A idade vai chegando e, quando menos percebemos, chegamos à terceira idade.

Essa fase da vida pode ser marcada pelo aparecimento de alguns problemas de saúde, que estão relacionados ao envelhecimento, como as doenças cardiovasculares.

Mas tudo isso também pode ser uma experiência positiva e muito mais saudável e feliz com a ajuda deles, os pets.

Segundo um novo estudo, feito pela Universidade de Michigan nos Estados Unidos, os animaizinhos de estimação são uma boa opção, pois podem contribuir para a saúde física e mental dos donos.

Para a pesquisa, os participantes responderam perguntas sobre os benefícios de ter um animal, quais os impactos dele na rotina e no bem-estar, incluindo melhorias mentais e físicas. Por exemplo, passear com o cachorro auxilia o dono a caminhar mais.

Com base nisso, resolvemos separar alguns dados da pesquisa para você ver como eles podem ser úteis tanto no corpo quanto para a mente:

Fisicamente ativos

A necessidade de passear com os bichinhos, sobretudo os cães, seja para as necessidades fisiológicas deles ou apenas para gastar energia, incentiva o dono a caminhar também.

Na pesquisa, quase 80% dos donos de cachorro garantem que o animal ajuda a praticar exercício físico.

Leia mais: Exercitar corpo e mente pode evitar doenças no envelhecimento

Reduz a depressão

A solidão é um sentimento bastante comum em quem sofre com a depressão.

Por isso, a companhia dos bichinhos, além de não fazer com que seus donos fiquem sozinhos, também é capaz de promover o encontro com outras pessoas donas de pets ou não, durante o passeio, por exemplo.

A troca de experiência e histórias é importante para a mente dos idosos, já que eles se sentem inseridos na sociedade e mais ativos, o que ajuda a reduzir o estresse.

Pela pesquisa, foi possível ver que mais de 60% das pessoas que participaram sentem que os animais melhoram a vida social, diminuindo as chances de depressão, solidão e isolamento social.

Leia mais: Ser sociável melhora a qualidade de vida de pessoas mais velhas

Minimiza a dor

Todos esses benefícios físicos e mentais resultam em um benefício bastante interessante: pessoas com pets sentem menos dor.

Isso pode ocorrer por conta do afeto e do bem-estar emocional, ou devido às atividades físicas. Provavelmente as duas condições juntas.

O que importa é que cerca de 34% dos participantes com animais relataram sentir menos dores.


Os animais de estimação podem ser uma boa escolha para um envelhecimento saudável, diz o estudo citado acima. A presença dos bichinhos é importante para o bem-estar.

Fonte: National Poll on Healthy Aging

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Participe da discussão

1 comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

  1. Eu tenho um pet e também trabalho com tratamento para transtornos mentais. Posso afirmar que eles ajudam muito, evitando doenças como depressão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *