Anelise Wickert (Minuto Saudável)
19/03/2019 17:11

Depressão e autismo podem ter relação com infecções na gestação

Um estudo revelou que gestantes que tiveram alguma infecção grave (como pneumonia, gripe, urinária) durante a gravidez têm filhos com mais chances de desenvolver depressão ou autismo.

Muitas dessas doenças podem ser prevenidas por meio da imunização.

Por isso, os pesquisadores reforçam que a vacinação precisa estar em dia, pois contrair uma doença grave durante a formação do bebê pode deixar sequelas físicas e cerebrais neles, acreditam os cientistas.

As crianças que tiveram o contato com infecções ainda no útero tiveram cerca de 79% a mais de chances de serem diagnosticadas com depressão na vida adulta e 24% a mais de chances de nascerem com autismo.

A pesquisa foi feita por meio de um levantamento de dados entre os anos 1973 e 2014 na Suécia. No total, foram 1.791.520 crianças estudadas. O estudo foi publicado a revista JAMA Psychiatry.

Além disso, os especialistas acreditam que tanto as infecções graves quanto as infecções urinárias têm o mesmo risco para o bebê.

Os resultados não puderam determinar exatamente a relação entre as infecções urinárias e a formação cerebral. Entretanto, sabe-se que o aumento ou a diminuição de células inflamatórias pode ter efeitos na formação do cérebro.

Como perceber a depressão nas crianças?

As crianças podem ter dificuldades para dizer que estão deprimidas, uma vez que não sabem descrever algumas emoções ou sintomas.

Mas observar alguns sinais e comportamentos pode ajudar os responsáveis:

  • Sono: o sono da criança é interrompido por pesadelos. Como ela tem medo de ficar sozinha, é comum pedir frequentemente a presença de algum adulto em que confia;
  • “Quietinha demais”: se uma criança que sempre teve um comportamento agitado começar a ficar retraída, quieta e sem ânimo para brincadeiras, pode ser um alerta de algum problema;
  • Dificuldade na escola ou com os colegas: se a criança tiver dificuldade em todas as disciplinas da escola e não estiver conseguindo aprender, deve-se conversar com os professores. Isso também vale para crianças que não brincam em grupo ou com os colegas;
  • Mudanças de apetite: se a criança muda rapidamente o apetite ou hábitos alimentares, pode ser sintoma de depressão.

Se os sintomas acima se manifestarem e perdurarem, leve a criança em um psicólogo infantil.

Leia mais: Mídias sociais aumentam sintomas de depressão em adolescentes

Como perceber o autismo nas crianças?

O autismo pode se manifestar em vários graus. O importante é prestar atenção nos comportamentos da criança e, em caso de dúvida, levá-la ao médico.

Para o diagnóstico do autismo é necessário uma avaliação de uma equipe profissional (pediatra, psicólogos e professores).

Em geral, é possível observar:

  • Sociabilidade: a criança com autismo não demonstra interesse em pessoas ao seu redor e nem responde quando é chamada, principalmente por estranhos. Muitas não brincam em grupo e preferem estar sozinhas;
  • Comunicação: pessoas com autismo têm dificuldade em aprender a falar ou fazer gestos. Quando a fala começar, a criança pode ter dificuldade em formar frases que façam sentido ou repetir a mesma palavra várias vezes;
  • Repetição: uma das principais características do autismo é a repetição de movimentos, gestos ou palavras. Bater as mãos, balançar o corpo e organizar os brinquedos em vez de brincar com eles são exemplos de desses comportamentos.

Leia mais: Realidade virtual: como a tecnologia pode ajudar crianças com autismo


O pré-natal e as ecografias durante a gravidez são fundamentais para a saúde do bebê e da mãe. Se tiver alguma infecção durante a gestação, trate-a com o acompanhamento devido. Em caso de dúvida, vá ao médico.

Fonte: CNN

16/04/2019 17:14

Anelise Wickert (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*