Anelise Wickert (Minuto Saudável)
22/03/2019 14:21

Próteses mamárias suspensas são autorizadas novamente pela ANVISA

Desde a última quinta-feira (21), os produtos utilizados para próteses de mama da empresa Allergan poderão ser vendidos e utilizados novamente no Brasil.

Em dezembro do ano passado, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), publicou o decreto RE 3.340, que proibia a importação, o comércio e o uso uso dos seguintes produtos:

  • CUI Implante Mamário de Superfície Texturizada;
  • Natrelle Implante Mamário Texturizado;
  • BRST Implante Mamário Texturizado;
  • Natrelle Implante Mamário Texturizado Duplo Lúmen.

Essa proibição aconteceu porque a ANVISA recebeu uma notificação da Agência Francesa de Segurança de Medicamentos e Produtos para a Saúde (ANSM, sigla em francês) sobre a retirada desta marca do mercado europeu.

Tal medida foi tomada por uma suspeita de relação entre as próteses mamárias e um tipo de câncer que afeta o sistema imunológico, o linfoma anaplásico de células grandes (ALCL).

Esse novo decreto de liberação foi publicado após a ANVISA identificar que não havia nenhuma ligação comprovada entre as próteses mamárias e o desenvolvimento de ALCL.

Cirurgias com próteses mamárias

As cirurgias com próteses mamárias são aquelas que envolvem a reconstrução ou o aumento dos seios. Devem ser feitas somente com um médico cirurgião e acompanhadas por uma equipe de especialistas prontos para atuar, se algo der errado.

A colocação de próteses nas mamas pode trazer alguns riscos, como cicatrizes, infecção (se o processo pós-operatório não for feito corretamente) e, em alguns casos, problemas no coração e pulmões.

Mas tudo isso pode ser evitado se o procedimento cirúrgico foi realizado por um médico cirurgião legalizado. Fazer exames prévios também podem ajudar a prevenir complicações.


Com a liberação das próteses mamárias, outras cirurgias plásticas poderão ser feitas. O recomendado é sempre buscar profissionais legalizados e preparados para tais procedimentos.

Todas as dúvidas devem ser tiradas com o médico antes de fazer o procedimento.

Fonte: ANVISA

18/04/2019 16:00

Anelise Wickert (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*