O primeiro medicamento feito exclusivamente para a prevenção da enxaqueca recebeu o nome de Pasurta e foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

O tratamento é feito por meio de uma injeção mensal que bloqueia a CGRP (proteína relacionada com as crises de enxaqueca).

Segundo pesquisas, o novo medicamento reduz em até 50% a dor de cabeça causada por essa condição.

O Pasurta é legalizado no Estados Unidos desde maio de 2018. De acordo com o laboratório responsável pela fabricação do medicamento, a Novartis, cerca de 175 mil pessoas já utilizam a injeção.

Após a aprovação, a estimativa é que o medicamento comece a ser vendido no Brasil até a metade do ano de 2019.

Enxaqueca atinge milhares de pessoas

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), 324 milhões de pessoas sofrem com enxaqueca em todo o mundo. Desse total, 25% têm dores de cabeça por mais de 3 dias por mês.

As mulheres têm 43% de chance de desenvolver a doença ao longo da vida e os homens têm 18%.

Enxaqueca é uma condição cerebral que causa fortes dores de cabeça que podem vir acompanhadas de cansaço, enjoo, náusea, intolerância à luz (fotofobia) e ao som (fonofobia).

Essa é uma doença crônica, ou seja, pode durar a vida toda. Pessoas com históricos familiares de enxaqueca são mais propensas a desenvolver a doença ao longo da vida.

A enxaqueca pode ser piorada pelo consumo de alguns alimentos (como embutidos, bebidas alcoólicas, chocolate, café). Falta de sono regular, exposição ao sol em excesso e tabagismo também podem facilitar para o aparecimento da doença ou agrava-la.

O diagnóstico é feito por avaliação médico com base nos sintomas do paciente. Em alguns casos, é preciso fazer exames para constatar se á relação entre enxaqueca e outras condições.

Em caso de dúvidas, procure um médico neurologista.


A aprovação da injeção que previne a enxaqueca é um grande passo para facilitar a vida de quem sofre com esse problema.

Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Editor Médico

Dr. Paulo Caproni

CRM/PR 27.679

Graduado em Medicina pela PUCPR. Residência Médica em Medicina Preventiva e Social pela USP. MBA em Gestão Hospitalar e de Sistemas de Saúde pela FGV.

Farmacêutica Responsável

Dra. Francielle Mathias

CRF/PR 24612

Farmacêutica generalista, com Mestrado em Ciências Farmacêuticas, ambos pela Unicentro. Doutorado em Farmacologia pela UFPR.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *