Anelise Wickert (Minuto Saudável)
20/03/2019 15:17

Tomar café pode reduzir a progressão do câncer de próstata

Um estudo descobriu que compostos encontrados no café podem ajudar a inibir a progressão do câncer de próstata.

A pesquisa foi feita na Escola de Pós-Graduação em Ciências Médicas da Universidade de Kanazawa no Japão e publicada no jornal The Prostate.

Os cientistas japoneses testaram 6 compostos do café em células de câncer de próstata em 11 dias de estudo.

As células cancerígenas que foram tratadas com cafestol (substância presente no café) cresceram mais lentamente do que as outras células que não foram tratadas com o componente.

Essas, sem o tratamento, cresceram 3 vezes mais rápido.

Apesar de ser um estudo piloto, a descoberta é relevante uma vez que pode ajudar na prevenção e no combate do câncer de próstata.

Mas a pesquisa ainda é bastante precoce e só obteve resultados em testes com animais. Futuramente, os pesquisadores cogitam a possibilidade de fazer testes em humanos que tenham a doença.

Leia mais: ANVISA libera novo medicamento para tratamento de câncer

O câncer de próstata

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), em 2018, foram diagnosticados aproximadamente 68 mil novos casos da do câncer de próstata no Brasil.

Esse é o segundo tumor maligno que mais causa a morte de homens no Brasil (o primeiro é câncer de pele).

A próstata é uma glândula exclusivamente masculina responsável por produzir sêmen, que está localizada no abdômen inferior, perto da bexiga.

Entre os fatores de risco está a idade, fazendo com que cerca de 75% dos casos de todo o mundo ocorrem em senhores com mais de 65 anos.

Por isso, homens com mais de 50 anos devem fazer o acompanhamento preventivo todos os anos, uma vez que em sua fase inicial, o câncer de próstata é uma doença silenciosa.

Dificuldades para urinar acompanhada de dor podem ser sintomas e sinais de alerta. Se houver sangramento, é recomendado buscar o auxílio de um médico urologista.


Tomar um cafezinho pode ser bom para a saúde desde que seja feito com moderação.

Fonte: Science Daily

18/04/2019 16:08

Anelise Wickert (Minuto Saudável)

Somos um time de especialistas em conteúdo para marketing digital, dispostos a falar sobre saúde, beleza e bem-estar de maneira clara e responsável. Confira mais na nossa página de quem somos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado Campos obrigatórios estão marcados*