O cabelo, em geral, tem grande importância na autoestima de homens e mulheres. 

A perda completa ou parcial dos fios, seja por questões genéticas ou de saúde, pode acarretar isolamento, vergonha de frequentar determinados lugares e até mesmo falta de amor próprio. 

Por isso, existem opções como a prótese capilar, desenvolvida para ajudar mulheres e homens que têm o problema, sendo uma opção mais prática e natural à tradicional peruca.

Conheça mais sobre o assunto:

O que é a prótese capilar?

A prótese capilar é uma peça composta por uma tela fina preenchida por fios de cabelo, naturais ou sintéticos, usada para cobrir áreas calvas ou com pouco cabelo na região da cabeça.

Por se tratar de um implante não cirúrgico, ela é fixada no couro cabeludo, junto ao cabelo natural, por meio de uma cola cirúrgica ou fita adesiva, próprias para a aplicação.

Apesar de ser fixada, a prótese não é permanente e pode ser retirada, por um(a) profissional capacitado(a), quando o(a) paciente desejar. É uma opção mais moderna e natural da conhecida peruca.

Seja feita sob medida ou pré-fabricada e adaptada ao indivíduo, o resultado final da prótese capilar visa ser o mais parecido possível do cabelo natural. 


Além disso, diferentemente da peruca, não há a necessidade de cobrir toda a área da cabeça. Dessa forma, há a opção de fazer a cobertura parcial — apenas nos locais em que há falhas —, de acordo com a necessidade de cada pessoa.

Após a colocação, a prótese não se move, podendo ser retirada apenas por um(a) profissional.

Por conta de seu material de fabricação e modo de fixação, ela pode ser molhada e lavada normalmente, seja no banho, piscina ou mar. 

A realização de exercícios físicos que provoquem o suor também é permitida, o que torna o produto um diferencial em relação às perucas, por exemplo.

Como é feita a prótese capilar?

A prótese capilar pode ser feita tanto de cabelo natural quanto sintético. Os fios são fixados em uma base, feita de tela fina ou micropele, que simulam a pele humana. 

Em geral, são utilizados os dois tipos de tecidos em uma mesma prótese, para deixar o produto mais natural.

A micropele, feita geralmente de silicone, é colocada na região da circunferência da cabeça, pois é um tecido mais resistente e propicia uma adesão firme dos adesivos que fixarão a peça.

Já a tela, que costuma ser feita de nylon, é colocada no topo da cabeça, pois seu material permite a ventilação do couro cabeludo e proporciona uma aparência natural às divisões do cabelo, já que é quase imperceptível.

Apesar disso, existem também peças feitas somente de micropele e, outras, apenas de tela.

Em geral, ela pode ser sob medida, em que o(a) profissional realiza as medições da cabeça do(a) cliente e a peça é fabricada de acordo com as especificações solicitadas, ou pré-fabricada, em que é cortada e moldada pelo(a) próprio profissional, de acordo com a necessidade.

Em ambos os casos, a prótese escolhida, em geral, possui cor, densidade e comprimento com características o mais próximas possível do cabelo original do(a) cliente. 

Para quem é indicado?

A prótese capilar geralmente é indicada para pessoas que têm problemas de calvície, em que há a perda parcial ou total dos fios, ou para quem está enfrentando processos como quimioterapia, em que pode haver a perda de cabelo.

Prótese feminina

A prótese feminina é indicada para diferentes casos em que haja a perda total ou parcial dos cabelos. 

Entre eles, pacientes que estejam em processo de recuperação de quimioterapia do câncer de mama, por exemplo, período em que há, em geral, grande perda dos fios.

Além disso, é utilizada também em casos de calvície feminina, em que geralmente há perda de cabelo no topo da cabeça, deixando parte do couro cabeludo à mostra. 

Prótese masculina

A prótese masculina é indicada para diversos casos, sendo os mais comuns os de calvície masculina, em que, em geral, há perda significativa de cabelo nas chamadas “entradas frontais” e também na região de trás da cabeça. 

Da mesma forma, é também recomendado para homens que estejam enfrentando problemas de saúde que provoquem a perda dos fios.

Como é feita a aplicação?

A aplicação da prótese é feita com o uso de uma cola ou fita adesiva específicas. Em geral, o produto é aplicado na base da peça e, em seguida, a prótese é colocada no couro cabeludo do(a) cliente. 

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não necessariamente há a necessidade de raspagem do couro cabeludo para aplicação. 

Para pessoas que têm cabelo ralo, ou seja, com poucos fios, e que não querem raspar, há a possibilidade de colocação da peça mesmo sem a exposição total do couro cabeludo.

O que acontece é que, nesse caso, em geral, as manutenções se tornam mais frequentes, pois a aderência em regiões com cabelo é menor do que na fixação direta na pele. 

Dessa forma, a manutenção, que normalmente é realizada de 20 em 20 dias, pode ser necessária a cada 10 dias, por exemplo.

Como é a manutenção da prótese?

A manutenção da prótese é realizada em alguns passos. Ela pode ser feita tanto por um(a) profissional quanto em casa pelo(a) próprio(a) cliente. 

Como há um período de tempo entre uma manutenção e outra, no momento da retirada da prótese, em geral, a cola já está com seu poder de fixação reduzido, o que permite que não haja. 

Após isso, a higienização da peça é feita por meio da retirada de resíduos de cola que possam estar na prótese. 

É realizada também a limpeza do couro cabeludo, por meio de uma lavagem, que removerá possíveis resquícios de cola da cabeça do(a) cliente.

Caso alguns fios tenham crescido no local de colocação da peça, pode ser realizada a raspagem da área antes da nova aplicação.  

Depois da limpeza, tanto da peça quanto da cabeça, é feita a nova aplicação do adesivo ou cola na prótese e, em seguida, a refixação no couro cabeludo.

Precisa de produtos ou shampoos especiais?

Sim. Existem alguns produtos que ajudam na manutenção da prótese capilar. Entre eles, os removedores de cola, que auxiliam na retirada total de resquícios.

Além disso, caso a manutenção da peça seja feita em casa, a fita adesiva e/ou cola utilizadas para fixação devem ser específicas para próteses. 

Sobre o uso de produtos de limpeza como shampoos, não há grandes especificações, assim, cabe ao(à) profissional responsável indicar o melhor para cada cliente. 

Outro cuidado importante é o uso regular de hidratantes capilares, para combater o ressecamento da peça.

Isso pois os fios presentes na prótese não têm raiz e, dessa forma, não recebem oleosidade do couro cabeludo.

Tem diferença entre prótese capilar e peruca? 

Sim. Apesar de ambas as técnicas serem utilizadas, geralmente, para suprir a falta de cabelo, existem diferenças entre elas.

Enquanto a peruca é uma peça que reveste toda a área do couro cabeludo, a prótese capilar pode ser feita para a cobertura parcial, cobrindo apenas as áreas com falhas. 

Dessa forma, ela se torna um complemento e não um substituto completo do cabelo natural, como é o caso da peruca.

Além disso, outra distinção relevante é a fixação. Enquanto a peruca pode ser colocada e retirada a qualquer momento, a prótese é fixada com uma cola específica, que só pode ser retirada por um(a) profissional.

Por fim, a prótese requer manutenções regulares para troca da cola e higienização da peça e couro cabeludo da(o) cliente, que ocorrem, em média, de 20 em 20 dias. No caso da peruca, por não possuir cola, isso não é necessário, bastando a lavagem.

Quanto tempo dura?

Uma prótese capilar pode durar entre 6 meses e 2 anos, dependendo da qualidade do material utilizado e do cuidado com a peça.

Além disso, a manutenção correta e frequente é um fator que interfere na durabilidade do produto.

Preços e onde fazer?

O custo de uma prótese capilar pode variar de acordo com o material utilizado, acabamento e região geográfica.

Em geral, o preço da prótese em si varia entre R$600 e R$2000. O preço da aplicação varia de acordo com o(a) profissional escolhido(a).

Já em relação à manutenção, geralmente, os preços giram em torno de R$100.

A aplicação pode ser realizada em salões de beleza que possuam profissionais capacitados ou em clínicas especializadas. 


A perda de cabelo, independentemente do motivo, pode ser um processo difícil de se enfrentar. 

Para diminuir o desconforto de quem passa pelo problema, existem as próteses capilares, uma opção prática que pode ajudar a retomar a autoestima, muitas vezes baixa, dessas pessoas.

O Minuto Saudável possui outros conteúdos sobre saúde e bem-estar. Leia mais e continue informado(a)!


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.