Eduardo (Minuto Saudável)
16/04/2019 14:48

Colesterol muito baixo também traz riscos à saúde da mulher

Entre as preocupações mais recorrentes do brasileiro está o colesterol alto. Seja pela quantidade de comidas gordurosas que geralmente consumimos ou pela falta de atividade física, é preciso encontrar meios de manter as taxas controladas.

Leia mais: Atividades leves ajudam a diminuir o risco de problemas do coração

Uma pessoa com colesterol alto, muitas vezes, não apresenta sintomas e, então, a única maneira de saber se está com ele alto é realizando o exame de sangue.

A preocupação, porém, fica muitas vezes centrada nos níveis elevados da substância. Mas será que um colesterol com índices muito abaixo do normal também é capaz de fazer mal à saúde?

Segundo um novo estudo publicado na revista médica Neurology, que analisou participantes mulheres, pode sim.

Na pesquisa foi possível ver que um colesterol abaixo estava ligado a um risco maior de derrame. Entenda melhor essa relação abaixo.

Colesterol abaixo de 70mg/dl

Para os adultos, o colesterol total deve ser abaixo de 190 mg/dl e, para crianças, o número deve ser menor que 170 mg/dl.

Mas é preciso haver um equilíbrio tanto do colesterol ruim (LDL) quanto do colesterol bom (HDL).

Leia mais: Ovo e colesterol: o segredo é o equilíbrio na ingestão

Isso significa que baixo demais também não é adequado ao organismo, pois também pode causar problemas à saúde.

Segundo eles, mulheres com níveis de LDL entre 70mg/dL ou menor que isso podem ser 2 vezes mais propensas a ter derrame hemorrágico em comparação com mulheres que possuem um LDL entre 100mg/dL e 130mg/dL.

O estudo, que reuniu 27.937 mulheres entre 45 anos ou mais, revelou que 0,8% das participantes com um colesterol menor tiveram um derrame hemorrágico, já as mulheres com um colesterol dentro do padrão tiveram 0,4% de chances de passar pelo mesmo quadro.

Por isso, é importante sempre estar com ele equilibrado para que não ultrapasse o recomendado, e nem esteja abaixo demais.


O estudo acima nos sugere que também é preciso ficar atento ao outro lado do colesterol, já que cuidamos mais quando ele está alto.

E por se tratar de uma condição geralmente silenciosa, é preciso manter alguns cuidados para evitar que ela te pegue de surpresa.

Fonte: Science Daily

16/04/2019 15:34

Eduardo (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*