O chá verde, extraído de plantas Camellia sinensis, já é conhecido pelos consumidores — está presente na dieta e tradições de diversos povos —, mas também pelos cientistas por ser objeto de diversas investigações sobre seus efeitos.

Tudo isso tem um motivo. O chá verde tem inúmeras propriedades medicinais que trazem benefícios à saúde, entre eles, estão efeitos analgésico, antiasmático, antibacteriano, antioxidante, digestivo, diurético e estimulante.

Com isso, ele pode ser importante para aliviar os sintomas da gripe, reduzir os riscos de câncer e colesterol alto.

Porém, aqui já vale uma recomendação, apesar de ser um produto natural, é importante que o uso seja feito após uma orientação médica, para que você também possa especificar ao médico sobre os seus sintomas.

Mas, voltando ao falar da presença do chá em laboratórios, mais um estudo mostrou resultados positivos para a saúde das pessoas, em que os extratos da planta foram eficientes contra a obesidade e problemas de estômago.

O que diz o estudo?

O primeiro passo do estudo foi testar o extrato de chá verde nos camundongos em diferentes condições.

Inicialmente, um grupo de roedores recebeu uma dieta gordurosa (induzindo ao ganho de peso) e outro manteve uma dieta normal.

Em ambos os grupos alimentares, metade recebeu extratos de chá verde e metade não.


Esse processo durou oito semanas de acompanhamento, para, em seguida, os pesquisadores verificaram como estava a saúde dos animais.

Pelo estudo, foi possível ver a seguinte situação: os camundongos da dieta gordurosa junto do chá verde apresentaram menor resistência à insulina e tiveram menor ganho de peso quando comparados com a outra metade do grupo, que se alimentou da dieta gordurosa mas não recebeu o chá.

Esse mesmo grupo também apresentou uma menor inflamação no tecido adiposo e no intestino.

Porém, segundo os autores do estudo, ainda é cedo para considerar esses mesmos resultados nos humanos, ainda que  já seja considerado um avanço na descoberta dos benefícios do chá verde.

Bactérias boas

É comum associar a palavra “bactéria” a um ser microscópico capaz de causar problemas de saúde.

Porém, no estudo mostrado acima, o extrato do chá também se mostrou capaz de estimular a reprodução de bactérias consideradas saudáveis no intestino.

Mas o que são exatamente essas bactérias boas?

Então, esses microrganismos presentes no nosso corpo são responsáveis por diversas funções que contribuem para o correto andamento do corpo humano.

Entre elas, a função auxiliar a recomposição da flora intestinal, que melhora a absorção de nutrientes e as defesas do corpo.

As bebidas com lactobacilos vivos, que geralmente compramos no supermercado, são um bom exemplo desses agentes benéficos à saúde.

Leia mais: O que é Kefir (água, leite): benefícios, receitas, como fazer?

Por isso, além dos famosos leites fermentados, é possível dar uma ajudinha à nossa flora intestinal inserindo chá verde na alimentação.


Mundialmente falando, até o ano de 2025, estima-se que cerca de 2,3 bilhões de pessoas estejam acima do peso.

Por isso, é necessário cuidar da saúde e prevenir-se desse mal que afeta não só adultos, mas também crianças.

Fonte: Science Daily


Minuto Saudável: Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *