lista do produto, percebemos que o componente mais abundante é a água. Logo depois, vem o ácido ascórbico (vitamina C). Essas coisas são importantes de se observar, principalmente quando falamos de dermocosméticos.

Muitas vezes, por exemplo, alguns produtos prometem uma grande ação da vitamina C, mas quando você vai analisar sua composição, percebe que ela ocupa um dos últimos lugares da lista de componentes.

Outro ponto é que, se não for possível observar a porcentagem de vitamina C na embalagem, preste atenção. Você pode estar pagando para obter os benefícios desse ativo, mas se sua concentração for menor que 5% na fórmula, o produto não irá surtir muitos efeitos.

Quando conversava com uma amiga sobre o produto, ela me fez uma pergunta pertinente: mas se o principal ingrediente é a vitamina C, por que não comprar aqueles efervescentes que encontramos fácil na farmácia e fazermos alguma receitinha caseira para passar no rosto?

Questionei a dra. Tatiane Bacchi sobre isso e a resposta dela foi a seguinte:

“Se você coloca ela simplesmente direto na pele, não vai agir e nem penetrar. A gente tem barreiras de proteção: possuímos várias fatores na nossa pele com a função de protegê-la, além de lipídios e outras coisas. Isso faz com que, muitas vezes, os ativos não penetrem nela da maneira como deveriam. Por isso, é preciso encapsular esses ativos para que eles ajam da maneira como gostaríamos. Em forma de cosmético, você sabe que a vitamina C está protegida para penetrar e agir na camada que precisa agir.”

E falando novamente sobre a evolução da cosmética, é importante lembrar que a usabilidade dos produtos também evoluiu. Hoje, os cosméticos possuem não apenas um, mas vários ativos benéficos, como hidratantes, fator de proteção solar etc. Por isso, vamos nos cuidar e usar apenas produtos próprios para a pele!

Afinal, muitas pessoas estudaram anos para desenvolver aquele produto, enquanto várias receitas caseiras não têm comprovação nenhuma de eficácia e podem, inclusive, prejudicar a saúde da sua pele.

Mas, voltando à análise da composição, é possível também observar nessa lista um ingrediente chamado Acetato de Tocoferol. Ele é comumente conhecido como vitamina E e se trata de outra vitamina com poder antioxidante.

Ou seja, na fórmula, é outro ativo que vai potencializar os efeitos anti-idade. Ele é muito utilizado em cosméticos com esse objetivo.

Vitamina C para o rosto: quais os benefícios?

Para entender melhor a proposta do Active C10, precisamos falar mais sobre a vitamina C, que é o principal componente da fórmula desse produto da La Roche-Posay. Ok, mas quais são os benefícios dessa substância?

A gente vive ouvindo a palavra “benefícios” aliada à vitamina C, né? Só que, na maioria das vezes, se trata da vitamina C presente nos alimentos ou em forma de suplementação oral. Porém, nessa resenha ela é a estrela de um jeito diferente: em forma de creme e de uso tópico.

Pois é, se você achou que a vitamina C é importante apenas para prevenir resfriados, se enganou! Ela faz bem para muitas coisas, inclusive para a pele!

Mas, qual é a diferença entre o ácido ascórbico de uso tópico e de uso oral? Minha dermatologista explica que, ao contrário daquela que se compra em forma de comprimido, o creme age com exatidão na pele:

“A absorção delas é diferente. Quando se ingere a vitamina C, você tem uma função mais sistêmica. Até porque, nesse caso, não é possível selecionar onde ela está agindo.”

Por isso, a vitamina C de uso tópico é a recomendada quando se procura melhora de aspectos da nossa pele, pois é lá que ela irá agir diretamente. Ela é um potente antioxidante, que ajuda no combate ao envelhecimento precoce e no clareamento de manchas, como diz a dra. Tatiane:

“O sol lesiona a pele através da oxidação. Aquele raio entra no DNA da célula e, por metabolismo, faz esse processo de oxidação acontecer. Esses radicais oxidados são os que envelhecem a célula, que causam lesões e que podem até mudar o DNA — a ponto de se tornar um câncer, por exemplo. O que acontece com a vitamina C é que ela age como se fosse fazer uma limpeza da pele, tirar esses radicais e, além disso, também tem um efeito na despigmentação.”

Porém, existem alguns detalhes que precisamos levar em conta quando falamos sobre a vitamina C de uso tópico.

O primeiro deles é que, para que possamos realmente notar os efeitos da substância na pele, ela precisa ter a concentração certa nos cosméticos em que é utilizada.

Segundo minha dermatologista, a maioria dos profissionais recomenda o uso de produtos que contenham pelo menos a concentração de 10%, que é o caso do Active C10. Em alguns casos (quando se procura resultados bem sutis, por exemplo) é indicada a porcentagem de 5%. Os valores máximos encontrados hoje em cosméticos são de 20% e 30%.

Mas vale ressaltar que, para determinar qual é a melhor concentração para você, tudo vai depender das características da sua pele e da avaliação do seu dermatologista. Ele é quem vai observar as suas necessidades e olhar seu caso mais de perto.

O segundo ponto relevante em relação à vitamina C é que ela é extremamente instável, ou seja, oxida e perde suas funções muito rapidamente. Por isso, é importante que a fórmula também contenha ativos que consigam estabilizar essa vitamina C e prolongar seus efeitos.

Esse é um dos motivos que faz com que as vitaminas C de uso tópico nunca sejam encontradas “puras”, sem adição de outros ingredientes.

Antigamente, esse não era um produto muito receitado pelos dermatologistas, porque tinha muitos “poréns”.

Somente com a evolução da indústria cosmética foi possível encapsular a vitamina C e estabilizá-la, fazendo com que ela penetre de maneira eficaz na nossa pele. Por isso, inclusive, a manipulação da vitamina C também é muito discutida.

De acordo com a dra. Tatiane, é preciso ter cuidado quando se manipula esse ativo. Caso contrário, é possível que se tenha um creme “inútil”, que não vai trazer melhora nenhuma. Ou seja, você corre o risco de ter um creme que não tem ação, além de acabar perdendo seu dinheiro.

O que são rugas e linhas de expressão?

As rugas são marcas na pele, que vão surgindo ao longo do tempo de acordo com a força da musculatura e a repetição das expressões faciais. Se tratam de dobras, que variam seu grau de intensidade e podem aparecer por vários fatores.

A exposição solar e o envelhecimento cronológico são alguns dos pontos que ajudam no desencadeamento delas.

Existem várias classificações para os níveis de rugas na pele. Em todas elas, as marcas são divididas de acordo com sua intensidade. Rugas finas, comuns em pessoas na faixa dos 30 anos, são mais superficiais e não chamam tanto a atenção.

A partir dos 45 anos, porém, essas marcas começam a se tornar mais aparentes e podem se transformar em rugas mais profundas. Elas são muito características devido à perda de colágeno e afinamento da pele, ocasionando dobras mais evidentes.

Também existem as rugas gravitacionais, decorrentes da redução das fibras colágenas e elásticas. Elas são caracterizadas pela flacidez e sobra de pele, sendo muito comuns para pessoas com a idade próxima dos 60 anos.

Além disso, também existem as marcas de expressão, ocasionadas pelos constantes movimentos que realizamos ao fazer expressões faciais. Podem aparecer muito na testa, ao redor dos olhos e da boca.

Todos nós nos expressamos facialmente quando nos comunicamos, não é? Por isso, esse tipo de marca independe da faixa etária.

Na verdade, todos os tipos de rugas não são apenas influenciados pela idade. Existem dois tipos de fatores ocasionantes desse problema: os intrínsecos, como o processo natural de envelhecimento da pele, e os extrínsecos — agentes externos que podem acelerar a formação de rugas e sulcos.

Por exemplo: você pode ter 20 anos, mas já ter a pele marcadas por rugas. Isso pode acontecer devido à sua genética ou, então, pelo fato de que você se expôs muito ao sol sem usar protetor solar.

Ao mesmo tempo, uma pessoa de 40 anos pode ter muito menos rugas, se a genética dela “colaborar” para isso e ela tiver se protegido bem contra o sol ao longo dos anos.

Por isso, independente da sua idade, se você se incomoda com marcas no seu rosto, procure um dermatologista. Só ele vai saber dizer qual o melhor tratamento para você, ok?

E se você ainda não possui esse problema, mas quer evitá-lo, pode realizar medidas preventivas (também indicadas pelo médico, é claro!).

Qual o melhor tratamento anti-idade?

Mas e então, como saber qual o melhor produto para eliminar essas marcas tão temidas? Quer dizer que existe um tratamento específico para cada idade? Calma! Porque a resposta para essas perguntas é… Depende!

De acordo com a dra. Tatiane Bacchi, o melhor tratamento para rugas vai depender do seu caso específico. Segundo ela, existem pessoas de 20 anos com muitas rugas e marcas de expressão, enquanto muitas mulheres na faixa dos 50 não possuem tantas marcas.

Algumas pessoas podem simplesmente apresentar esse envelhecimento precocemente. E, também, ela relembra que existe a exposição ao sol. “Se você se expôs muito no sol ao longo da vida, você já tem danos nas células por oxidação e por isso você consegue ter esse envelhecimento aparente mais cedo”.

Porém, um dos pontos ressaltados pela dermatologista é que, independente de suas características, começar os cuidados antienvelhecimento logo cedo é super importante, mesmo que não hajam sinais na pele.

Existem várias alternativas de medidas para combater os efeitos do tempo na pele. Alguns são muito conhecidos, como o ácido retinoico, que tem a função de tratar rugas e linhas de expressão.

Ele também é bastante indicado para pessoas mais jovens, até os 35 anos (em média). Porém, também pode ser utilizado por pessoas mais velhas, para manutenção ou prevenção do problema.

Depois dessa faixa etária, a médica aponta que talvez seja mais interessante buscar soluções que trabalhem com a firmeza da pele, pois é nessa idade que começamos a ter uma ação mais significativa da gravidade — como a perda das gorduras faciais e, consequentemente, a flacidez.

Uma alternativa para esses casos seria o uso de um ativo chamado Resveratrol, que funcionaria realizando um “lifting” da pele (fazendo a manutenção da firmeza e elasticidade).

Por fim, podemos citar outros dois agentes anti-idade: a sua (e minha) já conhecida vitamina C; e o ácido hialurônico, que atua preenchendo o espaço entre as células.

Enfim, como você pôde perceber, são várias as opções de prevenção e combate aos sinais de envelhecimento, né? Para saber qual o melhor, é aquela história: fale com seu dermatologista! Ele vai te ajudar a entender as necessidades da sua pele e deixar ela ainda mais bonita!

Active C10 é bom para rugas?

Como vocês já sabem, eu ainda tenho pouca incidência de rugas e marcas de expressão. Porém, isso não quer dizer que não preciso me preocupar!

Quando realizei minha consulta, a explicação de minha dermatologista foi de que o Active C10 é um tratamento que ela geralmente receita para mulheres da minha idade: entre 25 e 30 anos.

Isso porque existem ativos mais potentes na atenuação de rugas e linhas fundas. O Active C10, assim como outros dermocosméticos com ação principal de vitamina C, seria um tratamento preventivo.

Esse é um produto que vai auxiliar a sua pele logo no começo de sua jornada contra as rugas. Ele pode sim ser utilizado por pessoas com marcas mais profundas, porém, talvez não exerça o resultado esperado no tratamento dessas lesões.

É possível também associá-lo com outros produtos. Claro, sempre lembrando que qualquer tratamento deve ser indicado pelo seu dermatologista.

Active C10 tira manchas?

Eu não tenho melasmas nem manchas muito escuras. Porém, tenho uma mancha vermelha no lado direito do meu rosto, que é enorme em questão de tamanho, porém suave se tratando de pigmentação.

Com mais de um mês de tratamento, notei uma leve melhora em seu aspecto. Ela deu uma clareada! Nada absurdo, mas perceptível para mim. E meu rosto teve a vermelhidão, no geral, reduzida, não apenas no lugar da mancha. Mais um ponto positivo para o Active C10!

De acordo com a dra. Tatiane, o Active C10 pode mesmo ser um aliado no combate às manchas, porém, quando se busca um resultado mais eficaz nesse quesito, não deve ser o único produto para esse fim de clareamento:

“A vitamina C consegue sim ajudar no tratamento para lesões pigmentadas e funciona também como clareadora. Mas não como agente isolado, e sim como um complemento. Esses são os principais objetivos dela: antioxidante e clareadora. Lógico, às vezes é preciso que ela esteja associada a outros componentes, porque hoje a maioria dos cosméticos não tem só vitamina C pura”.

Active C10 causa acne?

O uso do Active C10 é indicado para todos os tipos de pele. Liguei para o SAC da La Roche e o que me disseram foi que não há restrição para peles com acne.

Eu, que tenho a pele acneica e bem sensível, não senti nenhuma piora nesse sentido. Claro, eu estava realizando tratamentos específicos para o combate às espinhas, mas mesmo assim, não tenho do que reclamar.

Minha impressão foi que o Active C10 potencializou seus resultados junto ao tratamento da acne e vice-versa.

Assim como todos os produtos da La Roche, o Active C10 também é hipoalergênico (possui uma chance muito pequena ou nula de causar alergia) e não-comedogênico (não obstrui os poros, por isso não deve provocar espinhas ou cravos).

Isso também contribui para que as pessoas de pele acneica possam ficar mais tranquilas ao utilizar o produto.

Active C10 pode ser usado na gravidez?

É preciso prestar bastante atenção com os produtos utilizados quando se está grávida, não é? Segundo a dra. Tatiane Bacchi, é melhor não arriscar e, por isso, evitar realizar o uso do Active C10, principalmente pelo risco de absorção.

De acordo com a médica, muitas vezes, não se sabe se aquele produto vai ou não trazer sintomas prejudiciais à mulher grávida, porque não são realizados muitos testes em relação a isso. “Às vezes o ponto não é nem que não pode, mas sim que não são feitos estudos comprovando que o uso de tal produto é seguro, inclusive do Active C10”.

Mas, por quê? Ela conclui dizendo que isso acontece porque ninguém quer correr o risco de prejudicar a gestação e, por isso, esses estudos não são muito frequentes.

Se você estiver em processo de gestação, não esqueça: nada vale mais que a sua saúde e a do seu bebê, né?

Preço e onde comprar

O Active C10 é vendido principalmente em farmácias e lojas de dermocosméticos. Ele não é um produto muito barato (muitos dermocosméticos não são), custando em torno de R$ 90 e  R$ 130*, na versão de 15mL.

Para a embalagem de 30mL, os preços variam de R$ 140 a R$ 215*… Wow! Mas calma, porque se você pesquisar, consegue achar os menores preços.

O Consulta Remédios, por exemplo, é o nosso comparador de preços, que te ajuda muito a economizar! Ele mostra farmácias que entregam na sua região, organizando as ofertas do menor ao maior valor. Confere lá!

* A pesquisa de preços foi realizada através do Consulta Remédios no dia 12/06/2018. Os valores podem sofrer alterações.

Como usei

Para falar do “depois”, precisamos falar do “antes”, não é mesmo? Como vocês já estão cansados de saber, minha pele é acneica.

Na mesma época em que comecei a utilizar o Active C10, também passei a usar um creme de tratamento para a acne e um remédio de uso oral, prescrito pela minha médica.

É importante falar sobre isso porque os produtos que usei, além da vitamina C, são típicos para tratar as espinhas e a oleosidade.

Consequentemente, também promoveram mudanças no aspecto da minha pele e, por isso, meu “depois” também foi influenciado por eles. Porém, são produtos com objetivos diferentes e que se complementam.

Comecei ambos os tratamentos (Active C10 e creme para acne) depois de consultar com a minha dermatologista no dia 18/04. Nessa época, estava com a pele extremamente oleosa, lotada de espinhas e vermelhidão.

Estava bem infeliz com essas coisas, então levei muito a sério os cuidados que a médica me indicou — isso inclui limpeza, o uso do protetor solar e a escolha da maquiagem.

Segundo as recomendações, começava minha rotina com a pele utilizando o creme para espinhas e o Active C10 no período diurno. Minha rotina, pela manhã, incluía o uso dos seguintes produtos:

  1. Sabonete antiacne;
  2. Água termal;
  3. Hidratante facial;
  4. Creme para espinhas;
  5. Active C10;
  6. Protetor solar;
  7. Base e o restante da maquiagem.

Ufa, bastante coisa, né? “Mas, por que você está contando isso, Pamela?”. Bom, por três motivos:

  • Para vocês saberem que o Active C10 pode ser usado durante o dia;
  • Para que vocês entendam que não foi apenas o Active C10 o responsável pela melhora da minha pele, mas também várias ações e cuidados que tomei ao longo desse período (e ela ainda tem muito para melhorar, esse foi só o começo do tratamento!);
  • E, finalmente, que o Active C10 também pode ser utilizado com outros produtos.

Ao realizar mais de um tratamento, é muito importante que todos tenham sido listados pelo seu médico.

Pois é, imagino que isso já esteja ficando repetitivo, mas eu preciso bater nessa tecla até o final do texto. Afinal, informação e segurança são sempre muito importantes, principalmente quando falamos de saúde, né?

Então me desculpem, mas isso é muito sério! Só o médico vai te explicar direitinho a melhor maneira de casar dois (ou mais) tratamentos: qual a ordem de aplicação de cada um, quanto tempo esperar cada um deles absorver até você poder aplicar o outro, entre outras coisas.

Inclusive, esse é outro ponto importante: quando usamos vários produtos, não adianta ir passando um atrás do outro sem esperar o anterior secar, viu? Principalmente com o protetor solar!

O ideal é que você espere pelo menos uns 15 minutos após a aplicação do protetor para poder usar outro produto, como a maquiagem. Assim, você garante que todos os tratamentos surtam efeito e garante a proteção da sua pele contra o sol.

Enfim, mas voltando à minha rotina: eu comecei aplicando tanto o creme para espinhas quanto a vitamina C tópica durante o dia. Porém, começou a ficar cansativo, por conta dos vários produtos que estava utilizando.

Por isso, mudei e comecei a fazer uso do Active C10 e do creme para espinhas durante a noite. Assim, minha rotina diurna ficou mais fácil: afinal eram dois produtos a menos. Permaneci assim até o momento de escrever esse texto (e vou continuar até o final do tratamento).

Pode usar o Active C10 se ele estiver amarelado?

Você já sabe que a vitamina C é muito difícil de estabilizar. Ela oxida e, quando isso acontece, fica amarela e perde a validade. Por isso, antes de usar o Active C10, é preciso observar algumas coisas.

Se a cor dele estiver amarelada, isso é sinal de que o processo de oxidação já começou a acontecer e o produto está perdendo suas propriedades.

Caso você tenha acabado de comprar o produto e notou que ele está com essa coloração, é preciso ir atrás do SAC da marca e realizar a troca. É possível que o lote que você comprou tenha vindo com problemas.

Essa não deve ser a cor inicial, porém, é importante ressaltar que o produto vai sim acabar amarelando aos poucos e com o tempo de uso.

Isso é natural, porque todo cosmético tem seu tempo útil, né? Por isso eles vêm com um prazo de validade na embalagem.

Claro, algumas coisas podem acelerar esse processo, então precisamos tomar cuidado. Por exemplo: não deixe a embalagem do Active C10 aberta! Fazendo isso, o produto dentro do tubo vai entrar em contato com o ar e oxidar. É possível que, quando você for usar da próxima vez, ele esteja todo amarelado.

Mas qual o problema disso? Bom, você vai estar aplicando o produto no rosto esperando que ele dê resultados e, como o produto perdeu suas propriedades, essas mudanças não vão acontecer.

Então não esqueça de sempre tampá-lo direitinho após o uso e de não deixar ele aberto por longos períodos, ok?

Minhas impressões

Quando falamos de dermocosméticos, na maioria dos casos não é possível analisar seus efeitos a curto prazo. Esse tipo de produto demora para que possamos observar os resultados.

Por isso, não foram muitas coisas que pude perceber logo de cara. Mas, ao longo do tratamento, foi possível ir notando as mudanças. Assim, listei tanto as características iniciais que observei no Active C10 quanto as que percebi a longo prazo. Para todas, dei uma nota de 1 a 5, sendo 1 “muito ruim” e 5 “muito bom”. Olha só:

Cheiro

É bom! Só um pouquinho mais forte do que imaginava que seria antes de abrir, mas não é ruim nem enjoativo, além de que some em 5 minutos depois da aplicação.

Nota: 4. ⭐⭐⭐⭐

Textura

É um produto bem fluido, mas não aquele fluido que chega a ser ralo. Ainda tem uma boa consistência, que é fácil de espalhar e de aplicar. Pouco produto é suficiente pro rosto inteiro.

Nota: 5. ⭐⭐⭐⭐⭐

Acabamento

Aqui tinha acabado de passar o Active C10. Dá pra ver que o meu rosto não ficou nenhum pouco brilhando, né? Parece que eu estava com nada!

Apesar de ter visto alguns relatos de que ele deixa a pele com aspecto oleoso, achei que o acabamento do Active C10 teve toque seco na minha pele, o que me deixou bem feliz! Não senti aquela sensação de pele melada. Ele foi absorvido bem rápido, por isso secou bem rapidinho.

Quando usei durante o dia, não achei que ficou brilhando e a oleosidade permaneceu controlada. Nesse ponto, só é preciso levar em conta o fato de que eu estou usando outro produto para combate da oleosidade simultaneamente, então isso pode ter influenciado no resultado.

Minha única reclamação é que, depois de seco, descamou um pouco. Quando aplicava a base por cima, isso era bem perceptível.

Nota: 4. ⭐⭐⭐⭐

Rendimento

Tá aí uma coisa que me deixou super impressionada! Iniciei o tratamento no mês de abril. Em junho ainda tinha metade do tubo de 15mL! Uau, né?

Essa é a minha reação para a durabilidade do Active C10. E olha que eu usei todos os dias, religiosamente, sem economizar na quantidade que aplicava no rosto.

O valor do investimento pode parecer caro de início, mas vale a pena se você levar em conta que um tubo vai dar para uns 3 meses tranquilamente.

Nota: 5. ⭐⭐⭐⭐⭐

Acessibilidade

O Active C10 não é um produto difícil de encontrar. Porém, seu preço é um pouquinho alto. Mesmo assim, se formos compará-lo com outros produtos semelhantes, o valor é meio que padrão para esse tipo de dermocosmético, né?

Nota: 4. ⭐⭐⭐⭐

Melhora na textura da pele

Esse foi o primeiro resultado que senti. E fiquei impressionada com o fato de, em apenas uma semana, já ver uma mudança tão grande nesse sentido!

Dava vontade de ficar passando a mão no rosto o dia inteiro, de tão gostosinho que ficou o aspecto da minha pele. Ela ficou mais macia e os poros ficaram muito menos evidentes, o que trouxe diferença inclusive no momento de aplicar a base. A maquiagem ficou mais bonita e uniforme.

Nota: 5. ⭐⭐⭐⭐⭐

Melhora na luminosidade da pele

Não foi a primeira, mas para mim deu pra perceber uma mudança nesse aspecto com um mês de uso. A pele ficou sim muito mais iluminada! Mas não estou falando daquele brilho de oleosidade não, viu? E sim daquela aparência de pele saudável que a gente adora!

Nota: 5. ⭐⭐⭐⭐⭐

Diminuição de manchas

Eu senti uma atenuação das minhas manchas? Sim! Elas sumiram completamente? Não. Mas isso não era esperado já que não é esse o principal objetivo do produto e é algo que demora para acontecer.

De fato, o Active C10 não é e nem deve ser considerado uma solução milagrosa para as manchas. Mas, com certeza, pode ser um aliado. Principalmente se estiver sendo usado com outros clareadores mais potentes.

Nota: 3. ⭐⭐⭐

Diminuição das rugas e linhas de expressão

Nesse tópico, é preciso ressaltar algumas coisas. Como você já leu, eu não tenho tantas queixas sobre rugas e marcas de expressão no meu rosto. Por isso, notar algo em relação a isso, para mim, foi bem difícil.

Quase não senti diferença se tratando desse ponto. Mas, para esse tópico não ser tão inútil: eu tenho uma leve marcação do “bigode chinês”, que são traços que se estendem do canto do nariz até as extremidades dos lábios.

É possível afirmar que senti uma melhora de leve nessa área. Nada absurdo, mas que, olhando a longo prazo, foi possível perceber.

Por esses fatores, a nota foi pensada levando em conta o fato de que esse não foi o principal fator de mudança para mim. Isso não quer dizer que vai ser igual para você!

Nota: 3. ⭐⭐⭐

Resultados: antes e depois

Comecei a usar o Active C10 no dia 18/04/2018. Os primeiros resultados na minha pele já foram percebidos logo depois da primeira semana de uso! Legal, né? A primeira coisa que notei foi uma mudança de textura: ela ficou muito mais macia, lisinha e sedosa.

De acordo com a dra. Tatiane, a percepção do resultado geralmente acontece por fases:

“O primeiro efeito a ser observado é melhora de textura. Você sente a pele mais hidratada, com mais viço e brilhosa. O mais difícil (e demorado) é o clareamento. Esse é o que você veria o efeito mais prolongado. E nesse meio de caminho, a amenização das rugas e linhas de expressão.”

Para mim, foi exatamente assim. Senti que logo no início do tratamento minha pele ficou muito melhor e macia. Porém, nos primeiros 20 dias, essa foi a única diferença que notei.

Minha pele não é muito uniforme e possui tons diferentes em várias partes do rosto. Com aproximadamente 20 dias de uso, comecei a perceber que ela estava mais uniforme e iluminada. Com aquele viço bonito, sabe? Isso também me deixou muito feliz.

Enfim, no dia a dia a gente não consegue perceber tão claramente essas mudanças, até porque elas são gradativas, né?

Por isso, nada melhor que ver nas fotos! As mudanças ficam mais claras quando olhamos diretamente para um antes e depois. Olha só como estava minha pele no dia 18 de abril e como ela estava no dia 15 de junho:

A primeira coisa que se percebe olhando para essas fotos é a diminuição das espinhas, né? Mas não é exatamente isso que eu quero mostrar. Isso porque esse resultado foi consequência de outras coisas, não do Active C10.

O que é importante notar com esse antes e depois é a melhora nas manchas e o aumento de luminosidade. Isso sim foi resultado direto do produto que estou resenhando.

Queria que vocês também pudessem sentir, através do computador, a textura da minha pele. Sério, a melhora foi absurda!

Enfim, é bom? Funciona?

Por fim, vamos à pergunta mais importante. Para mim, a resposta com certeza é um sim! Minha pele reagiu muito bem ao produto e os resultados vêm me deixando muito satisfeita. Vou continuar o tratamento e, assim que a minha primeira embalagem acabar, já vou correndo comprar outro!

Mas é aquela história, né: o que é bom para mim, pode não ser bom para você. Tudo depende das suas características e objetivos com o uso do produto.

Como eu tenho poucas linhas de expressão, o meu objetivo era sentir uma melhora na textura e luminosidade da pele. Analisando esses dois pontos, posso dizer que para mim ele foi ótimo!

Às vezes, se você tiver muitas marcas, ele pode acabar não solucionando o seu problema de rugas ou manchas. Mas, ainda sim, sua pele terá benefícios com seu uso: ficará mais macia, com grande melhora da textura e mais saudável.

Por isso, pergunte para o seu dermatologista sobre ele, converse e veja se vale a pena para o seu caso. E não esqueça de sempre manter os cuidados com a pele, viu? Ela agradece!

Como evitar o envelhecimento precoce?

Por fim, nada melhor do que manter uma pele bonita! A gente fica mais confiante e feliz. Porém, para isso é necessário muito mais do que usar um dermocosmético.

A dra. Tatiane já disse e vou repetir: muitos fatores são importantes para definir a maneira como a pele envelhece. Além da genética, o quanto você cuida dela também vai determinar sua condição no futuro! Então, pega aí a caneta e anota essas dicas!

Protetor solar… Muito protetor solar!

Não adianta usar vários produtos anti-idade e esquecer de se cuidar na hora de se proteger do sol, viu? O filtro solar é imprescindível diariamente.

Não importa se você só vai até a padaria, se está nublado, se está chovendo ou se você vai ficar em casa. Afinal, os raios UV causam malefícios mesmo em dias sem sol aparente e a luz artificial também causa danos à pele.

Tome bastante água

Água é importante para manter saudáveis várias funções do nosso corpo. E claro que não vai ser diferente com a pele, né? Quando tomamos muita água, a pele exibe mais viço e luminosidade. Imagina se você aliar a ingestão de água com o uso do Active C10, então?

Limpe, tonifique e hidrate sua pele

A limpeza também é muito importante! Se você não faz isso da maneira correta, a sua pele pode acabar acumulando resíduos, ficando mais oleosa e com aspecto ruim.

A escolha dos produtos para limpeza deve ser feita observando as características específicas da sua pele. Seu dermatologista vai te ajudar nisso!

Não esqueça de tirar a maquiagem!

Isso é bem sério, viu? Por mais que a preguiça seja grande, dormir de maquiagem pode trazer muitos danos à sua pele, principalmente quando falamos de envelhecimento.

Quando dormimos com a make, impedimos que a pele realize sua renovação celular. Isso pode prejudicá-la tanto a curto quanto a longo prazo.

Por isso, escolha um demaquilante próprio para o seu tipo de pele e sempre retire os resquícios de produto no final do dia, combinado?

Esfoliação também é importante

A esfoliação não deve ser feita todos os dias. O recomendado é de que a frequência seja de 2 vezes na semana, mas sempre é bom conversar certinho com o dermatologista.

Esfoliando a pele você vai garantir que os dermocosméticos penetrem nela mais facilmente, além de promover a renovação celular.

Evite lavar o rosto com água muito quente

Eu sei: no inverno, aquele banho quente é quase terapêutico, né? Mas a água muito quente pode ser bem ruim para a saúde da sua pele, sabia?

Ela irrita, resseca, traz coceira e vermelhidão. Imagina vários anos tomando banhos muito quentes, o que pode ocasionar para a sua pele? Por isso, maneire na temperatura.


Se vocês curtiram a resenha, que tal dar 5 estrelas? Também quero saber o que você acha do produto! Já usou e teve uma opinião diferente da minha? Conte sua experiência pra gente nos comentários!

Ah, e não acabou: tem algum produto que você quer ver aqui? Então acrescente também a sua sugestão, que iremos avaliar!

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (28 votos, média: 4,89 de 5)
Loading...

11 Comentários

Atenção: os comentários abaixo são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Nossa que resenha completa e bem escrita!! Amei!! Parabéns e obrigada! Estou na pesquisa pra comprar uma vitamina C e seu texto com certeza mr ajudou muito!

  2. Parabens flor, sua resenha é a melhor que existe sobre esse o active c10. eu comprei ele hoje, mas ao abrir, percebi que ele estava amarelo e com a tampa de dentro escura, vou amanha trocar. Eu comprei indicada pela minha medica, pois estou fazendo microagulhamento, e pra melhora das cicatrizes de acne e rugas causadas pelo uso excessivo do acido retinoico sem hidratante(fica a dica) …Enfim , adorei .

  3. Olá. Assim como as outras meninas também gostei bastante da resenha. Explicou tudo direitinho, parabéns!!!
    Uso vitamina C de outra marca e com certeza vou comprar dessa. =**

    • Oi Dayana! Que bacana que você gostou da resenha também! Vitamina C é tudo de bom pra pele, né? Como falei para as outras meninas, não esquece de contar pra gente como foi sua experiência com o Active C depois que testar, viu? Essa troca de experiências é muito interessante, porque complementa ainda mais o conteúdo da resenha com visões diferentes sobre o mesmo produto. Enfim, espero que goste tanto quanto eu! Beijo!

  4. Olá!
    Primeiro, eu achei o seu texto excelente e muito bem escrito. Parabéns!
    Eu comprei o Active C10 ontem e comecei a usar, então não posso dizer nada sobre a minha pele ainda, mas fiquei bastante animada lendo as suas impressões. Vou seguir tudo à risca para obter os melhores resultados possíveis.
    Abraços e obrigada por dividir a sua experiência conosco!!

    • Oi Angela, que bom que gostou! Estou usando sim e continuo bem satisfeita, cada vez mais percebo os resultados positivos em relação à luminosidade e à textura da minha pele. Esse é um produto muito bom mesmo! Se usar, conta pra gente o que achou também! 😉

  5. Melhor resenha que li pela internet sobre o produto.
    Muito esclarecedor. Comecei a usar essa semana e vou acompanhar os resultados.

Deixe o seu comentário, nos preocupamos com sua opinião:

Por gentileza, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui

Lamentamos a não possibilidade de dar-lhe conselho médico ou responder a questões médicas e farmacêuticas individuais através de e-mail, pois apenas um médico pode prestar tal atendimento. Embora tentemos responder a todos os comentários, opiniões e e-mails que recebemos em até dois dias úteis, nem sempre é possível devido ao grande volume que recebemos. Por favor, tenha em mente que qualquer solicitação ao Minuto Saudável está sujeita aos nossos Termos de Uso e Política de Privacidade, ao enviar, você indica sua aceitação.