O que é Artrose?

A Artrose (grego artros = articulação, e do latim ose = desgaste) é conhecida também por “osteoartrose” e “osteoartrite”. Provoca a degeneração e frouxidão das articulações (juntas) do corpo humano, causando, consequentemente, inchaço, dor e rigidez nas juntas, bem como a dificuldade para realizar movimentos.

Muitos confundem a Artrose com a Artrite, quando essa última é uma doença, enquanto a artrose não. Tanto uma quanto a outra afetam ossos, ligamentos e articulações, provocando também sintomas semelhantes. A artrose é um tipo de artrite, causada por um fenômeno natural do corpo humano.

Esta complicação tem início com o aumento do atrito entre os ossos, que evolui para uma destruição total da cartilagem. Pode afetar tanto uma só quanto mais de uma articulação. As articulações do joelho (gonartrose), do quadril (coxartrose) e dos dedos (poliartrose digital) são as mais afetadas.

Sua principal característica é ser degenerativa crônica, a artrose não tem cura mas há tratamento específico, por meio do uso de medicamentos e fisioterapia. Ela é a doença de causa mais frequente em relação a dores do sistema musculoesquelético e, também, a que mais causa incapacidade para o trabalho, no Brasil e no mundo.

Índice – neste artigo você encontrará as seguintes informações:

  1. O que é Artrose?
  2. Causas
  3. Quais são as articulações mais afetadas?
  4. Sintomas
  5. Qual profissional devo procurar? E qual o diagnóstico?
  6. A Artrose tem cura? Qual o tratamento para a Artrose?
  7. Grupos e fatores de risco
  8. Complicações/Prognóstico
  9. Como prevenir? É transmissível?

Causas

As possíveis causas estão relacionadas ao desgaste da estrutura que reveste os ossos (cartilagem), principalmente nas articulações da coluna, quadril e joelhos. São eles que mais são forçados quando há excesso de carga ou impacto.

Contudo, a Artrose apresenta várias causas. Entre elas estão:

  • Desgaste natural das articulações, devido envelhecimento natural do corpo humano, geralmente após os 50 anos de idade.
  • Trabalhos que sobrecarregam algumas articulações, como nas profissões de trabalhos domésticos, cabeleireiros, etc.
  • Esportes que sobrecarregam repetitivamente certas articulações ou que exijam constantes movimentos de torção como: futebol, beisebol, futebol americano, etc.
  • Fraqueza na parte superior das pernas.
  • Atividades nas quais é necessário agachar ou ajoelhar repetitivamente ao levantar objetos pesados;.
  • Excesso de peso, o qual provoca um maior desgaste especialmente nas articulações das pernas ou da coluna.
  • Traumatismos: fraturas, torções ou pancadas que afetem a articulação.
  • Histórico familiar: por mais que esta doença tenha uma certa origem genética, não se pode esquecer também que este problema pode ser comum em todas as idades.
  • Gota.
  • Ter doenças metabólicas (diabetes, por exemplo).

Quais são as articulações mais afetadas?

A Artrose só existe em um tipo, o que ocorre é que ela pode afetar quaisquer articulações. As mais comumente afetadas são:

Articulações que sustentam o peso do corpo

São as do quadril e do joelho, neste caso há dor e dificuldade ao caminhar.

Articulações da coluna

É a região do pescoço ou a do final da coluna, provoca dor no pescoço e nas costas, além da dificuldade de movimentar-se.

Articulações das mãos

As juntas dos dedos e, especialmente, do polegar, sofrerão com dor, inchaço e até mesmo deformações nos dedos. O paciente com este tipo de artrose tem dificuldade para pegar pequenos objetos simples como canetas, por exemplo.

Articulação do ombro

O paciente sente dor no ombro que desloca-se também para o pescoço, bem como dificuldade de movimentação do braço.

Sintomas

Entre os principais sintomas estão:

  • Dor na articulação afetada.
  • Dificuldade para realizar movimentos que precisem da articulação afetada.
  • Inchaço e rigidez na articulação afetada.

Conforme os sintomas progridem, pode ocorrer o surgimento de deformações na região das articulações afetadas.

Qual profissional devo procurar? E qual o diagnóstico?

O paciente com suspeita de Artrose deverá procurar por um ortopedista ou reumatologista. Estes especialistas poderão fazer o diagnóstico por meio de:

  • Análise e observação de sintomas de dor, inchaço, rigidez e dificuldade em movimentar a articulação.
  • Exame de raio-X.
  • Ressonância magnética: para confirmar o diagnóstico.

A Artrose tem cura? Qual o tratamento para a Artrose?

A artrose não tem cura, apenas tratamento, o qual pode ser:

Acompanhamento de nutricionista

Quando a artrose relaciona-se com o excesso de peso, esses pacientes devem ter acompanhamento para uma dieta para perda de peso.

Medicamentoso

Remédios anti-inflamatórios e analgésicos, os quais reduzem a dor e inflamação das articulações. O médico poderá indicar para aliviar a dor e o inchaço:

Atenção!

NUNCA se automedique ou interrompa o uso de um medicamento sem antes consultar um médico. Somente ele poderá dizer qual medicamento, dosagem e duração do tratamento é o mais indicado para o seu caso em específico. As informações contidas nesse site têm apenas a intenção de informar, não pretendendo, de forma alguma, substituir as orientações de um especialista ou servir como recomendação para qualquer tipo de tratamento. Siga sempre as instruções da bula e, se os sintomas persistirem, procure orientação médica ou farmacêutica.

Fisioterapia

Exercícios ou hidroterapia também podem ser indicados.

A fisioterapia e os exercícios devem ser realizados diariamente, pois serão responsáveis pelo fortalecimento das articulações e colaborarem para um melhor movimento delas.

Em algumas sessões há o uso de aparelhos eletroestimuladores e de ultrassom, pois eles ajudam a estimular a articulação, diminuindo a inflamação e, consequentemente, facilitando a cicatrização e controlando a dor.

Pacientes com má postura, devem ter um reeducação postural global, a qual auxiliará na diminuição das compensações e dores geradas pela má postura.

Em geral, todos esses tratamentos citados são suficientes para controlar a artrose. Contudo, nos casos mais graves o médico pode optar pela colocação de uma prótese articular no paciente. Pois já são casos em que não existem melhoras e a dor tende a permanecer.

Cirurgia

Só é indicada se os tratamentos anteriores não trouxeram resultado para amenizar a dor e a limitação que o paciente apresenta.

A cirurgia deve ser sempre a última opção terapêutica, pois ela pode deixar sequelas permanentes, como perda da amplitude do movimento da articulação afetada.

Injeções para o desgaste de cartilagem (Hialuronato de Sódio)

No Brasil, existe este novo tratamento para artrose já há 7 anos, ele consiste em injeções de Hialuronato de Sódio (componente da cartilagem), que são aplicadas no joelho por uma medicação produzida nos Estados Unidos e no Japão.

É necessária uma aplicação semanal da injeção, com anestésico, num total de 5 semanas, o método não exige preparo, jejum ou nem repouso depois que é realizado. Há efeitos colaterais, como: sinovite transitória, inchaço no joelho, rangido e estalos.

O tempo de recuperação leva em torno de 1,5 a 2 anos depois da segunda aplicação. Aconselha-se este tratamento para evitar a cirurgia de prótese de joelho em pacientes com doenças que não permitem cirurgia (diabetes, pressão alta, por exemplo).

Infiltração com plasma rico em plaquetas

Esta técnica é realizada pela coleta do sangue do paciente e, posteriormente, faz-se a separação centrífuga do plasma e dos componentes celulares do sangue, depois a sedimentação das hemáceas e então a utilização de um plasma com maior concentração de plaquetas suspensas (Saúde, Terra).

Órteses

São dispositivos que ajudam a manter as articulações alinhadas e funcionarem da forma correta. Há vários modelos que podem reduzir os sintomas e ajudar a manter a função das articulações nos pacientes.

Já as cintas e talas, as quais imobilizam as articulações, podem reduzir a dor e a inflamação, alguns modelos podendo ser usados durante todo o dia e noite. Também ajudam a estabilizar as articulações instáveis.

Remédios caseiros para Artrose

Os remédios caseiros complementam os tradicionais, como forma de diminuir as dores nas articulações, bem como as inflamações. Mas vale lembrar que eles de forma alguma substituem os remédios tradicionais indicados pelo médico.

Vamos conferir alguns:

  • Chá de alecrim: folhas verdes ou secas, coloque na água, ferva e beba-o morno.
  • Chá de salgueiro e ulmária: apenas 1 colher (sopa) de cascas do tronco do salgueiro e a mesma medida de ulmária, para um copo de água, ferva por 5 minutos e beba quando estiver morno.
  • Chá de sementes de sucupira: ferva 12 sementes de sucupira esmagadas num litro de água para beber várias vezes durante o dia.
  • Garra do diabo: tomada geralmente em forma de comprimidos.
  • Rosa-canina: deve ser tomada em forma de pó ou cápsulas.
  • Arnica: utilizada topicamente (gel, creme, pomada, etc.)
  • Confrei: usa-se em forma de gel.
  • Salgueiro-branco: deve ser tomado como comprimido.
  • Pimenta Cayenne: em creme ou compressas.
  • Freixo: como cápsula/comprimido.
  • Açafrão-da-terra: cápsulas (500mg duas vezes por dia), complementa-se com 4 gramas de óleo de peixe.

Grupos e fatores de risco

Estão nos grupos de risco da artrose:

  • Pessoas com idade avançada (acima dos 60 anos de idade): são as que sofrem mais com os riscos de desenvolverem a Artrose.
  • Mulheres: são mais afetadas do que os homens, como a maioria das doenças reumáticas.
  • Homens: antes dos 45 anos, são mais afetados do que as mulheres.
  • Pessoas obesas: possuem alto risco de sofrer de artrose do quadril e do joelho, pois o peso do corpo aumenta o risco.

Complicações/Prognóstico

Por ser uma inflamação degenerativa crônica não existe um bom prognóstico da artrose, considera-se então os tratamentos para aliviar a dor e inflamação. Ao atrasar o progresso dela é possível melhorar a movimentação e a qualidade de vida do paciente.

Como prevenir? É transmissível?

O ideal é que todos se previnam da artrose, mas quem tem alguém na família com este problema, deve ter uma atenção maior. As principais formas de prevenção da Artrose são:

  • Evitar o excesso de peso.
  • Manter uma boa postura corporal.
  • Evitar o levantamento de peso, especialmente na região do ombro;.
  • Evitar a realização de exercícios repetitivos.
  • Evitar a realização de trabalhos forçados.
  • Fazer atividades que promovam o fortalecimento muscular.
  • Fazer alongamentos.

Os médicos dizem que na maioria das vezes, as pessoas só buscam tratamento quando a Artrose está em um estágio avançado. Por isso, é importante prevenir-se contra ela e consultar um médico assim que desconfiar de algum sintoma!

Referências

http://www.mdsaude.com/2011/11/artrose.html
https://www.hospitalsiriolibanes.org.br/hospital/especialidades/reumatologia/Paginas/artrose.aspx
http://www.criasaude.com.br/N2748/doencas/artrose.html
http://www.osteon.com.br/website/index.php/artigos/ortopedia/83-artrose-de-joelho-e-desgaste-de-cartilagem
https://saude.terra.com.br/doencas-e-tratamentos/dor-nas-juntas-veja-alguns-tratamentos-para-artrose,e312bbdbbade62f65e1350f2aa84b8d3maunRCRD.html
https://www.tuasaude.com/artrose/
https://www.tuasaude.com/tratamento-para-artrose/
http://www.pessemdor.com.br/dores/diagnostico-de-dores/artrose/
http://globoesporte.globo.com/eu-atleta/saude/noticia/2014/09/artrose-do-joelho-saiba-quais-sao-causas-o-diagnostico-e-tratamentos.html
http://www.healthline.com/health/arthrosis-vs-arthritis

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Avalie o conteúdo!)
Loading...

Faça um comentário:

Por favor, escreva seu comentário
Por favor, insira seu nome aqui